Rotina diária essencial para manter a casa em ordem (março 2019)

21
8560

Estou estudando atentamente os resultados das sugestões e pedidos que vocês fizeram na pesquisa de opinião para o blog realizada em 2018 e uma delas é justamente revisitar conteúdos antigos para trazer a minha nova versão deles, com atualizações. Hoje então estou revisitando um post de 2014, que escrevi compartilhando qual era a minha rotina doméstica para manter as coisas em ordem diariamente. Pretendo refazer esse post futuramente se houver mudanças significativas.

A ideia da rotina diária é chegar a um mínimo viável de tarefas que realmente precisem ser feitas diariamente, senão “a casa cai”. Essas tarefas aqui em casa acabam sendo divididas entre meu marido e eu, ambos fazendo de acordo com quem tem mais disponibilidade (por exemplo, se eu estiver viajando, ele faz tudo, assim como eu posso fazer mais coisas em dias em que ele está viajando a trabalho – de modo geral, dividimos no dia a dia).

  • Lavar a louça. Eu não curto muito lavar a louça, então por isso mesmo ou eu lavo tudo imediatamente quando uso ou (em dias mais cheios) eu acumulo uma loucinha do dia para lavar de uma só vez. O que eu não gosto de fazer é deixar louça de noite para o dia seguinte. Se meu marido não lavou, eu lavo. Geralmente funciona assim: faço meu café-da-manhã (acordo mais cedo que todos) e já lavo essa louça. Quando eles tomam café, meu marido lava. Na hora do almoço, se eu estiver em casa, eu lavo ou, se estiver ocupada (às vezes tenho reuniões logo após o almoço ou preciso sair para um compromisso externo), deixo para lavar mais tarde. De noite, se ele fizer a jantar, ele já lava. E, antes de dormir, se tiver alguma loucinha, eu costumo lavar para não deixar para o dia seguinte, mas muitas vezes ele já lavou antes de eu chegar até lá.
  • Dar uma geral na bagunça. Gosto de fazer o que eu chamo de “dança dos cômodos”. Meu marido não é muito ligado nessa parte, apesar de não gostar de bagunça. Eu vou dando uma geral ao longo do dia, conciliando com atividades profissionais (inclusive gravei um vídeo recente sobre isso). Não é algo que me sobrecarregue e até gosto de fazer, para me distrair. Entra aqui nessa categoria também dar uma geral em cada cômodo e repôr o que estiver faltando, tipo papel higiênico, ou trocar as lixeiras. Meu marido e eu alternamos nessas atividades.
  • Cuidar das correspondências. Tenho uma caixa de entrada no meu home-office, onde eu agrupo todos os papéis que chegam diariamente, incluindo correspondências. Meu marido e eu dividimos as contas, mas eu sou a responsável por gerir essas coisas. Então é meu papel diariamente verificar o que chegou e endereçar. Se for algo para ele resolver ou pagar, deixo na mesa dele, e aí ele se vira. 😉 Se for algo que diz respeito a nós dois, costumo tomar uma nota para verificar depois se ele já fez.
  • Cuidar da roupa. É impressionante a quantidade de roupas que uma criança em idade escolar e um marido músico acumulam. Depois que compramos a lava e seca, a rotina de lavanderia ficou mais fácil. Eu detesto passar roupa. Logo, dividimos assim: eu gerencio a roupa todos os dias, colocando para lavar e secar. Às vezes, ele coloca. O Paul me ajuda a tirar as roupas da máquina, dobrar e guardar. Cada um guarda as suas. Quando temos roupas para passar, meu marido passa. Tenho algumas peças mais complicadas que prefiro levar na lavanderia quando preciso lavá-las (a correr o risco de estragar na lavagem doméstica). Isso acontece uma vez por mês, no máximo, e mais no inverno, quando a gente lida com casacos etc.
  • Arrumar as camas. Varia bastante. Às vezes meu marido já acorda e arruma a nossa cama e do Paul. Às vezes ele acorda meio atrasado e eu acabo arrumando mais tarde, depois do almoço, se eu estiver em casa. Acho perfeitamente ok a cama não estar arrumada. Prefiro ela arrumada, mas não é o fim do mundo se por acaso a gente se esquecer desse detalhe.
  • Cuidar da alimentação. Ainda precisamos melhorar muito isso aqui, porque mudamos nossa rotina agora em fevereiro (eu por um lado, meu marido por outro) e ainda não chegamos ao modelo ideal. O que acontece é que a minha rotina de alimentação, por aspectos de saúde, é diferente da rotina deles. A gente está buscando essa adaptação. Mas, de modo geral, todos os dias eu: preparo meu café-da-manhã (bem simples, com ovos mexidos, torrada, frutas, iogurte ou legumes), preparo meu almoço de 5 minutos (se estiver em casa – grelho uma proteína, uso um acompanhamento já feito antes, como um purê de batata, e faço uma salada fresquinha já lavada anteriormente) e faço lanches diversos ao longo do dia (mesmo quando trabalho fora, preparo a minha lancheira). Já meu marido prefere preparar o jantar.
  • Coletar providências. Todos os dias, ao longo do dia, eu vou anotando o que preciso comprar de comida, de produto de limpeza que acabou etc. Organizo em uma lista de coisas a resolver na rua e, quando saio, já aproveito para comprar o que precisa.
  • Destralhar. Todos os dias, comprometida com o processo de organização, costumo destralhar a casa de modo geral. A coisa de pegar uma sacolinha e passear pela casa pegando lixinhos já não funciona tanto porque não temos mais tanto volume de coisas – já passamos dessa fase. Mas ainda dá para fazer de vez em quando, especialmente com embalagens vazias, alimentos vencidos etc. Eu diria que uma vez por semana. No dia a dia, costumo eleger uma categoria de coisas e destralhar (por ex: revistas). Funciona muito bem para mim e encaro como um hobby desconectado.

Essas tarefas são as diárias que fazemos para manter a casa em pé. Não incluem as tarefas de “faxina”, que são feitas em outro momento. Pretendo falar mais sobre elas em outro post no futuro.

Que tal você aproveitar para fazer uma lista das tarefas domésticas essenciais para fazer em casa todos os dias? Você pode pregar essa lista na geladeira, por exemplo, para ficar fácil para todo mundo visualizar.

21 comentários

  1. Olá, Thais! Fazendo algumas tarefas pontuais ao longo da semana, a casa se mantém organizada e a “faxina” se torna mais leve. Tudo isso, quando incorporado à rotina, torna-se automático e não fica penoso. Eu trabalho em casa e, se o ambiente não está organizado, meus pensamentos também não se organizam! Por isso, todos os dias eu tento fazer o mínimo necessário para manter tudo em ordem. Pia limpa, cama arrumada e chão aspirado já deixam a casa com um ar mais organizado e limpo visualmente.
    Abraço!

  2. Thais, gostaria de um post comparativo sobre a rotina das roupas com a máquina convencional e a lava e seca, vantagens e desvantagens de cada uma.

  3. Muito bom. Obrigada por compartilhar. Estou a tempos pensando em como fazer esse compartilhamento de tarefas entre eu e meu marido funcionar.

  4. Bem isso mesmo… Acho que na sua lista só faltaram: esvaziar lixeiras, dar uma varrida na casa (não faço isso todo dia, confesso) e passar um pano na mesa e/ou bancada da cozinha. Na minha casa são os sapatos que ficam se acumulando na porta de entrada (não gostamos que ninguém entre de sapatos em casa). Eu entro e já vou com os sapatos na mão para guardar na sapateira, mas meus filhos e maridos deixam acumulando ali na entrada.

  5. Thais… você lava roupa todos os dias?
    Ou elege alguns dias da semana?
    Meu dilema é a roupa… dá trabalho demais e é o q me toma mais tempo.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui