Curtindo a casa

Como você organiza os seus momentos de lazer?

Frequentemente eu recebo essa pergunta e percebi que não tinha a resposta em formato de post, então aqui vai.

Quando se fala em organização, é comum fazermos associações com disciplina, engessar a vida, perder a espontaneidade e a criatividade.

Pelo contrário. O que a organização propicia é justamente a liberdade de você pode escolher como usar o tempo e abrir espaço na sua vida para o que for espontâneo.

Como eu posso ser criativa para escrever se não tiver papel e caneta por perto ou um computador com o software de texto aberto em mãos? Uma estrutura mínima é necessária para que a minha criatividade possa fluir.

Nenhuma pessoa consegue dormir bem, descansar, tocar violão, ler um livro, se estiver preocupada com coisas que poderia ter organizado, tais como pagamento de contas, a roupa na máquina de lavar ou a reunião de amanhã.

A organização existe para ajudar. Para facilitar. Para a gente organizar o que pode ser organizado, de modo que tudo aquilo que não possa – ou não precise – ser organizado possa acontecer espontaneamente.

Eu não vou colocar na minha agenda a hora que vou tocar violão, tomar banho ou fazer sexo, porque não são coisas que quero agendar para ter que fazer! São coisas que nascem da espontaneidade. Eu organizo o que tenho que organizar justamente para ficar tranquila e deixar essa espontaneidade e a criatividade acontecerem.

“O que preciso fazer para conseguir dormir tranquila hoje?” Muitas vezes, é só fazer uma lista de pendências para direcionar na manhã seguinte e não deixar a cabeça cheia antes de adormecer (e até para conseguir relaxar e pegar no sono!). Só de fazer essa pergunta, você mesma/o terá as respostas.

O que preciso fazer para tranquilamente e sem preocupações:

  • dormir?
  • relaxar?
  • assistir uma série?
  • tirar uma soneca no sofá?
  • tocar teclado?
  • fazer sexo?
  • dar risada de uma piada?
  • conversar com o meu companheiro?
  • desenhar?

Com certeza, de todas as respostas, não será “colocar na agenda”. 😉 Mas, se for, pelo menos você o fez com uma determinada intenção, e não apenas para “controlar”.

Controle o que demanda controle, para deixar livre e espontâneo o que precisa ser assim para acontecer livremente.

7 Comments

  1. Marcela Bianchini says:

    Mais um excelente texto, Thais!

  2. Vinícius says:

    Essa visão de que a organização serve para facilitar a vida e não para engessá-la é muito importante e fez uma grande diferença para mim, depois que aprendi aqui no “vida organizada” e comecei a aplicar na minha vida. A criatividade flui quando a mente está tranquila e todo o seu sistema está organizado de forma correta.
    Cada texto que leio na sua página me traz insights para diversas áreas da minha vida.
    Muito obrigado por todo o conteúdo que você compartilha e parabéns por fazer a diferença na vida de inúmeras pessoas.

  3. Oi Thais! Tudo bem?
    Adorei o conteúdo, se conecta super bem com algumas discussões que venho tendo na terapia.
    Gostaria só de entender um pouco melhor uma das frases finais: “Com certeza, de todas as respostas, não será “colocar na agenda”. 😉 Mas, se for, pelo menos você o fez com uma determinada intenção, e não apenas para “controlar”.” Senti que a conclusão ficou um pouco confusa para mim.
    Pode me ajudar, por favor?
    Obrigado!

    1. Oi João, tudo bem? A frase resume o post inteiro. 🙂 Qual foi sua dúvida?

  4. Bruno dos Santos Monteiro says:

    Mais um texto fantástico, Thais. Essa frase resume tudo: “Organizar o que pode ser organizado, de modo que tudo aquilo que não possa – ou não precise – ser organizado possa acontecer espontaneamente.”

  5. Mais um excelente texto! 🙂

  6. Texto fantástico! Você sempre aprendo algo novo. Beijos e parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados