Categoria(s) do post: Diário da Thais, Lazer, Equilíbrio emocional

Eu tenho alguns posts interessantes aqui no blog para você ler neste domingo.

Eu estou repensando esses contextos, que fazem sentido em determinadas épocas da minha vida, outras não, especialmente por conta do início do Doutorado. Toda vez que eu saio um pouco da zona de conforto, com atividades novas que eu preciso me adaptar em termos de rotina, os contextos vêm para “me salvar”, porque me ajudam a colocar ordem na mente e entender como posso me adequar (como água) ao “novo recipiente”. (uau, cheio de analogias filosóficas esse parágrafo)

Sobre domingo.

O que seria renovar o espírito?

No post linkado acima eu falo mais sobre isso, mas o fato é que, durante a pandemia, especialmente nesse novo momento, é importante trazer algumas rotinas de autocuidado para dar uma melhorada no meu astral ao longo dos dias. Está pesado. A ideia de ter um dia, o domingo, para renovar o espírito, é justamente ter um dia para a gente meio que se obrigar a reconectar com quem somos. É refletir sobre a vida, rezar, orar, meditar, ou simplesmente fazer algo que relaxe a nossa mente e nos deixe em paz, independente da nossa religião.

O meu trabalho não é um emprego de segunda à sexta das 8h às 18h. Eu estou sempre conectada por trabalhar com Internet. Então, ter um dia da semana para resetar, descansar, renovar o espírito, tem sido muito acertado. Senão todos os dias ficam iguais e, por mais que a gente descanse, a sensação é de que não para nunca. Você já se sentiu assim?

O foco do meu domingo tem sido simplesmente esse: paz, descanso, pegar leve, meditar, tomar banho demorado, enfim, esquecer o mundo lá fora por um tempo. Amanhã eu volto.

Em um tempo com tantas atividades e frentes de preocupação, separar um dia para si mesmo é o maior ato de cuidado que se pode ter.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.