Categoria(s) do post: Diário da Thais

E, enquanto escrevo este post, pode ser que eu já tenha concluído mais algum.

Eu sempre tive essa meta de ler 100 livros no ano. Já tentei colocar de uma maneira mais formal, definindo os marcos etc, e não gostei. Até gravei um vídeo sobre isso no YouTube na época. Mas o fato é que, quando deixei de prestar atenção no número, e passei a aproveitar mais o meu tempo efetivamente lendo, passei dos 100. Então assim: sei que vocês vão me perguntar como eu fiz para ler tanto, ou técnicas relacionadas, mas não teve. O que teve:

  • Uma depressão profunda desde o final do ano passado que me levou a encontrar conforto apenas nas minhas leituras;
  • A volta das viagens a trabalho, em que costumo ler muito;
  • Leitura realmente foi a_atividade de lazer de modo geral, priorizada perante todo o resto.

E aí aquilo: sempre levo um livro comigo, ou o Kindle, ou o tablet. Isso permite aproveitar qualquer janela de tempo para ler.

O interessante foi que não se tratou de algo bitolado, feito com obrigação. Simplesmente rolou.

Vale dizer que conto aqui apenas as leituras feitas do início ao fim, e não livros que só li um capítulo ou dois para o Doutorado ou livros que ficaram inacabados.

Não tenho mais metas de leituras. Isso eu prefiro deixar mais livre mesmo.

Meu perfil no Skoob, rede social de livros.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe seu comentário

5 comentários

  1. Mariana comentou:

    Incrível, Thais! 👏

    Eu também não gosto de metas literárias, sinto que fico presa nos números em vez de imergir na obra e no ato de ler.

  2. Franceline Rodrigues comentou:

    Sabe o que eu achei mais legal ao ver seu perfil no Skoob (tendo em vista que já te acompanho há alguns anos aqui no Blog)? Primeiro, porque me impressionei por você ter lido 969 livros (pelos menos o que foi registrado). Mas depois notei que seu registro na plataforma é desde de 1990 e naquele ano você registrou 1 livro lido. No ano seguinte foram 2 livros, depois (2), depois (3), chegando em (10), 53, até chegar em 102 livros lidos, até 26 de dezembro. É bonito ver essa sua evolução como leitora e na vida em geral, às vezes a gente se cobra e se compara muito com os outros (eu como leitora, pensei: “nossa, a Thaís lê muito, eu só consegui ler 40 livros este ano e com muito esforço kkkk)… Mas, depois ponderei e pensei: avançar e evoluir em qualquer área da vida; requer tempo, é processo (e cada um tem seu tempo e processo).

  3. marciana comentou:

    Poderia relacionar os top5 ou 10, os que mais gostou…

  4. ADRIANO comentou:

    Não tenho conta no Skoob, então não consigo ver sua lista – pede login.