Categoria(s) do post: Diário da Thais

Todo mês eu gosto de fazer um resumão da vida aqui no blog e, hoje, vou contar para você como estou me sentindo e como foi o meu mês de fevereiro.

O mês teve muitas coisas boas e vários desafios – assim é a vida. Particularmente, tivemos uma conquista muito incrível no trabalho, que foi assinarmos um contrato com uma rede internacional de coworking, para termos uma espaço mais arejado e controlado para trabalhar em equipe, gravar vídeos, fazer reuniões etc. A salinha onde fica o meu escritório não é grande o suficiente para isso, então foi uma saída legal. Fora que eu mesma me sinto bem de, de vez em quando, trabalhar vendo mais pessoas. Tem sido saudável! A salinha do escritório ainda pretendo manter, pelo menos por enquanto, e será meio que o “meu QG”, o lugar onde vou para trabalhar no dia a dia e também estúdio de gravação, mais silencioso que aqui em casa. Me permite tirar o trabalho de casa. É isso. São dois investimentos que, no momento, parecem fazer sentido para o Vida Organizada, simplesmente.

Eu, Malu, Andreia e Simone na inauguração do espaço no coworking 🙂

Meu maior desafio este mês sem dúvida foi a saída da Dalvinha da equipe, pois ela vai se dedicar mais à filhota e algumas questões diversas. Ela é uma pessoa incrível, grande parceira. Entendo e respeito completamente seus motivos, mas isso não quer dizer que não sentirei sua falta. Então esse foi um grande desafio para mim ao longo do mês – me entender com essa ausência e reestruturar projetos e processos que já estavam bem redondinhos com a saída de uma pessoa tão chave como ela era. Aproveito para dizer a ela o quanto sou grata por todo o esforço e trabalho no último ano. Obrigada mesmo, Dalva. <3 Você sempre estará aqui nos meus pensamentos.

Na vida pessoal, o Paul foi o foco aqui do mês! Começou as aulas na escola nova, está amando (e, em consequência, eu também!), tomou as duas doses da vacina, enfim, maravilhoso!

Não quero focar tanto nisso, até mesmo porque não sei até que nível de exposição me sinto confortável para ir, ao mesmo tempo que não quero deixar de compartilhar com vocês, mas eu vou mudar meu modo de trabalho durante algum tempo, com menos exposição em lives etc, para conseguir focar na minha saúde mental de modo geral. Estou lúcida, mas o tratamento leva um tempo. E eu preciso desse tempo. Contei com mais detalhes aqui.

A Jen entrou para me apoiar na criação de conteúdo e isso vai me ajudar muito. <3 Espero que vocês estejam curtindo. Estamos construindo ainda o melhor processo por aqui para pesquisar, escrever, revisar, publicar, então peço um pouquinho mais de paciência de vocês que acompanham o blog. Mas o tempo funciona diferente por aqui! Sem pressa, na medida. Obrigada pelo apoio, Jen. <3

Estou bastante focada na minha pesquisa para a tese e me preparando para a volta às aulas presenciais em março. Claro que quero compartilhar tudo isso com vocês. Escrever é mais fácil que fazer uma live, para mim, neste momento. <3

Se quiser compartilhar comigo como foi o seu mês de fevereiro, eu vou adorar saber. Deixe um comentário. Obrigada!

Deixe seu comentário

19 comentários

  1. Camila comentou:

    Espero sinceramente que você fique bem, Thais! Te desejo muita força nesse momento difícil. E adorei a entrada da Jennifer na produção de conteúdo do Vida Organizada. Nota-se de longe que ela está 100% alinhada com a proposta da produtividade compassiva. Abraços!

  2. Renata comentou:

    Thais querida, cuide-se, priorize-se! Todos nós queremos você bem de corpo e alma.
    Um abraço <3
    Renata

  3. Leticia comentou:

    Cuide-se, Thaís! Faça o necessário para ficar bem. Esse mês foi complicado para mim. Estou finalizando minha dissertação da especialização e está bem complicado. Eu estou farta desse tema e minha motivação acabou meses atrás, mas não quero perder o investimento. Muita procrastinação, culpa e crises de choro para escrever, mas pelo menos está acabando.

  4. Marina Maria comentou:

    Sempre achei que tínhamos muitas coisas em comum. Quando eu me interessava em algo, logo você aparecia com postagens com tema parecido. Ou eu me interessava por algo que vc postava, porque, né? É um caminho duplo. Mas agora sinto muito que a gente dívida tb essa nebulosidade da depressão. Eu estou controlada, mas não liberta. Entendo completamente seu desabafo. É um processo, é um caminho, e talvez seja uma nova forma de olhar. Desconfio que menos pragmática da vida. Enfim, sigamos fazendo a nossa “arte”, com espaço para nós mesmas. Que o equilíbrio vença.

  5. Cyntia Chaves comentou:

    A maior conquista de fevereiro, em relação ao meu processo de organização pessoal, foi a consolidação do planejamento semanal como hábito.

    Esse hábito trouxe impactos positivos incríveis na minha rotina. É perceptível como me senti mais tranquila e, consequentemente, mais confiante. Além disso, o tempo dedicado ao planejamento está mais curto. Aos poucos percebo que se trata de uma dinâmica que só deve melhorar com o tempo. Simplesmente não lembro mais como é iniciar uma semana sem antes ter planejado minhas principais atividades.

    O próximo passo é aprender a usar uma ferramenta de tarefas para retirá-las da agenda, como ainda tenho feito.

    No encaminhamento do curso isso vai ser aprendido e incorporado. (Sou da T7, mas migrei para a T11).

    Sigo obstinada a não interromper os estudos do curso, pois já estou colhendo excelentes frutos.

    Obrigada, Thais. Obrigada à equipe do Vida Organizada. Vocês são demais!

  6. Adriana Gomes comentou:

    Thais, eu não sou de comentar mas to sempre lendo o seu blog.
    Eu noto algumas coisas mas prefiro não falar nada. Prefiro que você note ainda que leve tempo.
    Vi quantos livros você leu mês passado. Eu li apenas um.
    Estou pensando em fazer mais uma graduação mas só depois de fazer um mba.
    Minha prática matutina se resume a ler um trecho de um livro sagrado após escovar os dentes e tirar o pijama.
    Eu tomei uma decisão recentemente. Não elogio e não comento mais em posts de produtividade, seja homem ou mulher, empresário ou funcionário. Prefiro não falar nada.

    1. Não entendi. Se prefere não falar nada, por que esse comentário em tom de julgamento? Você acreditou que fazê-lo ajudaria em alguma coisa?

  7. Ana comentou:

    Olá Thais, queria dizer que estou solidária neste momento menos bom em que estás a passar. Eu também já estive muito doente e não via meio de ficar boa, mas graças a Deus melhorei. É aos poucos que a vida vai dando certo. Se calhar, esta exposição é benéfica para quem lê e segue (porque aprendemos) mas pode ser penosa para quem se expõe. E mostrar fragilidades custa sempre…. Compreendo… Mas somos todos humanos. Um abraço, um beijinho e muita força.

  8. Lucà comentou:

    Oi, Thais!

    Primeiramente, boas energias pra você e pros seus!!

    A Dalva é uma queridíssima MESMO, sim, deixará saudades…!

    No final de janeiro peguei covid, “não sei como”. Não foi leve, não foi caso de uti, mas passei umas 3 semanas bem ruinzinho, mas já me sinto 100%.

    Por aqui o meu foco é quase que total na casa… Penso em obra, sonho com obra e vivo as coisas da obra, rs Está caminhando bem, e eu mudo pra casa nova no final de abril!!

    A terapia continua e tem me ajudado a lidar muito bem com inúmeros “imprevistos”, desorganizações dos outros, e etc

    Beijos!

    <3

    1. Espero que você esteja melhor, Luca. COVID não é fácil, mesmo vacinado.

  9. Leandro Barbosa comentou:

    Amei ver a Jeniffer por aqui. Ela arrasa!

    1. Cris Palma comentou:

      Ela arrasa mesmo!!!!!

  10. Adriana comentou:

    Melhoras 🙏!!

  11. Priscila Antunes comentou:

    Thais querida, desejo que vc fique bem!
    Adorando o conteúdo.
    Estamos aqui!
    Abraço =)

  12. Poliana comentou:

    Ei querida Thais! Quanta intimidade né? Mas é assim que me sinto…muito próxima de você!
    Seu relato me ajudou a me entender e entender o que tenho passado…quanta transparência em sua fala. Te desejo um período de muita harmonia e boas escolhas !!! Como disse a um amigo meu – se cuide…você é um patrimônio importante para nós! Melhoras baby!

  13. rosileine comentou:

    Thaís, só desejo que fique bem

    Que bom que escrever para você nesse momento é melhor que live, pq adoro seus textos desde sempre

    Se cuide

  14. Amanda Claudine Viana comentou:

    Oi, Thaís! Compreendo bem o que você expôs, e me solidarizo com você, viu? Convivendo com depressão e ansiedade há muitos anos, uma coisa que aprendi de muito importante foi que eu sou a pessoa mais importante para mim, e portanto devo me priorizar como tal, então foque no seu bem estar antes de qualquer outra coisa; e pessoas tóxicas , cujo único objetivo é nâo acrescentar nada de bom na nossa vida, devem ser banidas mesmo, ou se for impossível, serem sumariamente colocadas no seu devido lugar. Que você encontre apoio e acolhimento entre seus familiares e verdadeiros amigos, torço muito por você!

  15. Cris Palma comentou:

    Thais, desejo que vc fique bem!!!! Sou aluna MVO e admiro vc, com respeito e carinho!! Muitas vibrações de amor, compaixão e solidariedade!! Um grande abraço fraterno!!!