Categoria(s) do post: Diário, Diário da Thais, Rotinas

Bom dia. Este foi um grande aprendizado que eu tive no ano passado e eu gostaria de compartilhar com você.

Afinal de contas, quantas vezes você já não deixou de fazer algo importante para você porque não tinha tempo? Várias né? Pois é, eu também, mas não por falta de organização, mas por ter compromissos demais.

Porque veja meus papéis: empresária, pesquisadora, mãe, professora, criadora de conteúdo, escritora… Todos esses papéis me demandam pra caramba mas, mais do que isso, são papéis que me alocam em compromissos diversos ao longo do ano. Às vezes passo uma semana inteira em outra cidade, participando de mentorias ou eventos. Gravo muitas aulas e ministro eventos ao vivo. Participo ativamente da vida do meu filho. Participo de eventos acadêmicos. Assisto aulas do Doutorado. Participo de grupos de pesquisa. Faço lives. Escrevo. Enfim… deu pra ter uma ideia.

Nos últimos anos, eu deixei de fazer muita coisa quando eu tinha algum compromisso agendado. Exemplo: se eu tivesse que ministrar uma aula durante algum evento, eu adiava para a semana seguinte – que já tinha seus agendamentos. Aí eu ficava lá no evento e, na semana seguinte, tinha que trabalhar quase que em dobro pra dar conta das demandas que não fiz na semana anterior. Foi aí que veio o grande insight.

E se eu diminuísse minhas expectativas e simplesmente conciliasse meus compromissos diários com os meus compromissos profissionais de modo geral? Por exemplo: o que me impediria de sair de um evento no horário da aula, dar a aula e depois voltar? Absolutamente nada. Eu só não conseguiria fazer isso caso estivesse intencionalmente de férias / offline ou se a conexão com a internet fosse ruim.

Depois que tomei essa decisão, minha rotina ficou muito mais leve, porque eu não precisava agrupar muitos agendamentos no mesmo dia ou na mesma semana. Eu poderia espalhá-los melhor e ter um dia a dia mais equilibrado. Fora que acho divertido a coisa de trabalhar de qualquer lugar, pois acho que tudo é aula, sabe? E, quando compartilho o que vivencio, estou ensinando algo também.

Talvez sua vida não tenha tamanha complexidade – ou talvez tenha até mais. Mas você pode aproveitar a sua rotina para fazer coisas que, de modo geral, não consegue muito tempo. Tipo planejar a semana enquanto o filho está na aula de música? Você está ali presente, ouvindo, mas também está planejando a sua semana. Ou rabiscar um planejamento de um projeto na sala de espera do dentista. Fazer a lista do mercado enquanto o professor fala sobre um assunto não interessante na aula da faculdade.

“Ai Thais, mas e a mente plena? E o momento presente?” Quando estiver realizando algo com atenção, foque sua atenção. Simples assim. Quando eu saio de uma sala de evento e vou para o quarto do hotel fazer uma aula ao vivo com os meus alunos, estou focada na aula com meus alunos. Quando volto, estou focada no evento.

A vida é feita de escolhas, e realização é uma escolha diária.

Feito é melhor que o perfeito não feito.

Para mim, viver e fazer enquanto vive foi um grande insight de 2022 e me permitiu repensar a rotina de vida e de trabalho de uma maneira libertadora. Espero que este post contribua com a sua vida também, nem que seja um pouquinho.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe seu comentário

5 comentários

  1. Camila comentou:

    Fantástico.

  2. Ewerton Lenildo comentou:

    A profundidade desse texto está perfeita!

    Obrigado, Thais. <3

  3. Marcela comentou:

    Oi Thaís! Que post maravilhoso! Posso deixar minha experiência aqui? 🙂 Eu já faço esse encaixe de outras tarefas nos tempos livres e realmente a gente resolve e dá andamento a muita coisa! Mas, conversando com minha psicóloga em terapia, percebemos algo: eu usava essas janelas somente para resolver obrigações, quase nunca para lazer/descanso. Então, se servir como dica para o pessoal, é bem legal também usarmos esses tempinhos como oportunidade para nos dar um descanso também, quando precisamos. 😉

  4. Alisson comentou:

    Veio aí a Thais Multitarefas

  5. Miriam Góes comentou:

    Que texto fantástico! Juntar essa ideia com a do caderninho para todo lugar, é a combinação perfeita para mim. Esqueço com muita frequência das coisas que preciso fazer e tenho muita dificuldade de pensar num planejamento de rotinas, estou toda hora tentando algo novo pra me ajudar e me perdendo mais do que me encontrando. Mas a vida não para, enquanto eu tento me encontrar. Desse jeito, já me deu uma luz. Semana passada, fiquei mais de 3 horas esperando ser atendida em um exame que tinha hora marcada (pelo SUS, muito cheio, sabe como é) e fiquei ali entediada, a bateria do celular estava acabando e não podia ficar “rolando feed”. Se eu já tivesse lido esses insights, teria resolvido tantas coisas hahahaha! Mas agora eu já sei.
    Obrigada, novamente.