Trimestral

Objetivos de Curto Prazo – Inverno 2020

Toda vez que muda uma estação, isso é um gatilho para me lembrar de revisar os meus objetivos de curto prazo, que reviso trimestralmente (ou sazonalmente, como gosto de dizer).

No último final de semana resolvi voltar a organizá-los em formato de mapa mental porque é um formato que sempre funcionou muito bem para mim. Gosto de ver o todo. É totalmente personalizável e visual. Enfim, gosto muito. A ferramenta usada, para variar, é o Mind Meister. 😉

Na imagem acima, eu borrei algumas informações que são mais confidenciais. Especialmente quando se fala sobre objetivos, acho que é importante reservar algumas coisas apenas para nós ou os envolvidos, para não dispersar a energia no universo (prefiro concentrá-la em direção a eles).

A abordagem para definir “curto prazo” eu trago do método GTD, do David Allen, de enxergar um horizonte de até dois anos. Ou seja, até junho 2022, tenho esses objetivos. A ideia é estabelecer um cenário que quero viver, quando penso na minha vida como um todo – a construção do cenário que essa Thais vai viver em junho 2022.

Esse mapa é revisado sempre que tenho vontade ou pelo menos a cada três meses, quando faço reajustes. Algumas vezes, sinto necessidade de guardar versões anteriores, baixando o PDF do Mind Meister e salvando no Evernote, como referência. É bem gostoso de vez em quando revisar os mapas antigos e verem os objetivos que eu tinha e que já foram alcançados, e que construíram a vida que eu vivo hoje. (vasculhe os arquivos mais antigos do blog para ler sobre eles)

Tenho um objetivo principal, que está borrado (no centro, na parte de cima do mapa), que vai impactar muitos aspectos do meu trabalho, finanças e estilo de vida de modo geral, e vai me permitir elaborar outras metas que dependem do seu alcance.

E vale dizer isso: objetivos não são executados nem concluídos – eles são alcançados, e você os alcança através, aí sim, da execução de ações e conclusão de projetos relacionados. Cada objetivo tem vários projetos em andamento (que estão devidamente listados na minha lista de projetos) e que, à medida que eu for concluindo, vão me levar para cada vez mais perto de cada objetivo.

O que está no mapa de objetivos não são coisas simplesmente desejáveis mas o que está no meu foco para efetivamente alcançar em até dois anos. Se sair desse mapa, provavelmente foi porque houve uma mudança de planos, como duas viagens que eu tinha e que, por conta da pandemia, tiveram que sair. Mas tudo bem, porque isso me permitiu alocar recursos para um objetivo que era de médio prazo (até 10 anos) e que poderei direcionar minha atenção agora. Eu também posso mudar de ideia ou entender que um objetivo que tinha antes não tinha nada a ver, ou na verdade era mais um projeto mesmo. Por isso as revisões são tão importantes.

Eu gravei um vídeo onde explico os diversos objetivos do mapa e outras questões. Espero que seja útil para entender melhor como eu faço.

Mas qualquer dúvida, por favor, poste aqui. Obrigada.

2 Comments

  1. Jéssica says:

    Oi Thaís !
    Como sempre, seu conteúdo traz um quentinho para nossos corações.

    Estou estudando para concursos e quando penso em objetivos de curto prazo, só penso no estudo para passar no concurso. Qualquer coisa que eu pense diferente disso, parece uma “traíção” e algo que vai me fazer não passar. Isso é normal ? Tipo, só ter um objetivo de curto prazo ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados