Meu Bullet Journal para 2019 + configuração para janeiro

14
7300

Se você nunca ouviu falar em Bullet Journal e não sabe do que se trata, leia este post. Trata-se, resumidamente, de um método analógico de organização pessoal. Este post falará sobre como tenho aplicado o método, então ele não fará sentido caso você não saiba do que se trata.

Como caderno, estou usando um Moleskine pautado de capa dura. Achei que o fato de ser pautado não me atrapalharia, mas não gostei (prefiro o quadriculado). O problema não é a pauta em si, mas o espaçamento entre as linhas, que é maior que o espaço das versões pontilhada ou quadriculada. Desse modo, gasto mais folhas e o espaço é menos aproveitado. Estamos no final de janeiro e eu já estou quase na metade do caderno.

Muitos leitores do blog têm me pedido para falar sobre como estou conciliando o método Bullet Journal com o método GTD – post que farei nas próximas semanas, especificamente sobre este assunto.

Neste post de hoje quero mostrar alguns prints de como configurei o caderno para este ano e algumas páginas de janeiro.

A única diferença na KEY é o “T” para tarefas que passei para o Trello,
onde ficam organizadas as minhas listas do GTD
Estou usando o índice como o Ryder Carrol recomenda
Insiro apenas as coleções e nunca os logs diários ou semanais (se forem o caso)
O logo do futuro, eu mudei um pouco – usei 2 páginas para os próximos 3 meses
Para os meses seguintes (até dezembro de 2019), 1 folha por mês
O log diário traz capturas ao longo do dia, que podem ter coisas a fazer,
informações e entradas de diário

No vídeo que publiquei no canal na semana passada eu mostro página a página, as coleções que estou usando e explicações adicionais. Você pode clicar aqui para assistir o vídeo ou visualizar abaixo:

14 comentários

  1. Acho o BJ muito interessante, não o adoto porque acho que seria mais uma caixa de entrada para mim…e, assim, acabo levando, de alguma forma, a ideia dele (bem simplificada) para post-it que são colados no dia a dia do planner e que são eliminados quando as tarefas são realizadas. Com isso, sem dúvida, perco nos registros do ano. Para compensar, registro o que acho mais relevante dos passeios, pousadas, lugares, comidas no planner. Fiquei curiosa em saber o porquê vc tem restrições ao Kanban…se puder, gostaria de saber…Thaís, aprendo muuuuito com você! Sempre!

  2. Olá, tu poderias falar mais sobre verbos para projetos, sempre atrapalho e acaba que uso sempre os mesmos (poucos). Gratidao pelo tanto que organizaste minha vida.

  3. Comecei este mês a criar meu BJ… estou amando! Fiz a introdução dele com o trecho de uma crônica da escritora Martha Medeiros que se chama “Perder a viagem”. No início do mês eu deixo um espaço para os aniversariantes e reflexões, depois vou inserindo os logs diários. Está sendo incrível manter minha vida mais organizada e criativa com este método. Também estou usando um moleskine com pauta, de capa dura. Senti a mesma coisa com o espaçamento das linhas. No próximo vou tentar um que seja quadriculado ou pontilhado. Obrigado pelas excelentes dicas! <3

  4. Oi Taís, parabéns pelo blog. Me inscrevi recentemente e estou gostando muito, procurando aproveitar ao máximo. Eu vi este vídeo há dias e gostei muito. Você mostrava as páginas explicava tudo e achei bem mais acessível para iniciar o Bullet Journal do que o vídeo onde explica como iniciar. Na ocasião não pude assistir direito, deixei para quando tivesse tempo rever. Mas agora estou tentando e não consigo. Tanto clicando no vídeo, quanto no atalho que você colocou, quanto procurando no próprio youtube já não está disponível. O texto não está bom, para o meu entendimento, quanto o vídeo. Vai ser publicado novamente? Grata.

    • O vídeo precisou ser tirado do ar porque apresentava informações confidenciais de terceiros. Será editado quando possível e subirei novamente. Agradeço a compreensão.

  5. oi . obrigada por compartilhar conosco.
    Se puder , gostaria de saber mais sobre como vc está fazendo as coleções. O vídeo não está disponível.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui