Categoria(s) do post: Diário da Thais, Vida Organizada, Mensal

Primeiro dia do mês é dia de tirar uma fotografia do meu nível de satisfação com relação às áreas da minha vida. Também reflito sobre qual delas precisa mais da minha atenção no momento. Faço algumas anotações (pessoais, escondidas na imagem) sobre o que estou insatisfeita nas áreas em que não preenchi totalmente. Essa análise não é sobre estar “ruim” ou “bom”, ou sobre a completude das áreas. É sobre como me sinto com relação a elas no dia de hoje. Gosto de fazer no primeiro dia do mês apenas porque é um ritual de passagem de um mês para o outro, mas você pode fazer sempre que sentir necessidade ou vontade.

Saúde foi meu foco porque (agora posso falar) fiz duas biópsias no final de agosto… eu sempre tenho que acompanhar algumas questões minhas há algum tempo, especialmente porque meu pai morreu de câncer, e eu confesso que estava muito preocupada. Isso acabou tirando o meu foco de outras coisas, mas aceitei o sentimento. Tirei alguns dias de férias no final do mês / início de setembro e foi bom. Consegui descansar e, ontem, saiu o resultado: tá tudo bem. Uma pessoa tinha comentado no post: “bom pra ver que até quem é organizado descuida da saúde”. A gente tem que tomar cuidado com as coisas que comenta na Internet e não se deixar impôr ao outro suas próprias percepções, pois não sabe-se as batalhas que o outro está travando.

O emocional foi afetado por conta dessa preocupação, por isso não dei nota máxima de satisfação.

Carreira eu dei essa nota porque estou conciliando duas carreiras e esse período é sempre meio nebuloso. Vou escrever um post sobre as responsabilidades profissionais, onde contarei mais sobre isso.

Finanças “tá indo”. São muitas providências e resoluções este ano, mas coisas de backstage, de organização mesmo. Como todo mundo, também vivo em um país que passa por uma crise, e como “CEO” da empresa eu preciso tomar decisões responsáveis.

Amor não dei nota máxima porque estou sentindo falta de fazer coisas que eu fazia antes da pandemia com o meu marido. Sair para jantar, ir ao cinema. Esse mês “bateu” mais.

Espiritualidade também não dei nota máxima porque ainda não implementei minha nova rotina depois dos ensinamentos do Festival de Verão e já queria ter implementado – porém fiquei feliz por ter voltado ao curso do Centro Budista.

Tudo isso impacta em plenitude e em como eu me sinto.

O nome dessa ferramenta de reflexão é “roda da vida” e você pode baixar modelos da Internet ou desenhar, como eu fiz (desta vez no Samsung Notes, que me dei de presente de aniversário para ajudar nos estudos do Doutorado).