5 prioridades para 2019

24
8297

Em 2017, eu li o livro “Ponto de equilíbrio”, e uma das coisas que a autora recomenda e que eu adorei fazer em 2018 foi definir 5 prioridades para o ano e ignorar todo o resto. Uma leitora me perguntou quais eram as minhas prioridades para 2019, e eu disse que não faria o exercício desta vez. No entanto, ultimamente eu reli o livro e fiquei com vontade de listar.

Quando vejo as prioridades que defini para 2018, consigo enxergar com clareza como estava a minha vida naquele momento e por que escolhi cada uma delas. Acredito que as escolhas para este ano tragam o mesmo tipo de percepção também.

Prioridade 1: Cuidar da minha saúde

Tive um susto bem chato no final do ano passado. Quando achei que o ano (difícil) já tinha acabado, passei mal na noite de Natal e fiquei quatro dias internada no hospital. Este ano a coisa mais importante de todas é garantir que eu não tenha mais nenhum tipo de susto e que eu fique bem, e não medirei esforços para valorizar essa parte.

Prioridade 2: Cuidar do nosso núcleo familiar

2018 foi um ano muito difícil, especialmente relacionado com a perda da minha avó. Para todos nós foi difícil. Foi uma perda grande para o Paul também. Ele passou por um ano complexo na escola, em que não se adaptou. Meu marido sentiu uma certa morosidade na carreira, e finalmente está retomando a alegria nas coisas. Passamos por muita coisas juntos e existem pontos diversos de melhorias, como o excesso de telas para o Paul, por exemplo, que quero prestar mais atenção este ano. Então cuidar desse nosso núcleo é primordial, e um foco importantíssimo.

Prioridade 3: Valorizar mais o Vida Organizada

Não me entendam mal: eu amo outros métodos, outras técnicas, outros autores, mas eu também produzi muito conteúdo intelectual desde que esse blog foi criado. Toda vez que lanço algo novo do Vida Organizada, sinto uma alegria imensa em realizar esse trabalho e tenho um retorno incrível de vocês. Eu quero poder trazer sempre o Vida Organizada em primeiro lugar, frente a qualquer outra iniciativa.

Prioridade 4: Concluir o mestrado e ter mais clareza quanto ao meu trabalho

À medida que a vida vai acontecendo e a sua empresa vai crescendo, você começa a ter que tomar decisões importantes. Você prefere crescer e, com isso, aumentar seu faturamento e a sua complexidade, ou prefere reduzir ainda mais o escopo, diminuindo o faturamento mas ganhando em qualidade de vida? Com o término do mestrado, começará uma nova fase da minha vida em que precisarei tomar decisões relacionadas ao meu trabalho como um todo. Por ex: quanto tempo por semana posso dedicar a dar aulas hoje? Ou não é o momento? Já vou pensar no doutorado? Entre outras.

Prioridade 5: Cuidar da minha mãe

Minha mãe mora em outra cidade e eu sou filha única, o que já é motivo suficiente para eu começar a me preocupar e começarmos a pensar em possíveis mudanças para os próximos anos. Ela está bem, mas quero dar mais atenção e suporte do que faço hoje.

Essas prioridades me trazem uma clareza enorme sobre o que deve ser o meu foco ao longo do ano, todos os dias, momento a momento, e essa é realmente a ideia – usar como princípio para a tomada de decisões. Por ex, se fazer algo vai prejudicar a minha saúde, não faço. Simples assim.

E você, consegue definir 5 prioridades para este ano? Quais são elas? Deixe nos comentários. Obrigada.

24 comentários

  1. Ei, Thaís; Fiz esse exercício no final do ano passado, graças as suas dicas. Vamos lá, são essas as minhas 5 propriedades: 1) Cuidar de mim (notei que estava dando importância a tudo, menos a mim); 2) Dedicar.me ao doutorado de corpo e alma; 3) Buscar fluência no Inglês; 4) Relacionamentos saudáveis; 5) Cuidar das finanças.

  2. As minhas são 3:1.Tratar da saúde.2.Cuidar da minha família.3.Dedicar-me ao meu desenvolvimento profissional.

  3. Olá Thaís!
    Me sinto muito desorganizada e sobrecarregada também, adorei o post e as minhas prioridades deste ano serão:
    1- Me organizar, casa e etc
    2- Finanças
    3- Cuidar de mim (academia, Reed. Alimentar e cuidados pessoais)
    4- Perder o medo e dirigir
    5- Cuidar mais do meu relacionamento e viajarmos.

  4. Oi Thais,
    é sempre muito bom ler seus textos! Em especial relacionados a essa temática – foco, prioridades, etc. Para mim, minhas prioridades hoje são: 1- minha saúde (descobri um falso tumor na cabeça e isso tem me exigido boa parte da minha energia e é minha prioridade máxima até julho, que vai ser a fase final do tratamento.), 2- minha carreira profissional – não estou exatamente onde queria estar, mas ainda não defini o próximo passo; 3- meus relacionamentos – dar mais leveza a quem me acompanha e a mim mesma; 4- financeiro – equilibrar as contas e conquistar o que projetei para esse ano; 5- meu avô e minha mãe – já são dois senhorezinhos que requerem mais atenção e cuidados.

  5. Muito obrigada Thais, você me inspira muito a cuidar do meu trabalho e da minha vida. O Vida Organizada é tem sido muito importante na minha vida nos ultimos anos, desde q o conheci, como tenho certeza que é para muitas pessoas também. Você só ganhará priorizando-o. Beijos!

  6. Oi Thais, comecei a fazer esse exercício para o mapa da vida, inspirado em você ano passado, e já fiz esse ano também. Escolhi (ou apenas identifiquei? rs) 1 – ficar bem em geral, curtir as amizades, desenvolvimento pessoal, cuidar das finanças e criar negócio próprio! Obrigado pelo post e a oportunidade de reflexão!

  7. Consegui avançar bem nas prioridades do ano passado, fazendo o seu exercício de restringir à 5. Para esses anos as minhas são: 1) Focar na alfabetização da minha filha 2) Firmar meu fundo de Emergência – embora sejamos funcionários públicos, precisamos ter tranquilidade para os imprevistos. 3) Ler ao menos um livro por mês – acho que nos últimos anos eu li muito pouco, 4) Não comprar por impulso – e assim organizar melhor minha vida financeira, já que pra mim essa é a grande pedra nesse sapato 5) Evitar inimizades com pessoas próximas – não que vá ser falsa com as pessoas das quais não gosto, mas ao menos evitar atrito, caso não possa evitar contato. Podem parecer bobas, mas as outras áreas da minha vida estão bem tranquilas, graças a Deus.

  8. Thais, obrigada pelo post (por todos!)! Seus textos e vídeos são sempre convites à reflexão e sou muito grata por isso.
    Por enquanto, tenho 4 prioridades para 2019:
    1) Condicionamento físico como medida profilática de saúde e bem estar;
    2) Cuidar da mamãe. Ela está bem idosa, não há tempo a perder;
    3) Criar hábitos que me ajudem a batalhar contra a depressão;
    4) Cuidar mais dos meus laços afetivos: marcar encontros, fazer coisas junto, trocas. Não há tempo a perder mesmo quando as pessoas ainda não estão bem velhinhas!
    Tudo de bom! Sucesso e felicidade para você, sua família e sua equipe!

  9. Thais, também sou filha única é minha mãe, apesar de super bem de saúde, já tem seus 64 anos. Uma de minhas maiores questões é como conciliar meus planos de vida às minhas responsabilidades de filha (minha mãe não tem outros parentes). Seria incrível um post seu sobre essa temática. Beijo grande

  10. Thais
    Gratidão! Vc sempre pensando na melhor forma de viver bem com as pessoas inclusive conosco ! Eu desejo muita saúde e realizações pra vc pessoa do bem e de muita luz.

  11. Mais um valioso texto, obg Thais! Enquanto lia os comentários fiquei tentando encontrar minhas prioridades pra esse ano, pensando na direção que quero tomar na vida, e a verdade é que me sinto tão perdida que a única prioridade em que consigo pensar é ME ENCONTRAR. Talvez me falte mais clareza e objetividade, mas é como me sinto neste momento da vida.

  12. Muito legal! As minhas ainda não defini, pois cuidar integralmente da casa e de minha mãe tem me deixado bastante desfocada comigo mesma. Mas ainda encontrarei um meio termo. Boa semana.

  13. Thais obrigada. Seu texto foi super importante para minha reflexão pessoal. Priorizei 5 ações para este ano. Mas como tenho tanta ansiedade para fazer muitas coisas, achei pouco somente cinco. depois que listei as 5 vi que deixei coisas importantes também. Como casar e ter filhos. isso é sinal de que não são prioridades pra mim???

  14. Thais obrigada. Seu texto foi super importante para minha reflexão pessoal. Priorizei 5 ações para este ano. Mas como tenho tanta ansiedade para fazer muitas coisas, achei pouco somente cinco. depois que listei as 5 vi que deixei coisas importantes também. Como casar e ter filhos. isso é sinal de que não são prioridades pra mim???

  15. Thais, uma das minhas prioridades é também cuidar de minha mae, e passo exatamente pela mesma situação que a sua, moro em outra cidade e sou filha única. Como vc faz pra cuidar de sua mae?

  16. Também sou filha única, assim como minha mãe. Meus avós já se foram e ela continuou na casa onde cresci. Ao menos moramos perto, cerca de 1 km de distância e a vejo todos os dias. Mas mesmo assim sinto certa preocupação em relação ao futuro. Uma das minha prioridades é enriquecer mais nosso relacionamento, que sempre foi bom, mas está um pouco engolido pela rotina. As outras são cuidar da minha saúde global, estudar mais, acertar a vida financeira e buscar mais atividades em família longe do celular.

  17. Se eu pudesse te curtir mil vezes eu curtiria rsrs 🙂
    Segui a ideia das prioridades junto contigo no ano de 2018. Percebi que apesar de não cumprir rigorosamente todas as prioridades, elas serviram como um norte para mim, agregando significado ao meu Ano e não apenas como uma listagem de metas.Em alguns momentos senti dificuldade de como inserir na minha rotina, parecia algo muito mais intrínseco que piscava como um sinalizador para mostrar o real valor do Ano e da minha vida. Nesse ponto re-significou muita coisa para mim, trazendo a tona meus objetivos de longo prazo (metas de vida). Cheguei a ver seus videos sobre contextos onde, inclusive, fala sobre as prioridades e como inseriu em sua rotina.
    E gostaria de saber: – Como na pratica isso funcionou para você? Por vezes me senti com muito mais tarefas do que poderia ter: Prioridades, tarefas dos contextos, metas de 2019, tarefas de rotinas, demandas de urgências, compromissos,etc…
    Bjs em seu coração S2

    • É exatamente isso. 😉

      De modo geral, são escolhas que funcionam como referência quando você sentir necessidade desse foco, e não uma obrigatoriedade no sentido de TER QUE fazer diariamente.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui