Categoria(s) do post: Casa, Curtindo a casa, Rotinas

Compartilhando um pouco as mudanças que fazemos em casa nesta época do ano relacionadas a organização.

Eu acredito que pequenas mudanças feitas no dia a dia contribuem com uma rotina mais tranquila, o que leva diretamente a uma mente mais tranquila também.

Destralhe

Acredito que tenha a ver com a vibe de ano novo, renovação de energias e tudo o mais, mas aqui em casa é fato: nessa estação, nós gostamos de destralhar. Eu fico muito a fim de revisitar absolutamente tudo o que eu tenho para ver o que ainda faz sentido manter porque gosto de sentir que o ar circula pelos ambientes.

Dois pontos de atenção para mim neste momento que acho legal de compartilhar:

  1. Cuidado com a armadilha da “criatividade” no destralhe. Tipo, eu sou a rainha de querer encontrar soluções para as coisas – especialmente pela questão da sustentabilidade. Mas é justamente isso que leva ao acúmulo, se não prestar atenção. Eu vejo a apostila de filosofia do meu filho do ano passado e penso: “ah, eu podia guardar pra revisar e recortar algumas imagens legais para as minhas colagens”. Ou então, recebo uma caixa bonita e quero guardar para armazenar “alguma coisa”. Tudo isso é maravilhoso, mas só funciona se imediatamente você já der essa destinação. Se for “guardar pra ver”, repense.
  2. Não ficar olhando muito antes de destralhar. A análise item a item, muito difundida pela Marie Kondo, pode funcionar para algumas pessoas e em algumas categorias – roupas, talvez, ou livros, enfim. Mas, para miscelâneas, o que tenho feito é o seguinte: tá guardado na parte de cima do armário da cozinha e não usei nos últimos dois anos (pandemia)? Já separo sem pensar muito. Isso tem me ajudado a destralhar ainda mais.

Não me considero uma pessoa minimalista mas vejo o minimalismo como um princípio. Se sempre olhar para a casa e para a vida pensando em manter o mínimo necessário e essencial (que envolve o mínimo para se sentir bem), “dá bom”.

Eu também sou bastante desapegada, o que creio que venha aí de anos de formação como budista. Não tenho absolutamente nenhum apego com qualquer bem material. Gosto de usufruir das coisas que tenho enquanto elas fazem sentido. Se algo acontecesse com elas, tá tudo certo. Não “sofro” por itens materiais.

Ambientes

Nós também mudamos a área de serviço, tiramos coisas dela, móveis, doamos eletromésticos, pintamos o quarto do Paul, mudamos os móveis também, separamos livros para doar, roupas, instrumentos, materiais musicais diversos, elaboramos um cantinho musical na sala para praticarmos, esvaziamos mais a cozinha, enfim. Esse repensar dos ambientes é constante por aqui porque a nossa casa deve fazer sentido para o que vivenciamos hoje.

Especificamente do verão

Tirar tapetes, tirar roupas de cama pesadas, lavar cortinas, lavar janelas, fazer faxinas mais completas mesmo, mexer mais com água, ter sempre alimentos refrescantes na geladeira (de bebida a frutas e sorvetes), deixar as janelas sempre abertas, vedar as portas e janelas por conta da chuva, limpar as calhas – tudo isso faz parte da nossa rotina sazonal de verão aqui em casa. A rotina de limpeza fica muito mais intensa e gostosa por aqui.

Outra coisa que muda, sem ser necessariamente da casa, mas influencia, é a minha rotina de sono. Durmo menos no verão – mas durmo bem. Durmo menos horas, quero dizer. Acordo super bem junto com o sol – muitas vezes, naturalmente antes das 4h da manhã! E isso acontece mesmo indo dormir mais tarde. Enfim, é o corpo alinhado com as estações, né?

Providências gerais que tomamos por aqui :

  • sempre temos água gelada na geladeira
  • sempre temos suco na geladeira
  • compramos e consumimos mais frutas
  • colocamos frutas no congelador para sorvetinhos mais saudáveis
  • comemos mais salada
  • costumo lavar mais roupas, porque suamos mais
  • eu parei de passar roupa em casa (não ligo de usar roupa sem passar e, quando é realmente necessário, lavo na lavanderia)
  • sempre tem incenso perfumando a casa
  • as janelas ficam bastante tempo abertas
  • velas de citronela ajudam no controle dos mosquitos
  • ventiladores a postos

Enfim, gosto de mudar a dinâmica da casa em alguns períodos do ano, e a chegada do calor impacta bastante em casa (chuva, abafamento, alimentação etc). Anualmente tenho criado um post contando um pouco como temos feito porque acho que é uma informação útil que ajuda a organizar a rotina da casa. Espero que goste. <3

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.