Categoria(s) do post: Diário da Thais, Hábitos, Vida Organizada

Uma das coisas que eu gosto de recomendar no meio do ano é olhar para os últimos meses para refletir sobre como eles foram na sua vida.

Comecei projetos que concluí – desisti de outros que estavam em andamento. Repriorizei atividades. Por quê? Sempre são boas reflexões.

Sem querer entrar muito no assunto, mas o primeiro semestre deste ano foi bastante difícil para mim. Passei por coisas muito delicadas – algumas, que prefiro nem comentar e deixar cair no esquecimento, se eu conseguir – outras que ainda estou trabalhando dentro de mim. Mas o fato é que agradeço por estar viva. Longe do momento “gratiluz” de positividade tóxica que é pregado por aí, meu senso de gratidão aqui é real – uma maneira de ver a vida mesmo.

Além dessa parte mais filosófica, acho importante chacoalhar a poeira e pensar com objetividade no segundo semestre que se inicia. O que já dá para planejar? O que ainda não dá, mas precisa ficar no radar? Talvez você ainda não tenha certeza de alguma viagem a trabalho em agosto ou setembro, mas precisa ficar ligada nela porque ela pode acontecer. Lide com outras demandas no mesmo período como se a viagem fosse mesmo acontecer e não “pague para ver” agendando mil coisas para o mesmo dia.

No final das contas, todo dia é um ano novo e todo mês começa um novo semestre. Depende do ponto de vista. Mas essas viradas no tempo representam marcos, e todo marco no tempo pode nos ajudar a dar mais sentido nas decisões, reflexões e priorizações que fazemos diariamente.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.