Categoria(s) do post: Diário da Thais, Saúde

Um ano sem ir à academia.
Um ano sem correr na rua.
Apesar de praticar yoga diariamente, estava sentindo falta de atividade aeróbica. Meu corpo estava sentindo.

Eu instalei um app (Seven), que é muito legal e útil, mas eu percebi que, se quisesse resultados mesmo, eu precisava me comprometer com alguém.

Então eu pedi indicação de personal trainers que fizessem esse trabalho virtualmente.
Iniciei há pouco tempo mas já tem feito toda a diferença para mim.

Me programei para fazer pelo menos durante seis meses esse projeto para ver os resultados e, dali em diante, definir novas estratégias. Pensar em seis meses me deixa tranquila com o planejamento da rotina e também com o planejamento financeiro atrelado a esse projeto.

Não existe um modelo certo ou errado de se fazer as coisas, mesmo porque cada pessoa está em um momento, tem recursos, condições e circunstâncias. Mas a pergunta que sempre podemos nos fazer é: o que eu posso fazer hoje, com as condições que tenho, para ter uma rotina mais legal dentro de algo que seja importante para mim?

Meu post é para te incentivar a isso. <3
Fique bem.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe seu comentário

9 comentários

  1. Marcia comentou:

    Faço com personal também desde o início da pandemia. Duas vezes por semana. Como tive intercorrências no período (covid do marido, fratura na mão e 40 dias de imobilização, internação de pai), não mantive um ritmo totalmente linear. Mas te digo que faz toda a diferença. Não só para o corpo, mas também para a mente. Investimento que vale. Vá em frente.

  2. Isabel comentou:

    Força e parabéns! <3

  3. Nádia comentou:

    O que você almeja é emagrecimento?

  4. Vanessa Costa comentou:

    Graças ao GTD e suas dicas de planejamento consegui me organizar o suficiente para treinar Triathlon, mesmo fazendo doutorado. Aliás, foi essencial para continuar com saúde física e mental na vida acadêmica brasileira…rs

  5. Carol Fonsêca #T7 comentou:

    Ótimo post, Thaís! Obrigada por compartilhar sua experiência.
    Por aqui, desde o começo da pandemia, transferi minhas aulas de dança do ventre para o formato online, 1 vez por semana. Decidi, em janeiro, acrescentar mais uma atividade. Como queria uma atividade física que fosse prazerosa para mim, contratei um “Personal Fight” e faço aulas de luta só eu e o professor, ao ar livre, de máscara, 2 vezes por semana.
    Essa prática tem tido muito impacto no meu bem estar. Arrisco dizer que é o único momento do dia em que estou 100% presente. Em tempos tão desafiadores, é um investimento que está valendo cada centavo e cada segundo.

  6. Evelyn comentou:

    A ideia de se comprometer funciona? Pq eu particularmente não consegui manter constância em casa… adorava sair de casa bem cedinho de manhã para ir a academia logo no primeiro horário… mudei meu corpo e minha mente assim.

    Comprei uma bike ergométrica (eu não me sinto segura para fazer ao ar livre ainda), aluguei equipamentos na academia que praticava musculação… tentei vídeos no youtube… nada deu certo. Ganhei mais peso que estava antes da academia antes da pandemia.

    Me programei para fazer a bariátrica de forma segura, aí a pandemia freou tudo de novo…

    Tento, faço 2 dias, paro. Desisto. Ad infinitum…

  7. Honorina Ferreira de Araújo comentou:

    Eu estava precisando exatamente desse incentivo! Parei de praticar qualquer tipo de atividade física desde o começo da pandemia, e passei a comer mais. O resultado dessa combinação são 12 kg a mais, um corpo bem “redondo”. Preciso recomeçar já a praticar algum tipo de atividade física. Obrigada!