Categoria(s) do post: Rotinas, Dicas de produtividade, Plenitude & Felicidade

Já faz alguns anos que eu tenho implementado essa técnica e ela funciona muito bem. Trata-se de definir um foco para a semana que está começando.

Esse foco pode ser associado a algum evento importante, um projeto que esteja tomando sua atenção no momento, uma data, uma aula, uma entrega, mas também pode ser relacionado a aspectos mais sutis da nossa existência, como um sentimento, um hábito, ou apenas descansar mais.

Papo sério: nesse mundo que a gente vive hoje, com tantas distrações e potencial para sobrecarga de atividades, toda ajuda que a gente puder ter sobre foco é útil. Vale testar!

Conseguir alcançar objetivos ou concluir projetos importantes não é algo que “acontece”. Depende do foco que damos a essas atividades. E o foco é uma escolha.

No dia a dia, o mais comum é vivermos em formato reativo, apenas reagindo às demandas que chegam até nós. É mais fácil viver assim, porque basta abrir a caixa de e-mails ou de mensagens e voilá – tem um montão de coisas pra gente fazer sem que tenha que pensar a respeito de como alocar tempo no dia.

O problema disso tudo é que deixamos as coisas realmente importantes para nós para fazermos “quando der tempo” ou, se tiverem um prazo, quando se tornarem urgentes. Aí é aquela correria pra entregar de qualquer jeito só pra finalizar a tempo, gerando frustração, pois todo o resto das atividades teve que continuar sendo feito de qualquer maneira.

Quando a gente eleva um pouco a visão e consegue enxergar por cima da rotina, aos poucos vai desenvolvendo um senso melhor do que é importante. E não me entenda errado: não estou falando mal da rotina. A rotina é o pé na estrada. Eu amo a rotina e a possibilidade de personalização às necessidades atuais. Mas o fato é que, ficando só na rotina, a gente perde de vista a curva maior da vida, a famosa “curva do transatlântico”, que são aqueles movimentos que fazemos e que levam mais tempo. Visualizar o fim de cada curva é o que nos ajuda a ter uma rotina mais significativa e a fazer escolhas mais assertivas.

Tem dia que você acorda bem. Tem diz que você acorda meio pra baixo e pode ser uma boa revisitar seus valores, suas afirmações pessoais, enfim, referências de quem você é e que você está construindo aos poucos. E, quando você planeja a sua semana, levando em conta tudo o que tem para fazer, e decide que o foco dela será o assunto X, você está dando um recado para você mesma/o: “olha, sei que a rotina é complicada, mas não perca de vista o que é importante esta semana”. Basicamente isso.

Para operacionalizar, você pode escrever em um post-it, na parte de cima da sua agenda de papel, usar marca-texto, ou deixar como “compromisso do dia inteiro” na agenda digital de segunda a sexta, ou até domingo. Tudo isso deve ajudar a ver aquele foco diariamente. Então você pode usar para tomar decisões todos os dias com relação à alocação do seu tempo. Essa atividade faz parte do meu foco da semana? Precisa ser feita agora ou eu posso focar em outra coisa mais importante no momento? E assim vai, diariamente.

Espero que essa técnica possa ser útil para você também. Se você a utilizar, se importaria de comentar aqui embaixo seus resultados e percepções? Muito obrigada!

Deixe seu comentário

16 comentários

  1. Lucà Gomēs comentou:

    Oii! Eu faço essa definição de foco da semana (1 até 3 coisas) quando vou planejar a semana seguinte, e os benefícios são vários, mas o que eu mais percebo é quando já fiz o básico do dia e tenho espaço livre na agenda, e aí vou decidir o que fazer o com o meu tempo, e aí eu me sinto muuuuito bem ao escolher fazer alguma ação relacionada ao foco da semana! Dá aquela sensação de estar no lugar certo fazendo a coisa certa!

      1. Lucà Gomēs comentou:

        Ah, além disso, foi o que verdadeiramente de libertou de não inventar prazos pras coisas que eu gostaria de fazer naquela semana, mas que não tinham prazo real!

  2. Márcia Elizabeth Marinho da Silva comentou:

    Nossa, Thaís! Seu texto foi um presente pra mim. Gosto muito de receber os e-mails com as postagens logo depois do almoço. Caem como uma luva para um momento de reflexão antes de iniciar a agenda da tarde. Concordo com cada palavra que você escreveu no seu texto de hoje e ele veio em ótima hora para mim. Muito obrigada! Que você seja abençoada em seu trabalho e em sua vida, pois você sempre compartilha pensamentos muito importantes e úteis. Beijo grande. Márcia

  3. Cleverton comentou:

    Meu Deusss… que texto incrível!!!!!

    Muito obrigado por compartilhar!

  4. Caroline Rocha comentou:

    Sei que já é terça, quase quarta. Mas a minha meta dessa semana é fazer as coisas darem certo, sem forçar nada. Agindo naturalmente.

  5. Bianca comentou:

    Olá!! Testei nessas duas últimas semanas e foi fruto de reflexões geradas por acompanhar seu trabalho pelo YouTube! O primeiro foi “dormir às 22h”, que fazia sentido pra mim, para evitar a perda de tempo com redes sociais à noite. Na segunda semana foi “descanse nos intervalos”, que escolhi por perceber que estava entrando num período que para mim significa menor energia e menor concentração (TPM…). Ter esses focos claros me ajudou a zelar pelo meu descanso e senti que melhorou o nível de energia.

  6. Adriana comentou:

    Sabe Thais, fiquei pensando em exemplos que poderiam me ajudar a dar significado para a minha semana. Estou fazendo três disciplinas no mestrado e tenho uma carga gigante de leitura semanal. Como eu poderia definir algum tema para ser foco de uma semana específica. Quando olho para a minha agenda, só enxergo, como você disse, mil demandar para responder. Será que você poderia me ajudar com um exemplo prático que possa me ajudar a dirferenciar uma semana da outra durante o semestre, pra não parecer que é tudo igual?

  7. Nathalia comentou:

    Dica maravilhosa, Thais. Essa técnica pode ajudar no cumprimento de pequenas tarefas que trazem grandes resultados pra vida.

  8. Fernanda comentou:

    Grande dica! Uso a técnica do Bullet Journal desde 2018 e a cada vez encontro novas formas de aperfeiçoar a visualização de informações relevantes nas páginas. Grande dica ! Acabo de incluir uma área no topo das páginas de daily log para colocar focos para a semana. Adorei o texto! Obrigada.

  9. Poliana S Leao S Leao comentou:

    Olá Thais.
    Como sempre pra mim você é sempre assertiva. Tenho me prejudicado com as demandas diárias e meu objetivo se perde realmente. Essa dica de deixar nítido o que é importante na semana fixado em algo visível vai me ajudar muito a me manter mais focada! Gratidão pela sua contribuição sempre. Bj

  10. Clau comentou:

    Vim por meio do link da newsletter – ainda bem! Tenho um projeto para entregar, sem data específica, mas sei que meu chefe vai me cobrar mais dia menos dia. E eu quero fazer esse projeto, mas travo no perfeccionismo, foco na rotina (conforto) e sigo. Quando lembro do projeto, tremo. Vou super tentar a técnica do foco da semana e semana que vem eu volto para contar o resultado! Obrigada pelo texto!

  11. Maria Célia comentou:

    Preciso exercitar mais o meu foco. Ando muito dispersa. Seu texto veio puxar minha orelha.rsrsr

  12. Priscila Gomes Araújo comentou:

    Aprendendo otimizar o tempo, planejar e organizar.