Categoria(s) do post: Diário da Thais, Carreira, Estudos

Sim! Meus queridos amigos (assim os considero) leitores do blog, que resistem a todas as novas mídias e continuam lendo este humilde cantinho na web (eu também ainda leio blogs e amo!): passei no Doutorado! Já tinha comentado em outras ocasiões, mas este é o post oficial para contar. 🙂

Como eu já tinha publicado em outros textos, fazer o Doutorado agora não estava nos planos! Eu terminei o Mestrado tão “empapuçada” da vida acadêmica que achei sinceramente que levaria um ou dois anos para voltar a ter pelo menos vontade de fazer um Doutorado. Via colegas de mestrado já preparando seus pré-projetos e eu ficava “nossa, que coragem!”.

O fato foi que elaborei um projeto para 2020 que era esclarecer o que eu poderia estudar em um suposto doutorado. Porque vejam: são quatro anos. Se dois anos no mestrado já podem fazer você se enjoar da sua pesquisa, imagine quatro. Então tem que ser algo legal, e que te motive muito. Eu tinha esse projeto então para este ano, mas aí veio a pandemia e, enfim, o resto é história.

Fato é que, em algum momento da minha trajetória, nos últimos meses, me veio o estalo sobre o desenvolvimento da tese sobre produtividade compassiva, baseada no preceito de mente de compaixão do Budismo. E isso “caiu” no meu colo quase como um chamado, e eu senti uma vontade absurda de levar isso para o Doutorado o quanto antes. Passei a pesquisar sobre os processos seletivos, instituições e linhas de pesquisa.

Desde o início, comentei com vocês sobre o meu sonho de estudar na PUC-SP. É uma instituição que gosto demais, minha avó estudou e deu aula lá, eu gosto das linhas de pesquisa, admiro os professores e os eventos organizados, a filosofia, enfim, tudo. Além de ser perto da minha casa (o que pode parecer um tópico acessório mas, se você pensar que vai estudar lá durante quatro anos, faz toda a diferença para quem é mãe de um menino entrando na adolescência – quero estar sempre perto).

Ah! E eu resolvi levar o projeto para as Ciências Sociais > Sociologia do Trabalho em vez de fazê-lo na Comunicação. Mas esse é um assunto para outro post!

A PUC, porém, tem uma questão, que é o preço da mensalidade. Então outro projeto que elaborei foi o de guardar dinheiro para o primeiro ano pois, conversando com professores e coordenadores da instituição, e outros colegas que também estão envolvidos na academia, eu entendi que posso concorrer a uma bolsa-taxa (que abate a mensalidade) a partir do segundo ano, caso meu projeto seja muito bom, relevante para a área etc etc. Então esse é um objetivo de curto prazo que tenho – conquistar essa bolsa. E aí me preparei para guardar dinheiro para pagar as mensalidades do primeiro ano (o que consegui), e já iniciei novamente para as mensalidades do segundo ano (caso não consiga a bolsa), pois isso me deixará mais tranquila. Vou fazer o mesmo para os anos subsequentes, se necessário. Enfim, só para vocês entenderem como funcionam os meus planejamentos com relação a finanças e projetos que envolvem investimentos.

PS: Não posso concorrer a bolsas da CAPES ou CNPQ pois tenho CNPJ.

Bom, este é um post então para dizer para vocês que pretendo compartilhar aqui ao longo dos próximos anos como tem sido essa aventura acadêmica fazendo doutorado sendo mãe, tendo uma empresa, enfim, não vivendo exclusivamente para a academia, pois acredito que esse conteúdo possa confortar ou até ajudar outras pessoas que estejam passando pelo mesmo ou estudando se vale a pena fazê-lo. Para quem gostar do formato de vídeo também, farei no YouTube uma série, primeiramente com vídeos semanais – depois, acredito que tenha que espaçar um pouco mais a frequência. Clique aqui para assistir o primeiro e, se quiser, inscreva-se no canal. 😉

Deixe seu comentário

32 comentários

  1. Gláucia Perez comentou:

    Meus parabéns pela conquista do início dessa jornada.
    Fico feliz por você!
    Te desejo muito sucesso, garra, força!
    Abraço,

  2. Roberta Perin comentou:

    Parabéns por essa nova etapa!
    Estou ansiosa para acompanhar este diário. Não sou do meio acadêmico, mas admiro muito e tenho muita curiosidade sobre.

    Boa sorte e muita força! 🙂

  3. Camila comentou:

    Parabéns, Thais… você é inspiradora, desejo muito sucesso nessa nova etapa.

  4. Maria comentou:

    Que notícia boa! Também me sinto como se fosse dito por uma amiga querida por quem eu torço muito!!!

  5. Kamilla comentou:

    Parabéns, Thais! Desejo sucesso a você nessa nova etapa 🙂
    Se me permite perguntar, quem vai ser a sua orientadora ou o seu orientador?

  6. Rogelma Ferreira comentou:

    Parabéns Thaís por esta aprovação no doutorado e garra para seguir na vida acadêmica!! Parabéns também por trazer sempre esta temática sobre vida acadêmica, mestrado e doutorado para o seu blog em um país onde temos 7,6 doutores para cada 100 mil habitantes. Sucesso sempre!! Bjs.

  7. Mayara Cordeiro comentou:

    Parabéns, Thais! A Ciência ganha muito com você!

    1. Ana Carolina Bezerra da Costa comentou:

      A minha cidade tem 1% de pessoas Universitárias.

  8. Luana Kessia comentou:

    Parabéns Thais!
    Estou no meu último ano de Doutorado e olha, é bem desafiador mesmo. Trabalhar e carregar um Doutorado por si só não é fácil e como são 4 anos, a probabilidade de acontecer algo no percurso é altíssima. Eu perdi minha mãe com câncer terminal e tive que pausar o Doc pra trabalhar em relatórios da barragem de Brumadinho… Esse eu ano eu estava indo pra França fazer Doc sanduíche em abril e toma!! Pandemia! Mas enfim, entre idas e vindas tenho certeza que a Luana que vai concluir o Doutorado é uma versão muito melhor, academicamente, profissionalmente e na vida pessoal também!! É muito amadurecimento e eu faria tudo de novo!
    Sucesso e serenidade na sua jornada!

  9. Juliana Andrade Carvalho comentou:

    Vibrei e bati palminhas pra você aqui, Thais!!! Que notícia maravilhosa! Inspiração pra eu estudar aqui a possibilidade de fazer meu doutorado também 💗 Estarei junto acompanhando essa série!

  10. Heloisa comentou:

    Parabéns, Thaís! Te admiro muito!

  11. Tatiana comentou:

    Parabéns! Eu baixei o seu mestrado pra ler com calma… é um assunto mega interessante!

  12. Ana Paula Torres comentou:

    Uhuuuuuu! Parabéns, Thaís!
    Compartilha mesmo sua caminhada no doutorado!

  13. Raphaela oliveira comentou:

    Parabens, Thais! 👏🏼👏🏼Muito sucesso nesse novo projeto! Tenho certeza que vai desenvolver uma tese muito relevante e com importância prática pra sociedade.. aguardo os próximos posts sobre isso!!

  14. Ruth comentou:

    Será um prazer acompanhar sua jornada de mulher e mãe cientista (somos poucas!). Acho que a academia só tem a ganhar. E que a produção de conhecimento seja motivo de alegria em sua vida.

  15. Mafalda Rodrigues comentou:

    Muitos parabéns. Um beijo aqui de Portugal

  16. Luciana comentou:

    Muito feliz por você! Parabéns, Thais!

  17. Lorena Xerfan comentou:

    Parabéns pela conquista, Thaís. Comecei a acompanhar seu canal há poucos meses e já e tem me ajudado muito. Estou lendo seu livro, Vida Organizada, e já comecei o processo de destralhar. Saí da medicina depois de fazer metade do curso e estou indo pra uma faculdade de gastronomia, além de fazer vendas para esse Natal enquanto meu pai está tratando um câncer. Realmente um ano caótico, mas gostaria de agradecer muito ter te encontrado no meio dessa confusão, pois você tem sido uma ótima companhia nessa pandemia. Obrigada por todas as dicas e por compartilhar o processo de mestrado e doutorado, tem me inspirado a já planejar possíveis temas para meu TCC e quem sabe um mestrado. Obrigada obrigada obrigada! 🙏

    1. Karen comentou:

      Parabéns, sempre inspirando as pessoas, mães e mulheres a se organizar para conquistar sonhos, para sair da procrastinação, e o melhor: sempre autêntica.

  18. CLAUDENICE PASSOS PALACI comentou:

    Parabéns, Thais! E gratidão por compartilhar conosco um pouco das tuas experiências! Uma amiga enviou-me o Edital de um Mestrado na Universidade Federal da Paraíba. Na Linha de Pesquisa e para o orientador que desejo, só há 2 vagas! Quando comento com colegas e amigos que já estão ou já concluíram seus mestrados e doutorados, todos são unânimes em dizer que devo, pelo menos, tentar! A minha grande questão é que trata-se de uma área que não estou atuando profissionalmente, neste momento…e esse afastamento do objeto a ser pesquisado, me trás certa insegurança! Gostaria de trocar algumas ideias com você sobre isto, ou, deixo como sugestão para o Diário do Doutorado! OK? Abraços fraternos!!!!!

  19. Maria comentou:

    Parabéns Thaís!
    Fico muito feliz com cada conquista sua! Você nos inspira!

  20. Renata Corrêa comentou:

    Parabéns, Thais! Estamos vivendo um momento semelhante. Também fui aprovada para começar o doutorado em 2021. No meu caso, farei em Comunicação. E tenho um filho da idade do seu.
    Vai ser ótimo poder acompanhar o seu processo e te agradeço por compartilhar! Suas orientações com certeza vão auxiliar muitas outras pessoas. Desejo que essa nova etapa seja muito proveitosa para você!

  21. Estava lendo aqui e achando loucura ir do mestrado direto pro doutorado, mas não julgo, saí da faculdade empanturrada e de saco cheio da vida acadêmica também, e fiz o mesmo que você: entrei direto no mestrado. Ano que vem termino o meu (se tudo correr bem) e na metade do caminho já estou de saco cheio rsrsrs Mas aproveitei algumas dicas que inclusive aprendi com você, e acho que consigo terminar. Espero não dar a louca e ir direto pro doutorado de novo hahahha

    Amei o tema da sua pesquisa e tenho certeza que vai ser uma pesquisa incrível, se puder (e não tiver enjoada o suficiente dela) conta pra gente um pouco sobre ela aqui no blog, eu vou gostar de saber mais. E parabéns pela nova etapa! Te desejo muito sucesso!

  22. Eduardo comentou:

    Por que vc não tenta um doutorado na USP?

    1. Tentei. 😉 Nos posts anteriores sobre o doutorado eu comento sobre isso.

  23. Leonardo comentou:

    Sucesso nessa jornada! Tenho certeza que iremos aprender muito com o que você compartilhar. Obrigado pela inspiração hoje e sempre ❤️

  24. Neide comentou:

    Que conquista maravilhosa! Parabéns e toda sorte do mundo

  25. Marcela Figueiredo comentou:

    Parabéns, Taís!
    Fico muito feliz por todas as suas conquistas e sou-lhe muito grata por todo o incentivo que me destes nos últimos anos. Moro na França e pretendo tentar um mestrado aqui. Já comecei a fazer um dossiê com todas as tuas dicas acadêmicas.
    Te admiro muito!

  26. Ludimilla comentou:

    Parabéns por mais essa conquista! Comecei a acompanhar seu conteúdo na reta final do mestrado e tem me ajudado muito! Obrigada!

  27. Luciana comentou:

    Thaís, parabéns! Te admiro demais e aprendo muito com vc desde 2014, quando estava no meio do meu doutorado! Vc vai “tirar de letra” como tudo o que faz!