Armazenamento, Comida, Veganismo

Como eu organizo os meus frascos na despensa aberta

Eu tenho uma estante aberta na minha cozinha onde organizo parte da despensa.

Sempre que posto alguma foto dela no Instagram, recebo algumas perguntas sobre ela acumular pó etc. Hoje eu reorganizei meus frascos e queria compartilhar então como funciona na prática.

Sobre acumular poeira ou ficarem engordurados. Não fazemos frituras em casa, então não ficam engordurados. De qualquer maneira, também não ficam empoeirados porque o que eu deixo nessa estante, mesmo nos potes, são alimentos que uso praticamente todos os dias. Quando pego algum deles, sempre verifico 1) o prazo de validade e 2) dou uma limpadinha com um pano úmido. Assim, eles sempre ficam limpos. Uma vez por semana, aquela coisa: tira todos da estante e limpa a base de cada prateleira.

Os frascos servem para armazenar itens que foram abertos, especialmente cereais, leguminosas e especiarias.

Tenho uma prateleira onde coloco as compras que ainda vou abrir e depois armazenar corretamente. De modo geral, estou tentando cada vez mais não consumir coisas em pacotes e saquinhos plásticos, mas ainda não alcancei isso em 100% dos casos.

Eu também dedico um nicho no armário fechado para armazenar os frascos vazios e lavados, para que estejam sempre à mão quando eu precisar. De modo geral, se abro um pacote, quero armazenar em um vidro fechado, para evitar bichinhos, umidade etc.

Frasco é uma coisa cara, então compro aos poucos. Também reaproveito sempre que possível – vidros de palmito, por exemplo.

Eu já liguei mais para a padronização das etiquetas. Hoje até prefiro que cada vidrinho tenha uma cara, pois traz um ar rústico, aconchegante, de trabalho prático mesmo e não de perfeição. Logo, tem vidrinhos com etiquetas bonitinhas, outros em que escrevo com caneta, e muitos em que eu simplesmente corto da embalagem e colo com fita adesiva.

Para isso, deixo sempre uma tesoura multifuncional na cozinha e uma fita adesiva transparente. No dia a dia, quando abro alguma embalagem, eu passo para o frasco e recorto tanto o nome quanto a data de validade e colo no vidrinho.

Eles são usados todos os dias. Então não são apenas decoração, acumulando poeira. Por isso faz sentido ficarem em estante aberta.

Desde que me tornei vegana, há quase um ano, tenho cozinhado muito mais. Com a implementação do Ayurveda, cozinho todos os dias – às vezes, três vezes por dia. Então precisa ser prático para mim, e esse é um formato que funciona bem para todos nós aqui em casa (meu marido também cozinha). Funciona para nós. Não ligo tanto para a padronização, mas para a praticidade e a sustentabilidade.

Você também pode gostar...

Posts mais acessados

14 Comments

  1. Evelyn Dos Santos Mata says:

    Na quarentena comecei a armazenar os muitos “saquinhos com pregador” que tinha em casa em potes. Mas sempre fui perfeccionista a ponto de querer todos padronizados e não funcionais. Mas decidi abrir mão disso… e dá tanto gosto de abrir o armário da cozinha e ver tudo em potes diferentes mas guardadinhos…

    Tem os que comprei, lógico, mas a maioria veio de pote de palmito ou de passata de tomates… Não coloquei etiquetas, mas como são bem diferentes os conteúdos, não fico me questionando o que é cada coisa. hehe

    Aliás, uma coisa que a quarentena trouxe foi essa visão intimista para a família e para a casa. Minha casa está completamente diferente! (isso que não estamos gastando com mudança de ambientes e móveis não,…) Tá dando gosto decorar do nosso jeitinho <3

  2. Mayara Oliveira says:

    Thais, quando for comprar cereais/oleaginosas pode levar um saquinho de pano qe a maioria dos lugares aceitam vendem os itens no nosso saco de pano, assim não utiliza o plástico deles. Tem uns kits na internet qe são uns tecidos finos (para não serem pesados) mas bem fortes para esta finalidade. Dá pra usar até na feira.

    1. Eu ia citar no post mas acabei esquecendo. Obrigada.

    2. Mariana Cabo says:

      Que legal, Mayara! Existe um tecido específico? Você sabe onde compra?

  3. Adriana Gomes says:

    Thais!!!!!!! Eu estou no momento de comprar os vidrinhos ainda. Meus temperos ficam na própria embalagem e fecho com um prendedor de roupa. Adorei a dica de recortar o nome e a validade da embalagem. Gente, eu também sou assim, que quer tudo bonitinho. Farei assim aqui em casa!

  4. oi Thais
    Eu tb me organizo com potes de vidros reutilizáveis! congelo tb sopas e leguminosas cozidas…..aprendiz de Cristal Muniz…kkkkk
    Uma dica q eu aprendi qndo fiz química….usávamos caneta de retroprojetor para identificar as vidrarias….qndo vc quiser tirar é só passar uma buchinha lavando mesmo….e economiza a fita adesiva…faço assim há anos e dá bem certo

    1. Já fiz assim também. Acho que em tantos anos de vida já testei todas as soluções possíveis rsrs gosto de ir mudando.

      Obrigada por postar. 😉

  5. Renata Natacci says:

    Adorei! Adoro esses posts bem “dia-a-dia”.

    1. Gorete Saturno says:

      Adorei a ideia de colar no vidro o recorte da embalagem, inclusive a data de validade.
      Que ideia prática e funcional.
      Adotei 😉

  6. PAULA CAROLINA PEREIRA says:

    Adorei esse post! Em casa eu tento manter ao máximo os produtos abertos em potes de vidro, também tento reaproveitar ao máximo, os que comprei são aqueles maiores da invicta (não são caros e sempre tem no mercado), um que estou adorando usar é o de passata de tomate e os de suco integral de 1l (cabe certinho um pacote de 1kg de arroz).
    O que preciso fazer é começar a identificar, gostei muito da idéia que deram de escrever com caneta de cd e também de recortar a validade.
    Beijos

  7. Curto muito estantes de mantimentos assim, com ar de que são usadas de verdade! Os vidrinhos são diferentes uns dos outros, as etiquetas não precisam ser padronizadas, tudo isso até contribui para uma certa harmonia expontanea, calorosa!

  8. Audineia Leite says:

    Excelente post. Estava justamente procurando ideias para organizar dispensas e parece que adivinhou meus pensamentos. Estou na fase de planejamento, mandei fazer as prateleiras e estou pensando o que é interessante manter nelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *