Categoria(s) do post: Diário da Thais, Vida Organizada, Mensal

Todo mês eu gosto de revisar o mapa com as minhas áreas da vida.

A ideia desse mapa é que ele seja construído aos poucos por mim para mostrar tudo o que está presente na minha vida. Elementos que quero sempre revisar para garantir que estejam caminhando bem.

As áreas da vida não “acabam”, como projetos, objetivos ou ações. Elas existem. Você tem ações, projetos, objetivos relacionados a elas.

Muitas pessoas usam as áreas da vida como “categorias”, para organizar seus projetos por área, ações por área, até arquivos por área, buscando equilibrar ou conciliá-las através de uma distribuição de atividades. Mas, do meu ponto de vista, um mapa com todas as áreas e, dentro de cada uma, aquilo que é importante você revisar mensalmente (ou em outra recorrência) para despertar ideias de atividades acaba sendo um “olhar de cima” um pouco mais apropriado para verificar se sua vida está equilibrada ou não.

O mapa de modo geral se constrói com você no meio dele e as ramificações com as macroáreas. Você pode se basear em outras ferramentas, como a roda da vida, mas não necessariamente. Pode personalizar. Eu coloco “Criatividade” porque é uma área importante para mim.

A ferramenta usada se chama Mind Meister.

Estou em um momento um pouco introspectiva com meus sentimentos. Querendo me reservar e me preservar mais. Mas quero dizer que fazer esse exercício todo mês me ajuda a lidar com todas as possíveis questões internas e externas que eu tenho pois, do contrário, os dias iriam passando e eu não perceberia as nuances mais sutis da minha autoestima e vida como um todo.

De um lado, coloquei as áreas que são mais individuais e, do outro, as mais “coletivas”. Mas é apenas uma abstração porque todas as áreas têm seu teor individual e de contato com outras pessoas também.

Na versão anterior, eu estava atribuindo notas às áreas, mas resolvi tirar essa parte porque faço na revisão da roda da vida, senão fica redundante e não tem motivo para estar em dois lugares diferentes.

Cada vez mais, tenho sentido vontade de trazer para este mapa algo que eu fazia antigamente e que considero legal, que é deixá-lo com o maior nível de detalhamento possível, para facilitar a minha vida ao fazer as revisões.

Em saúde, por exemplo, incluí algumas coisas este mês:

Também dei uma ajeitada em lazer:

Em criatividade eu senti vontade só de colocar o hobby que não está com nada no momento, simplesmente porque gosto, mas não quero fazer bagunça em casa. É possível que, se a gente se mudar, ou em outras condições, eu volte a praticar. Gosto muito, mas estou de boa. Não quero tirar do mapa, no entanto. Fico feliz por estar praticando todas as outras coisas no meu dia a dia. Apesar de ter escolhido finanças como a área de foco para 2021, a grande verdade é que, desde 2020, na segunda metade, eu venho investindo no meu lazer para tentar ficar melhor durante a pandemia. E isso deu resultado. 🙂

Em emocional eu consigo responder a pergunta que sempre me fazem: “que hora do dia você costuma meditar?”. Trata-se de um viver meditativo, eu acho.

Estou muito chateada por ter saído do curso do centro budista, mas eu não estava dando conta emocionalmente. O livro é muito complexo. Não estava sabendo muito o que fazer até que a monja me escreveu se dizendo preocupada comigo ♥️ e sugerindo que eu mantivesse os estudos com um livro menos complexo. É provável que eu faça isso. Agora no final de julho eu vou finalmente realizar o sonho de participar da última iniciação da tradição – algo que eu achei que não conseguiria mais fazer, pois desanimei de viajar depois do COVID-19 e essa iniciação só tinha presencial.

Eu estava insistindo no curso com o livro porque ele é o curso de formação de professores, um objetivo de médio prazo que tenho. Mas este é um típico caso do “feito é melhor que o perfeito não feito”. Quase caí na armadilha. Estou nessa fase de reestruturação então.

Meus estudos são uma das áreas de mais atenção no momento, no sentido de que está tudo excelente e me deixando empolgada e feliz com tudo o que está acontecendo. Estou me sentindo muito satisfeita com tudo e em breve contarei algumas novidades. 🙂

Social me parece bem ok, levando em conta que estamos em uma pandemia e não tenho saído para encontrar ninguém há quase dois anos mas, tirando isso, estamos conseguindo nos comunicar e eu tenho aprendido a selecionar melhor as pessoas que ficam perto de mim e também identificando onde posso estar e ajudar.

Sempre me perguntam onde está “casa” nas áreas da vida, e para mim fica dentro de família. Antes eu deixava separado, mas aí compreendi que casa não é uma área, e sim um local, nosso espaço, e que fazia mais sentido para mim colocar dentro da macroárea família mesmo.

Em amor eu tenho coisas pessoais da relação com o meu marido e melhor amigo. <3

Cada vez mais tenho sentido a necessidade de contribuir ativamente com algumas frentes, especialmente com o ano de eleições chegando em 2022. Eu também tirei algumas coisas para focar em outras (no ano passado eu contribuí como pude em absolutamente todas as vaquinhas, amigos músicos precisando de apoio financeiro, instituições). Desta vez dei uma reconfigurada para contribuir mais efetivamente em diferentes ações mas, acima de tudo, trabalhar com seriedade (e crescer com responsabilidade) para que a equipe que trabalha comigo tenha estabilidade e prospere no Vida Organizada.

A diferença entre carreira e o mapa de responsabilidades no trabalho é que carreira é o permanente. É quem você é, independente do que você faz hoje. As responsabilidades profissionais são as atividades e papéis que você tem hoje. Se você mudar de trabalho ou de emprego, ou for promovido, esse mapa terá seus papéis e responsabilidades alterados.

Por fim, finanças – a área do ano. É uma área que está passando por profundas alterações. De fato eu estou trabalhando em diversos projetos relacionados e não tem muita “novidade”, mas ajustes mesmo, o que era o foco do ano.

Enfim, fazer essa revisão e garantir que eu tenha um mapa com todas as áreas da minha vida é bom demais, relaxante, e me passa a impressão de que estou cuidando do que é importante. Espero que este post te inspire a fazer ou atualizar o seu.