Pular para o conteúdo

A arte da organização minimalista

Minimalismo vai muito além de ter menos coisas.

Em primeiro lugar, ele é para quem pode escolher. Muita gente não pode. Reconhecer isso é importante.

Em segundo, saiba que o minimalismo se trata de ter o que é essencial e realmente traz valor à sua vida.

Uma maneira de fazer isso é começando pela avaliação honesta dos seus pertences. Os critérios para seleção serão pessoais. Você pode se perguntar desde se “Isso realmente me traz alegria?” até “Isso é necessário para minha vida?”.

O grande lance que estamos buscando aqui é se desfazer do excesso. Você cria espaço para o que realmente importa.

Mas não se trata apenas de objetos físicos. O minimalismo também pode ser aplicado à sua rotina diária. Avalie seus compromissos e atividades. Você está sobrecarregada/o? Aprender a dizer “não” é uma habilidade valiosa que permite dedicar tempo ao que é mais importante para você.

Outra parte fundamental do minimalismo é a organização eficiente. Criar sistemas simples para armazenar e acessar suas coisas ajuda a evitar a desordem e o estresse. Além disso, ao manter uma rotina de organização, você economiza tempo valioso que pode ser dedicado a outras atividades significativas.

A organização minimalista nos convida a viver de forma mais intencional. Ao eliminar o excesso de distrações e focar no que realmente importa, você encontrará mais clareza mental e emocional. Um ambiente calmo e organizado proporciona uma sensação de tranquilidade, permitindo que você desfrute plenamente de cada momento.

Eu sempre digo que não é possível organizar tralha. Portanto, comece destralhando.

Com simplicidade e organização,
Thais Godinho

Thais Godinho

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

1 comentário em “A arte da organização minimalista”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *