Categoria(s) do post: Diário da Thais, Rotinas, Estudos

Bem, segunda-feira (8) recomeçam as aulas do Paul e, dia 1 de março, começam as minhas aulas do Doutorado. Com isso, a nossa rotina vai ter essa reorganização, que já conversamos aqui em casa.

Com o Paul, o que temos feito, até por sugestão da minha amiga que é psicóloga infantil, é fazer acordos com ele. Então, o acordo para a nova rotina dele é:

  • Você pode acordar mais tarde, não precisa acordar super cedo. Mas, quando acordar, vai lavar o rosto, trocar de roupa, tomar café-de-manhã e fazer lição de casa. “Mas e quando não tiver lição?” Aí vai revisar o que estudou em aula. A ideia é se habituar a dedicar um tempo todos os dias para estudar sem ser assistindo aula. Quando fizer isso, pode ver TV até a hora do almoço.
  • As aulas dele serão à tarde, o que foi um alívio, pois foi muito sofrido o último ano ele acordando cedo e ficar assistindo aula em casa com sono. Então de tarde ele vai se dedicar às aulas, pode parar, descansar, comer o lanchinho, aquela coisa toda e, quando acabarem as aulas, ele pode descansar. Direto pro banho, e pode usar o próximo par de horas como quiser: computador, vídeo-game ou tv.
  • De noite, mesmo sem ter que acordar tão cedo, não vai mais dormir tão tarde quanto tem dormido agora nas férias. Provavelmente vai dormir no mesmo horário que eu, ou no máximo um pouco depois (tem dias que eu durmo mais cedo). E vai voltar a ler antes de dormir, em vez de ver tv.

É super difícil a situação durante a pandemia e o isolamento social mas eu acho que o ano de 2020 nos deixou escorados para enfrentarmos um ano novo escolar nessas condições. A mesa, o computador, a organização dos materiais. Tudo já está mais ajeitado.

Eu sinceramente espero que, até o segundo semestre, ele já tenha sido vacinado e possa ir para a escola presencialmente mas, se não for, é melhor que ele estude à tarde.

Vamos ver como a escola vai ficar, porque os professores terão que conciliar aulas presenciais e aulas virtuais (esquema híbrido), o que me deixa com aflição por eles desde já. Queria aqui deixar meu boa sorte e abraço virtual a todos os professores que passarão por isso. Que seja o mais tranquilo possível para vocês o quanto antes.

Agora, sobre a minha rotina.

As férias do Paul sempre impactam demais a minha rotina, ainda mais com todo mundo em casa. Ele demanda muito mais atenção, fica com muito tédio, eu sou muito mais interrompida, e a tendência de perdermos a paciência (meu marido e eu) com ele aumenta muito. Então tem todo um impacto que precisa ser levado em conta nessas épocas em que ele não tem aulas.

Da minha parte, foi me preparar para realizar atividades que demandavam mais concentração enquanto ele estivesse dormindo ou quando o pai dele pudesse ficar com ele, e muita meditação para aceitar que eu não teria a mesma qualidade de concentração sem interrupções que eu tinha antes.

Agora, com ele estudando à tarde, vou mudar um pouco a minha rotina e, muito provável, eu venha a gravar um novo vídeo para mostrar para vocês desde a hora que eu acordo, semelhante ao vídeo que fiz em junho do ano passado, no auge da “quarentena” (entre aspas porque foram mais de 40 dias).

A nova rotina se estrutura mais ou menos assim:

  • Acordo cedo, sem me forçar o Brahma Muhurta, mas garantindo que tenha descansado bem. Atualmente, tem sido entre 5 e 6h. Às vezes acordo antes, às vezes acordo 6h30. Mas oscila nessa média realmente. É quando tenho a minha rotina pessoal de autocuidado, que envolve higiene, atividade física, leituras e meditação.
  • Depois disso, é quando tomo café-da-manhã, limpo o cantinho dos cachorros, fico com eles um pouco, leio as notícias, dou um scan nas mensagens para ver se tem algo urgente, e abro o Instagram para fazer a minha live diária às 7h30 (hora do café).
  • Minha ideia é ir para o escritório pela manhã, quando eu quiser. Não vou todos os dias, pois não é necessário. Mas, sempre que for, vou pela manhã – ou antes ou depois da live do Insta, dependendo do horário em que acordei no dia. E aí eu foco no que for prioridade, trabalhando focada até a hora do almoço, quando volto para casa para almoçar com os meninos e ficar aqui de tarde, trabalhando no home-office.
  • Como o Paul estará em aula à tarde, vou conseguir me concentrar mais do que antes. Meu marido também está mais atento por aqui nesse horário. Como nessa época chove muito no meio ou final da tarde, é melhor eu já estar em casa a ter que ficar no escritório esperando a chuva passar ou melhorar para eu ir embora. Meu plano é fazer a live às 18h encerrando meu trabalho – fecho o computador, arrumo a minha mesa, aí pratico yoga ou uma série de alongamento, e vou “pra casa”, no sentido de não trabalhar mais, pelo menos com dispositivos digitais. Ficar mais offline, o que já faço hoje em dia.
  • Tem a outra variável aqui, que é o início do Doutorado. As duas disciplinas que vou fazer são à tarde (segunda e quinta), então estar em casa à tarde é bom porque meus livros estão aqui. E, da aula para a live, uma hora depois, eu consigo descansar, jantar, enfim, é um processo mais tranquilo que ter que me deslocar do escritório.
  • À noite, como comentei, faço atividades offline, que envolvem a manutenção da casa, preparar comida, ficar com a família e ler ou estudar. Durmo cedo.

Penso que essa reestruturação será ótima para a nossa rotina.

Você já repensou como será a rotina da casa após a volta às aulas? Se quiser, compartilha comigo aqui. Obrigada!

Deixe seu comentário

11 comentários

  1. Rose comentou:

    Meus filhos estão no presencial. A mais velha que tem a idade do seu filho, vai ter rodízio, uma semana com aulas presenciais e uma semana de transmissão ao vivo. O pequeno não terá rodízio. É uma nova escola uma nova realidade. Ficam muito mais tolhidos, mais sentados, mas interagem na medida do possível e eu acho muito bom. Essa semana a mais velha ficou somente no on line, achei deveras cansativo, mas a escola programou a cada duas aulas um pausa de meia hora, ajuda. Eu volto ao presencial dia 15, sou professora da rede municipal. Estou receosa e otimista ao mesmo tempo. Acho importante demais o retorno as aulas presenciais mesmo que em rodízio, mas cada família decide de acordo com sua realidade. Que nossas crianças tenham um ótimo ano letivo!

  2. Fabiana fiandeira ferreira comentou:

    Por aqui são os dois no ensino médio e público. Então eu priorizei aumentar o tempo de meditação pra me sentir mais fortalecida com o suporte que eles precisam. Na rotina tb já conversamos sobre, o mais velho com TDAH, fizemos um combinado (quando a gente cria o hábito na infância é mais suave pra continuar durante a adolescência RS…) Eu não vou lembrá-lo de tudo diariamente, vou montar um plano de prioridade com as matérias, e ele vai usar o pomodoro com intervalos pra atividade física (nas semanas que ficará online). Minha filha entrou esse ano no Novotec, como ela tb veio do Mundo das Hermiones nosso combinado foi: vou pesquisar uma Net rural mais barata e estável e assinar uma plataforma tipo a descomplica. Minhas aulas começam dia 22 tenho lido mais logo de manhã enquanto eles dormem, alguns clássicos tipo Paulo Freire e uma tese de doutorado de uma youtuber budista aí RS… Ah…E o TCC da @visãodeestudo… já tá público? Tenho certeza que será uma leitura inspiradora pra mim!

  3. Andréa comentou:

    Poxa, essa é a rotina dos meus sonhos! Mas sem escritório fora, sem um quarto pra fazer de home office, trabalhando a sala, e com uma criança de 3 anos numa fase de choros intermináveis, eu acho que vou pirar!!!!

    1. Fernanda Tavares comentou:

      Oi Andréa, eu sei mais ou menos o que tem vivido. Somente agora, depois de anos , consegui um espaço para trabalhar. Minha filha já está com 4 anos e meio e está começando a criar sua própria rotina e certa autonomia, mas mesmo assim, tem momentos que preciso parar tudo para estar com ela, aí que entendi certos estresses. Quando preciso muito entregar algo do meu trabalho e preciso parar muitas vezes por conta da casa e da minha filha , me bate uma irritação louca. Tenho parado respirado , vejo qual a real urgência (trabalho, casa, família) e faço. Nesse momento não consigo ser perfeita e nem me comparo com pessoas , somente faço o possível. Aproveito para agradecer a Thais que me ajudou muito nesse processo, sinto que já dei alguns passos na organização. Faz 2 anos que te acompanho Thaís, gratidão e muita saúde para você e sua família. Beijos!!

  4. Silvia comentou:

    Caramba!! Eu chego lá, Thais.
    Já estou inscrita no MVO.

  5. os teus post me inspiram demais, eu confesso que está sendo muito mais dificil do que eu achei que seria, mas tenho fé de que colocando todas as dicas que você já deu, em prática, eu vou chegar num ponto que minha rotina me fará feliz

    beijos
    Carol Justo | Justo Eu?!

  6. leticia comentou:

    Thais por favor me ajuda, como você faz pro Paul não usar tanto tempo de tela. Com as aulas online me preocupo muito. Minha irmã fica muito colada no computador e quando não está em aula fica no celular pra jogar e conversar com as amigas.
    Você tem dicas de atividades e rotina?
    Minha mãe faleceu e estou cuidando da minha irmã, está tudo de cabeça pra baixo, queria assistir o organize-se em 2011 mas não consegui.

  7. Oi Thaís, tudo bom?
    Sou leitora antiga do blog (desde adolescente) e meio que vi o Paul crescer, de certa forma. Bom, pensei muito antes de mandar essa mensagem e resolvi que valia enfrentar a vergonha porque talvez seja útil pra vocês e o Paul. Eu estudo Arquitetura e Urbanismo, mas fui professora de reforço escolar de matemática, história e ciências por cinco anos.
    Estou fazendo um curso que ensina como estudar, chamado “A Jornada do Estudante: como aprender com autonomia”. As aulas são individuais e online e são 4 módulos (que eu chamo carinhosamente de caminhos) do Mago, do Guerreiro, do Sábio e do Explorador (♥). O objetivo do curso é desenvolver uma rotina de estudos e habilidades necessárias pra isso, explorar esse universo do aprendizado de uma forma mais lúdica e ao mesmo tempo mais eficiente. Coisas do tipo como o cérebro aprende, como prestar atenção na aula, como revisar assuntos, preparação para provas, como pensar criticamente, porque estudamos determinadas áreas etc.

    São 12 aulas, uma por semana, pra dar tempo de ir construindo essas habilidades aos poucos, sem afobação e ansiedade. Pra esse período de distanciamento social, pode ajudar ele a se apropriar dos estudos mais com uma atividade interessante e menos como uma obrigação, além de dar uma amenizada nos prejuízos desse ajuste pro ensino online.

    Aqui o post do Instagram sobre o curso: https://www.instagram.com/p/CK2MyT1s4as/
    Você pode ver mais sobre os assuntos nesse link: https://www.instagram.com/p/CLDEz1sMHTc/

    Como ele estuda pela tarde, ainda tenho 3 horários disponíveis pela manhã (seg qua e sexta, às 9h30). As aulas tem entre 1 e 2 horas de duração, a depender do assunto e das dúvidas). Podemos marcar uma entrevista online antes caso você e/ou seu esposo se sintam mais confortáveis em me conhecer “pessoalmente” antes.
    Eu tinha colocado como data final pras matrículas o dia 16/02 (amanhã) – porque as minhas aulas começam na segunda e preciso eu mesma fechar a minha rotina-, mas como demorei pra criar coragem de mandar a mensagem (risos nervosos), posso esperar seu contato até quinta, okay?
    Espero que dê tudo certo e você consiga ver a mensagem antes disso!

    Vou deixar meus contatos aqui:
    E-mail: fernandesfabine@gmail.com
    Whatsapp: (71) 98128-1312
    Instagram: @fabinefernandes_

    Qualquer dúvida é só mandar mensagem por esses canais. Espero que esse seu primeiro ano do doutorado e o novo ano letivo do Paul sejam incríveis! Um beijão nos dois!

  8. Ana carolina cardoso comentou:

    No próximo dia 1 começo minha pós graduação , esse Post veio em hora certa , porque não tinha ainda parado para pensar nessa “Necessidade” de reestruturar minha rotina para conseguir incluir a pós graduação na minha vida .
    Hoje eu administro uma loja virtual ( negocio próprio ) e também trabalho em empresa , então já vou providenciar um tempo para repensar minha rotina .

  9. Claudia Gallo comentou:

    Oi Thais…adorei as rotinas sua e de seu filho. Pois então aqui também inicioaram as aulas de forma presencial, maa duas semanas depois foi necessário que passassem para On Line, e é um tal muda rotina toda hora. Enfim…também tenho um rapaizinho de quase 10 anos , estudando on e fã de celula. Acrescentei exercicíos fisicos pq eu e ele estamos muito sedentários, e o Caio fica das 13h10min às 17h30min sentado na frente da tela. Caio anda de bike na praça em frente de casa e eu caminho. É terapêutico pois ele anda mais ansioso e o uso do celular o agita muito. Fiz uma grade com as rotinas dele e horários e a fixei no quarto dele, na frente da escrivaninha, então ele se guia por ali. Ainda temos dificuldade para dormir na hora que eu considero saudável …estamos trabalhando nisso. Mas n é fácil, pq n consigo estudar à tarde, e denoite estou mentalmente cansada. Caio é organizado e responsável, mas preciso passar a tarde atenta, pois, ás vezes precisa de orientação e umas “chamadinhas”. Meu filho é o tipo criativo, então, é inteligente, mas , tende a se dispersar com facilidade e ficar entediado com o ritmo dos colegas, sem falar no foco à tarde toda. Kkkk
    Creio que n está facil p ele, crio condicões favoráveis p ele, mas, o processo de aprendizagem é prioridade pra nós, bem como o hábito.
    Um abraço Thais. Tamo juntas nessa empreitada. Saúde pra todos nós.