Aproveitando a Black Friday / Week para comprar presentes de Natal

7
2657

Comprar os presentes de Natal deveria ser algo divertido e não estressante. Mesmo assim, todos os anos, milhões de brasileiros deixam as compras para a última hora e acabam ou gastando a mais, ou fazendo dívidas, ou comprando coisas inúteis ou que não vão agradar os presenteados.

Nós já falamos sobre algumas técnicas aqui no blog, como guardar um pouco por mês em um envelope de “presentes de Natal” ao longo do ano. Mas uma que venho particularmente usando nos últimos anos é a de comprar os presentes na semana da Black Friday.

Hoje em dia já temos a Black Week inteira, pois muitas empresas aproveitam esse momento para movimentar o varejo com ofertas incríveis (e outras nem tanto – fique de olho).

Minha sugestão é que você elabore a sua lista de presentes e tenha seu radar sintonizado na Black Friday / Week para já comprar mais barato o que deseja presentear. Apenas preste atenção ao prazo de entrega para garantir que as compras sejam entregues antes do Natal!

Outra regra que me ajuda a comprar os presentes é estabelecer tetos de gastos de acordo com o grau de intimidade da pessoa comigo. Por exemplo: colegas (até 20 reais), amigas (até 30 reais), família (até 50 reais) e marido e filho (até 100 reais). Lembrando que Natal é lembrancinha e não presente especial. O exemplo de teto anterior é apenas um exemplo – adapte à sua realidade. Pode ser mais ou menos para cada um.

Eu gosto do teto de 20 reais porque eu já vou direto em duas coisas: livro ou comida. Facilita horrores a escolha, porque com até 20 reais você compra um bom livro, mas dificilmente comprará, sei lá, um brinquedo legal por esse preço. Se a pessoa não gostar de livros ou você não quiser dar livro para ela, comida sempre é uma boa opção. 😉

Como regra geral, todo mundo sabe que eu gosto de presentear com livros. É a minha maneira de dar um recado ao universo dizendo: leiam mais, por favor. Mas tenho algumas pessoas no meu círculo de amizades e familiar que não gostam de ler, ou que me falam “Thais, eu ainda não li nenhum dos livros que você me deu!”, então eu sei que é hora de ter ideias diferentes. Aí geralmente vou para comida. 🙂

Se comida não for suficiente, gosto de ir para artigos de decoração (quadrinhos, enfeites, relacionados a algum assunto que a pessoa goste, ou um porta-retrato mais genérico) ou artigos pessoais (necéssaire, kits etc).

Dificilmente eu dou roupa, a não ser que eu tenha certeza do tamanho e do gosto da pessoa, pois detesto dar um presente que a pessoa precise se dar ao trabalho de trocar depois, se não gostar ou não servir. Isso também exclui perfumes, por exemplo.

Eu amo presentear com livros porque sempre há um livro que sirva para o momento que a pessoa está vivendo e esse é um cuidado que você acaba tendo com ela, pois significa que pensou antes de presentear. Mesmo no caso de crianças um livro pode ser bacana, especialmente hoje em dia que a maioria está ligada nas telinhas.

Eu também sou adepta da regra: seja feliz! Se comprar presentes é algo que você não pode fazer no momento, por qualquer motivo, simplesmente não faça dívidas só para “participar”. Explique aos seus amigos e familiares sobre o seu momento e bola pra frente.

Você costuma aproveitar a Black Friday / Week para comprar os presentes de Natal? Quais são as suas estratégias? Deixe um comentário. Obrigada!

7 comentários

  1. Como também gosto de dar livros, costumo aproveitar a Festa do Livro que acontece na usp em novembro. São muitas editoras e os descontos são ótimos. Mas só faço isso com pessoas bem próximas, pois não é possível trocar após a compra

  2. Uma dica legal pra quem está sem grana e adora DIY’s, é fazer presentes e lembrancinhas para amigos e familiares. É maravilhoso saber que alguém dispôs de um tempo fazendo um presente pra vc!!! 💕

  3. Outras opções que eu gosto de dar e que custam até 20,00: batom, creme pras mãos e bijouterias. Homem q é sempre mais difícil!

  4. Ano passado acho que dei só livro, este ano quero variar um pouco.
    O que tenho feito é dar uma passada nas feirinhas que têm pipocado aqui em SP: você acha itens diferentes, a um preço bacana e compra do pequeno.

  5. Uma idia legal para presente é comprar de produtores locais e amigos. Exemplo. vela perfumada, doces caseiros… eu vou investir nisso esse ano, além dos liros.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui