Categoria(s) do post: Diário da Thais, Ambiente de trabalho, Curtindo a casa

O que motivou a mudança que fiz no home-office foi precisar alterar a configuração de mesa + cadeira. Conto mais sobre isso no post que publiquei há alguns dias a respeito.

A mesa que ficava no meu home-office foi para o nosso quarto. Por quê?

Quando eu acordo, eu passo de 1h a 2h lendo lá. Então eu sentia que precisava mudar um pouco essa experiência porque ler sentada na cama é gostoso mas dá vontade de dormir de novo, aquela coisa. Fora que não tinha muita “estrutura”. Então foram duas mudanças que eu fiz:

  1. Levar a mesa que estava no meu home-office para lá
  2. Comprar uma poltrona

Bem, veja como ficou:

A mesa com a estante é da Evolukit. Ela é bacana mas, no home-office, era muito pequena para mim, pois trabalho com mil coisas apoiadas – apostila, caderno, livro, caneca, água, canetas, enfim.

A caixa que fica na parte de cima está cheia de lápis e canetinhas, porque gosto de pintar e desenhar à noite antes de dormir. Ao lado, meu fone de ouvido. Embaixo, as leituras em andamento diversas. O tarô fica ali porque de domingo à noite gosto de tirar uma carta para cada dia da semana, como forma de autoconhecimento mesmo.

Muitas vezes, quero sair um pouco do ambiente do home-office e trabalhar em outros lugares da casa, como na cozinha (que me permite trabalhar em pé na ilha) e agora no quarto, porque tenho esse apoio. Também é um bom local para assistir aulas online de noite, sem ter que ficar o dia inteiro no home-office.

Do lado oposto de onde está a mesa, tem o espaço ao lado da minha cama onde fica a mesa lateral com algumas gavetinhas (onde deixo apetrechos pessoais diversos, como negócio de fazer massagem, remédios, tapa-olhos, óleos essenciais, kit de manicure, essas coisas.

Tem a poltrona, que está forrada com uma manta de microfibra porque está muito frio, mas confesso que prefiro sem. rs Ela é bege e comprei na Mobly. É bastante confortável mas ocupa bastante espaço. E, na frente dela, um banquinho tipo puff para apoiar os pés. Ah, e a almofada da Corvinal, obviamente.

Na mesinha, tenho uma mini estátua do Buda, vela, o aparelho umidificador de ar e o carregador do telefone. Um pratinho para miudezas que uso no corpo e tiro antes de dormir – brincos, relógio, óculos.

Uso para apoiar os materiais que estou usando para ler e estudar no momento. Sento na poltrona e fico lendo ali, quietinha. Quando não quero acender a luz mais forte da luminária, eu uso essa lanterninha individual de clipe que coloco no livro.

Assim, sinceramente, em termos de decoração não tem nada demais, mas a praticidade tá perfeita. Tem me atendido bem para todas as atividades que costumo fazer diariamente relacionadas aos meus estudos e trabalho, especialmente quando o faço offline. É muito comum sentar na mesa com o meu caderno e ficar desenhando planejamentos e brainstorms no papel. Enfim, a mudança foi muito positiva.

Quis compartilhar com vocês para ficar como referência porque bastante gente me pergunta como é essa dinâmica de leituras de manhã, e mostrando o espaço talvez fique mais claro como eu faço. Se tiver alguma dúvida, deixe nos comentários, por favor. Obrigada!