Plenitude & Felicidade

3 abordagens para lidar com o estresse e a ansiedade durante a quarentena

Muitas vezes, trabalhar no looping diário da quarentena pode ser exaustivo ou desanimador. Os dias parecem os mesmos. Para ajudar nessa questão, trouxe algumas dicas e abordagens que você pode querer ter no seu repertório caso precise deles em algum momento nas próximas semanas.

Quebrar o looping

Levantar da cama, trabalhar e voltar pode passar a impressão de você viver o “dia da marmota” – todo dia igual. Algumas coisas simples podem ser feitas para quebrar esse looping.

A primeira é aquela rotina básica do dia. Levantar, abrir a janela, fazer a cama, trocar de roupa. Algo que diga para o seu cérebro que você acordou e é um novo dia.

Regular o sono (pelo menos um pouco), procurando ir dormir todos os dias no mesmo horário (e acordar) também pode fazer seu corpo ficar mais estável em todos os sentidos e você se acostumar melhor à sua energia ao longo do dia.

Estabelecer alguns horários de limite também pode ajudar. Parar de trabalhar às 19h, parar de responder mensagens às 20h, desligar eletrônicos às 22h. Os horários obviamente podem ser personalizados. Mas estabelecer esses limites pode te ajudar a desligar-se de um contexto e entrar em outro.

Você também pode usar o domingo como um dia “reset” da sua semana. Use para fazer atividades de autocuidado, planejar a sua semana, preparar algumas comidinhas ou fazer algo completamente diferente dos outros dias – que seja descansar o dia todo. Isso te ajuda a saber que é domingo e que uma nova semana está começando.

Assumir o controle da comunicação e dos eletrônicos

Por mais que te liguem o dia inteiro no trabalho, você ainda tem o controle, estando isolado/a em casa. Portanto, veja a possibilidade de implementar algumas das estratégias abaixo:

  • Desligar as notificações e acessar suas mensagens em intervalos
  • Impôr limites de horários para ligações do trabalho (“só atendo o telefone à tarde” ou “não atendo o telefone após às 20h”)
  • Ler as notícias apenas uma vez por dia para não se deixar “contaminar”
  • Inserir limites de uso dos apps de redes sociais para evitar o “scrolling” sem propósito
  • Agendar a resposta e o envio dos e-mails, em vez de responder de imediato
  • Determinar um limite ou propósito para a tv ligada – assistir especificamente um filme ou série ou programa, em vez de ficar “navegando”

Prestar mais atenção em pequenas e simples coisas

Algumas atividades de mindfulness podem ser úteis, tais como:

  • Fechar os olhos e prestar atenção no ritmo da sua respiração durante alguns minutos
  • Fechar o navegador antes de responder e-mails complicados
  • Tomar um banho sem pensar em nada
  • Fazer um alongamento simples para esticar o corpo e estalar as articulações
  • Olhar pela janela ou varanda durante alguns minutos
  • Fazer uma refeição sem olhar o celular ou conversar, prestando atenção apenas na comida
  • Cheirar uma fruta madura na sua despensa
  • Ouvir sua música preferida com o fone de ouvido
  • Perguntar-se: qual a próxima coisa mais importante que devo fazer? E fazer

Um aspecto da ansiedade que eu sempre me recordo é que se trata de temer o futuro ou pensar muito nele. Técnicas que foquem em viver o momento presente ajudam a gente a pelo menos se distrair quando a gente se sente assim. Espero que o post te ajude nesse momento. É o que tenho indicado aos meus amigos. 😉

Você também pode gostar...

Posts mais acessados

6 Comments

  1. Evelyn Dos Santos Mata says:

    Particularmente, eu tenho deixado de assistir notícias até mesmo uma vez ao dia. Meu nível beira a 1-2x na semana e está ótimo, pois estava me deixando nervosa. Ontem mesmo fui assistir ao jornal e fiquei irritada (com o governo) e fui dormir agitada… Resultado: pesadelos, sono agitado. Decidi que se eu não tenho controle com o macro, vou gerenciar o micro. No máximo vejo notícias sobre a minha cidade e estado. Pois se vejo a nível nacional ou mundial, fico chateada.

    Vou seguir as dicas de mindfulness que você deu. E até repassei o link do post à minha psicóloga para quem sabe, ajudar mais pessoas <3

    Te sigo há anos, e apesar das diferenças, continuo achando que seu blog é o melhor que posso ler para iniciar meu dia. E isso não tem a ver apenas com produtividade. Mas com leveza, propósito. Obrigada, Thais!

  2. Oi Thaís. Revisando o texto:
    “…trouxe algumas dicas e abordagens que você [pode?] querer ter no seu repertório….”

    1. Obrigada, já corrigi. <3

  3. Oi Thais! No quesito dormir e acordar no mesmo horário. Vc tem o hábito de colocar o relógio pra despertar ou espera o corpo despertar sozinho? Eu sinto que quando acordo sozinha fico mais energizado, mas trabalho em plantões de 12×36 ou seja, um dia sim um dia não. Então nos dias que não trabalho não sei se é melhor acordar no mesmo horário do dia de trabalho ou dormir um pouco mais. O que vc acha?

    1. Na quarentena acordo sozinha. A não ser que tenha uma aula ou reunião cedo, aí coloco o despertador só em caso de.

  4. Terminei de ler seu livro ontem.
    Parecia que estava com um pote de doce nas maos me deliciando aos poucos.
    Descobri que organização não é só arrumar as gavetas, é arrumar a vida.
    Obrigada Thais por nós inspirar 💕

    1. Que legal. Obrigada, Cláudia.

Deixe uma resposta para Thais Godinho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *