Categoria(s) do post: Diário da Thais, Tecnologia, Estudos

Post criado para compartilhar como estou fazendo as minhas anotações de aulas atualmente para todos os cursos que participo como aluna.

Além do Doutorado, estou inscrita em diversos cursos online e, além disso, assisto muitas lives desse tipo de conteúdo, em que quero registrar anotações e pensamentos com o propósito de manter um banco de registros mesmo.

Até pouquíssimo tempo atrás eu fazia na caderno para o commonplace book, mas percebi que eu digito mais rápido e consigo organizar melhor as informações assim. Tenho fases! Nesta fase de vida, estou preferindo fazer no Notion essas anotações e deixo o commonplace book para anotações mais informais, sem uma “casinha” organizada.

O rosto do professor foi escondido propositalmente na imagem acima, ok?

Descrição da imagem:

  • Livro “Filosofia do zen budismo”, Byung-Chul Han
  • Print da aula virtual de um curso da Casa do Saber
  • Print da minha página do Notion onde faço anotações desse curso
  • Foto do tablet Samsung S6 Lite + teclado oficial da Targus

Como eu faço:

  1. Crio uma página para o curso que estou fazendo. O curso pode ser uma disciplina do Doutorado, por exemplo, ou um curso livre, como no caso acima, da foto.
  2. Cada página tem uma construção de organização diferente, de acordo com o que eu achar melhor. De modo geral, uso “toggles” (essas flechinhas que criam um menu para você clicar e abrir uma parte maior, com uma hierarquia de informações).
  3. Coloco as informações básicas sobre o curso na primeira parte da página. Onde acessa, qual o professor etc.
  4. Depois, crio um item para cada aula e vou escrevendo em tópicos.
  5. Com o tempo (pode ser no dia, depois, na revisão, ou bem depois), eu vou mexendo na página, acrescentando anotações, imagens, links, figuras, reorganizo a estrutura, se achar melhor, mas tudo isso é opcional. O importante é ter o registro mesmo.

O modo de organização é basicamente o seguinte: antes de começar a aula, crio a página. Aí basta abrir e ir escrevendo.

Coloquei a foto do tablet porque, muitas vezes, assisto a aula nele e escrevo no computador ou assisto no celular e escrevo nele. Eu até comprei o teclado, da Targus, para me ajudar. Não é como escrever em um computador, mas super quebra o galho.

Certamente me permite prestar mais atenção à aula, me ajuda no envolvimento com o conteúdo, me permite fazer conexões, registrar as referências para estudos posteriores, enfim. Fora o hábito de escrever, que é exercitado, e facilita ao escrever outros textos.

Outro dia fiz um post mostrando um pouco mais da estrutura do Notion atualmente para os estudos. Pode complementar este aqui. 😉 Deixe um comentário, se quiser.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe seu comentário

7 comentários

  1. Thaís Gabrielly comentou:

    Muuito bom, Thaís! Tenho um notion parado e comecei a utilizar o trello para organização dos meus horários. Ele está parada de tudo, então decidi usar o Planner do outlook, por conta das ferramentas pagas. Ainda escrevo no caderno, uso o Mendeley para as leituras de curso – mas nem todas. Vou experimentar o Notion e ler o seu texto.

    1. Lilian Brito comentou:

      Maravilha Thais. Muito didática sua explicação. Manda o link do outro post sobre o notion, me interessei. Ele é pago?

  2. Lucà comentou:

    Adorei!

  3. Max comentou:

    Tem como fazer backup das notas do Notion de modo fácil?
    Obrigado!

  4. Rafael comentou:

    Estou com uma dúvida sobre estudos, tipo eu devo tratar como um projeto? e como seria uma organização para estudo?

    1. Depende. Tenho um post mais recente onde falo sobre a organização dos estudos e o que trato como um projeto. Recomendo a leitura. 😉