Categoria(s) do post: Diário da Thais, Mensal

Todo mês, eu gosto de fazer algumas coisas que me ajudam a garantir um mês tranquilo e organizado.

Em primeiro lugar, é inserir na agenda do Google informações importantes que eu tenha levantado no planejamento do mês, que fiz ali mais ou menos na primeira ou segunda semana de fevereiro. Geralmente faço isso em algum caderno. Este ano, estou usando um planner da Cícero.

Desenvolvi um processo para o meu trabalho atual que me permite ter um modelo de planejamento baseado em oito semanas sempre que eu tenho alguma turma do meu curso em andamento. Esse modelo me permite agendar reuniões, preparar aulas, recepcionar os alunos, enfim, ter uma certa previsão naquilo que faço para conseguir separar alguns dias para descansar, por exemplo. Em fevereiro, consegui tirar uma semana de férias (em casa), e já sei que conseguirei tirar novamente esse tempinho em abril, planejado para a semana do aniversário do Paul.

Esse planejamento é feito primeiro no papel e depois colocado na minha agenda, para eu saber em que momento do meu trabalho eu estou e qual deve ser o meu foco.

Depois que fiz o meu planejamento do ano pensando em 2021, os meus objetivos de curto prazo ainda precisam ser mais refinados – o que faço com o passar do tempo, à medida que me engajo com eles e meus projetos. Acima, você pode conferir um pouco da database de objetivos de curto prazo no Notion. Coloquei uma tarja verde nas informações mais confidenciais. Objetivos para mim são mais como cenários, então basta tê-los ali para eu entender de que maneira me relaciono com eles e como eu os trago para o dia a dia. Para cada objetivo, normalmente tenho projetos ou algumas atividades relacionadas.

Sempre que possível, eu personalizo mais o que quero dizer com cada um dos cenários, o que me ajuda a ter clareza de para onde deve estar sendo alocado o meu foco.

Os objetivos de curto prazo são aqueles cenários que quero construir para mim ou metas que quero alcançar em até dois anos a partir de onde estou no momento, mas podem ser alcançadas antes, claro.

Depois eu reviso os meus projetos para saber quais deles eu devo dar um foco maior este mês, especialmente porque março é o fim do primeiro trimestre do ano e eu tenho esses marcos de projetos que gostaria de concluir no primeiro trimestre. São dois projetos maiores: o início do Doutorado e o manuscrito do meu quarto livro. Mas são justamente os projetos menores que acabam tomando tempo se a gente não os organiza, justamente porque com os projetos maiores temos uma noção mais clara do que é prioridade e do que precisa ser feito.

Aí eu vou para a minha agenda no Google e reviso os compromissos para o mês. Reuniões, aulas, lives, encontros dos Grupos de Pesquisa e agendamentos médicos. Tendo isso organizado, consigo me planejar semanalmente depois.

Também vejo o calendário de aulas do Paul na plataforma EAD da escola dele, para entender quando ele terá provas e sábados letivos, calendário do Centro Budista, e aniversários.

Algumas coisas que valem a pena inserir na agenda também na virada do mês:

  • Possíveis dias do ciclo menstrual
  • Planejar consultas médicas e exames (este mês pretendo ficar em quarentena novamente)
  • Planejar algumas folgas, especialmente depois de eventos maiores (só em abril agora)
  • Planejar agenda de cursos
    • Quando entrarão os próximos módulos?
    • Quando vou gravar as aulas?
    • Haverá alguma aula ao vivo este mês?
  • Planejar conteúdos
    • Qual será o macro tema do mês? (estudos, rotina e trabalho)
    • Fazer brainstorm de ideias que não posso deixar de abordar
    • Já tem ideia dos temas dos próximos seis meses?

Eu também aproveito para revisar minhas áreas da vida, a roda da vida e as responsabilidades profissionais, mas isso é assunto para outro post. 🙂

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe seu comentário

8 comentários

  1. Fabine comentou:

    Mas menina, isso do ciclo menstrual é muito relevante, né? Duas vezes já eu achando que tava com recaída de depressão e era TPM. HUSAHUAHUAH Comecei a prestar atenção direito agora hehehe

    1. Fabiana comentou:

      me define hahahaha

  2. Fabiana comentou:

    Que post maravilhoso, Thais! Muito obrigada por compartilhar. Vai me ajudar bastante aqui <3 Beijos e q essa fase de reestruturação seja mto positiva p vc e sua família 🙂

  3. Rita comentou:

    O Notion, pelo que colocou aqui, parece um pouco com o Toodledo? Ou estou equivocada?

  4. Silvia Antunes comentou:

    Olá Thais! Que bom que fez uma “repaginada” no layout, ficou lindo!!! Tomei coragem para comentar (rs…rs…). Por ser a 1ª vez que incluo comentários aqui no Blog, fiquei um pouco “perdida” onde escrever (penso que o problema é minha forma de navegar no Blog). Não sei te dizer se estou precisando trocar as lentes do meu óculos porque, para mim, as cores ficaram bem claras, praticamente transparente, naquelas “abas” que ficam na parte superior (exemplo DIÁRIO DA THAIS em tom azul mais forte e MENSAL em tom azul transparente) e os “ícones” (Exemplos: Instagram e YouTube) das redes sociais em tom verde transparente. Muito obrigada pelos excelentes conteúdos. Parabéns pelo seu trabalho! Sucesso na jornada! Sds, Silvia Antunes

  5. Carolina Justo da Silva comentou:

    eu adorei!
    confesso que queria ter esse hábito de passar os compromissos para a agenda virtual, mas eu sou muito do analógico. o que não seria um problema se não fosse mais dificil acesso, o celular ta com a gente o tempo todo, nos manda alertas e tudo mais… se puder fazer um post sobre eu ficarei muito feliz

    beijos
    Carol Justo | Justo Eu?!

  6. Cynthia comentou:

    Amei o novo layout!