“Tribe of Mentors” (2017)

13
4038

Toda vez que o Tim Ferriss lança um livro novo, fico ansiosa para ler. Esse livro foi lançado em 2017 e eu ainda não tinha lido – estava esperando uma oportunidade para comprá-lo em promoção ou algo assim (custa uma média de 80 reais, importado). Nessa última viagem, por todas as palestras que assisti no GTD Summit, eu estava com a vibe certa para lê-lo. Por isso, mesmo ele sendo um calhamaço (598 páginas), comprei para ler na minha viagem de avião na volta para o Brasil. E deu certo, porque li 3/5 do livro durante a viagem, e na última semana terminei a leitura em casa.

O livro, que ainda não tem versão em português, pode ter seu título traduzido como “tribo de mentores: pequenos conselhos de vida dos melhores do mundo”. Ele selecionou um conjunto de pessoas que admirava – galera que fundou start-up, escritores, atletas de alta performance e outros – e enviou um e-mail com perguntas para essas pessoas. Elas não precisavam responder todas – apenas três ou mais, se quisessem. E o resultado ele transformou neste livro, que tem capítulo curtos e é uma leitura deliciosa de se fazer.

Eis as perguntas:

  • Quais os livros que você mais deu de presente para outras pessoas e por quê? Que livros mais influenciaram a sua vida?
  • Que compra de menos de 100 dólares mais impactou positivamente a sua vida nos últimos seis meses?
  • Como uma falha, ou uma falha aparente, formatou você para o sucesso? Você tem alguma “falha preferida”?
  • Se você tivesse um outdoor gigante onde pudesse anunciar uma frase para que todo mundo lesse, o que você escreveria?
  • Quais os melhores investimentos que você já fez?
  • Qual hábito incomum você tem ou coisa absurda que você adora?
  • Nos últimos cinco anos, que novas crenças, comportamentos ou hábito mais fez com que sua vida melhorasse?
  • Que conselho você daria a estudantes que estejam se formando agora na profissão que você tem? Que conselho eles deveriam ignorar?
  • Que má recomendações você costuma ouvir na sua área de atuação?
  • Nos últimos cinco anos, no que você ficou melhor em dizer “não”?
  • Quando você se sente sobrecarregado ou sem foco, o que você costuma fazer?

Algumas passagens me marcaram bastante:

“Tive um sucesso estrondoso. Tive que lidar com mais assédio da imprensa e quantidade de clientes do que eu dava conta. Tive investidores clamando por ações. Mas tudo o que eu queria fazer era escrever.” – Samin Nosrat, chef e escritor

“Eu acredito em investir no meu coração. É tudo que eu faço, de verdade. Eu sirvo a minha Musa. Todo meu dinheiro está nela.” – Steven Pressfield, escritor

“Eu demorei um tempão configurando um modelo modesto de negócios que eu poderia manter o máximo que eu pudesse. Eu disse a mim mesma que meu objetivo era ter publicado alguma coisa até ter 75 anos de idade. Escrever deveria ser sempre uma fonte de prazer, e nunca associada a um estresse financeiro ou a pressão por alcançar coisas.” – Susan Cain, escritora

“Todas as grandes conquistas deste mundo foram feitas através da coragem.” – Terry Crews, ator

“Ignore as notícias, pessoas que só reclamam, pessoas nervosinhas, pessoas que entram em conflito o tempo todo. Ou seja, qualquer pessoa que fica tentando te assustar com um perigo que não está claro nem presente.” – Naval Ravikant, investidor

E muitas outras. O livro é enorme. Não conseguiria trazer todas para cá, até mesmo porque quero te incentivar a lê-lo. É realmente muito inspirador e me ensinou boas lições que acabaram me ajudando a tomar decisões quando voltei para o Brasil.

Você pode comprar esse livro pela Amazon no Brasil.

13 comentários

  1. Olá Thais.

    Uma sugestão: porque você mesma não responde a essas perguntas em forma de post.
    Eu iria gostar de ler 🙂

  2. “Ignore as notícias, pessoas que só reclamam, pessoas nervosinhas, pessoas que entram em conflito o tempo todo. Ou seja, qualquer pessoa que fica tentando te assustar com um perigo que não está claro nem presente.” – Naval Ravikant, investidor

    Amei essa frase! Trabalho em uma universidade onde o status se faz presente como forma de autoridade (“se você não é mestre ou doutor você não pode falar ou analisar, deve apenas executar”).
    Não acredito que títulos sejam sinônimos de sabedoria, criativa ou inovação. Penso que tudo deve ser respeitado e honrado, mas não impostos como sinônimo de que um é melhor que o outro.

    Vou fazer um quadrinho dessa frase ou um papel de parede para colocar na minha mesa de trabalho!
    Gratidão por compartilhar!

  3. Adoro esse livro e o podcast do Tim veio dessa ideia do livro. Super recomendo o podcast do Tim Ferris!

    A Samin é menina. Provavelmente a melhor chef de programas de “TV” da atualidade. Se tiver curiosidade procura o show dela na Netflix. Comida simples e boa e a personalidade incrível dela! Super adoro ❤️

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui