Como acabar com a procrastinação

21
4979

Existem alguns temas que são chave quando se fala em organização. Um deles é como combater a procrastinação. Apesar de eu já ter falado sobre esse assunto algumas vezes aqui no blog, percebi que eu não tinha um post “definitivo” sobre o assunto, ou seja, com as dicas que considero fundamentais para que qualquer pessoa que sofra com a procrastinação possa encará-la de maneira saudável.

De modo geral, por tudo o que já li a respeito, hoje eu acredito que todo ser humano tem a tendência a procrastinar. Alguns por preguiça, outros por saberem que conseguem fazer as coisas de última hora – e até preferem, pois trabalham melhor sob pressão. Pela minha experiência pessoal, eu vejo que, quando deixo algo para fazer muito no limite do prazo, é porque talvez eu não tivesse muita motivação para fazer aquilo. E acho que todos esses pontos são importantes para a gente se conhecer e tentar entender por que a procrastinação acontece com cada um de nós.

“Bora pra action” (brincadeira)

Seguem algumas dicas que considero certeiras para lidar com a procrastinação de maneira geral:

Por que você precisa ou quer fazer determinada atividade?

Na dúvida, vá sempre no propósito. Eu, pelo menos, quando vejo que estou adiando alguma atividade, procuro refletir sobre o propósito dela. Já aconteceu muitas vezes de eu perceber que o propósito não me motivava e, por isso, nem fazia sentido fazê-la. Agora, se você me disser “tenho que fazer porque senão sou mandada embora” ou “o cliente pediu”, não há propósito maior no trabalho, certo? Nem sempre o propósito precisa ser incrível – ele só precisa existir e estar claro para você.

A atividade que você precisa fazer está clara o suficiente?

Às vezes não está. Você não sabe direito o que precisa ser feito. Se for o caso, esclareça melhor. Qual é efetivamente a sua próxima ação aqui? E seu resultado desejado final? Será que essa atividade precisa ser feita por você ou outra pessoa seria mais apropriada? São alguns minutos que você investe nesse raciocínio que te ajudarão a ter mais clareza e de repente saber por onde começar.

Você tem tudo o que você precisa para começar a trabalhar nessa atividade?

Muitas vezes, procrastinamos alguma ação porque existe um passo simples, porém chato, antes. Você pode adiar uma revisão, por exemplo, apenas porque ainda precisa baixar o arquivo do e-mail, e você não sabe onde está o e-mail. Pode parecer simples, mas muitas pessoas adiam algo assim somente por causa dessa pequena tarefa anterior.

Dá pra quebrar essa atividade em pedaços menores?

Tem coisas que são chatas mesmo de fazer, e se tornam mais chatas ainda quando a gente pensa no montante final, que pode ser enorme. Exemplo: montar uma apresentação. Tente quebrar essas atividades em pedaços menores e mais fáceis e rápidos. Em vez de “montar a apresentação”, você pode ter peças como: criar o arquivo PPT, criar as páginas com os títulos, inserir minha biografia, inserir os contatos na página final de obrigada, separar os livros que vou usar, inserir texto no slide 3 etc. Pode parecer uma dica boba, mas é uma dica boba que funciona muito.

Você conseguiria dedicar um bloco de tempo para focar apenas nessa atividade?

Muitas vezes a gente procrastina porque acha que a atividade em si levará mais tempo do que você imagina. Existe uma técnica de produtividade chamada Técnica Pomodoro, que funciona (em resumo) assim: coloque 25 minutos no seu timer do celular e, nesse tempo, trabalhe focada em tal atividade. Quando o timer tocar, pare (se quiser). Você ficará surpresa com a quantidade de coisas que conseguirá fazer em tão pouco tempo. E assim… são apenas 25 minutos. Não vai tomar tanto tempo assim. Faça o teste.

Existe alguma recompensa que você poderia se dar quando concluir a atividade?

Pode ser uma bobeira tipo “parar e tomar outro café” ou, no caso de tarefas maiores, almoçar no meu restaurante preferido”. Brinque com você mesmo e estabeleça um prêmio caso conclua a atividade hoje.

Você está trazendo suas prioridades para o seu dia a dia?

Gosto muito de usar a pergunta “qual é a coisa mais importante que preciso fazer agora?’ momento a momento, quando termino alguma atividade ao longo do meu dia, porque muitas vezes a coisa mais importante é parar e descansar um pouquinho para continuar trabalhando depois. Porém, ao fazer constantemente essa pergunta, eu sei que estou me permitindo estar presente no que eu estou fazendo e nunca tirando as minhas prioridades de vista.

Você tem um inventário completo de tudo o que você precisa fazer?

É muito comum viver atendendo o que for mais urgente ou que estiver gritando mais alto. Quando você começa a organizar as suas atividades, isso te permite ter uma visão de tudo o que precisa ser feito e, assim, você pode consultar melhor o que precisa fazer para saber o que é a próxima coisa mais importante a efetivamente ser feita. Veja aqui o que eu já falei sobre organização e ferramentas para entender o que pode funcionar melhor para você.

O que você pensa sobre esse assunto? Você já tentou aprender com você mesma(o) quais os motivos da procrastinação na sua vida, quando ela acontece? Por favor, deixe um comentário. Obrigada.

21 comentários

  1. Thaaaais! Viu os templates do Evernote? Viu que tem uma categoria específica para GTD? O que você achou? 🙂

  2. Oi Thais. Este assunto é exatamente o que eu precisava ler neste exato momento da minha vida. É bem difícil não procrastinar quando tu depende de uma decisão externa para dar início ao projeto de mudança de vida. Explico melhor. Tenho um projeto de mudar a minha vida radicalmente, vou empreender em um negócio próprio e mudar de cidade, mas para isso acontecer, eu preciso ser demitida do meu emprego. Preciso do dinheiro para da rescisão e do FGTS para colocar o projeto em prática. A procrastinação é inevitável, me esforço todos os dias para vencer. O propósito do meu projeto é o que me move, pois minhas atividades no trabalho já não fazem mais sentido pra mim. Como tu disse no teu livro, temos que passar por diversas situações até chegar no trabalho dos sonhos.

    Obrigada pelos teus posts.

    • Olá, Indara. Em breve será possível sacar o FGTS quando pedir demissão e não só quando for demitida. Estou esperando essa aprovação para pedir tb. Tudo de bom pra vc!

    • A partir da reforma trabalhista de novembro do ano passado, existe a possibilidade de acordo para saque de FGTS. Você saca 80% do saldo da conta do FGTS e uma parte da multa.

  3. Olá Thais, você é uma linda, muito inteligente, estou adorando suas dicas!!! Sobre procrastinação, eu diria, que faço isso com certa frequência, e, ultimamente, por achar que agora o meu momento é outro. Tenho um filho de 5 anos e ele é super ligado na tomada rsrsrs, demanda demais, sempre acabo ficando por conta dele… dar atenção, direcionando as atividades do dia-a-dia dele… às vezes sei exatamente o que fazer, mais em alguns momentos me sinto perdida… são tantos detalhes que preciso dar atenção que as vezes sinto que deixo muito a desejar como mãe… como profissional então piorou… Desculpe o desabafo, mais isso foi só uma pincelada muito sutil da minha realidade!! Quero mudar esse quadro pra melhor!!! bjs

    • Talvez valha a pena você fazer um mapa das suas responsabilidades atuais em todos os seus papéis para entender o que precisa de ajuda, ser delegado, o que você pode otimizar, o que pode adiar um tempo etc. Esse tipo de mapa ajuda bastante.

    • Tenho uma menina de 3anos e meio que tb é super ligada na tomada + uma bebê de 2 meses. Me identifiquei totalmente com o teus post. Sinta-se abraçada, pois eu tb me senti.

  4. Ei, Thaís; Eu sou aquela pessoa que consegue trabalhar sob a pressão de tempo, então todas às vezes que procrastino ao final consigo concluir a atividade. Porém, o ato de procrastinar em si me faz mal, pois fico um pouco ansiosa e tensa frente ao pouco tempo para cumprir o prazo, além disso tenho consciência que se tivesse começado antes, poderia ter concluído a atividade com maior excelência. Já melhorei um pouco esse terrível hábito ao iniciar o uso do GTD, mas não posso ter muito tempo para executar um projeto, que a procrastinação será certa. E já tentei de tudo: divido a atividade em partes menores, me pergunto sobre o propósito, vejo um milhão de vídeos sobre o assunto no YouTube (inclusive, essa é uma das coisas que mais me levam a procrastinar). Obrigada pelo post.

    • Fran, eu sou assim também… Sempre deixo tudo para os 45 do segundo tempo (ou até mesmo prorrogação). Na grande maioria dos casos, assim como você consigo, no final das contas, cumprir o que preciso, porém o custo é muito alto. Stress para mim e outras pessoas ao meu redor, sacrifícios (ter que cancelar atividades que são importantes e/ou prazeross), noites mal dormidas, culpa TODAS as vezes (por sempre ter certeza que poderia ter feito diferente,
      e sem dúvida, melhor), então, é um processo beeeeem sofrido. Sempre me sinto péssima, além de exaurida. E penso: “Nunca mais vou deixar isso acontecer!” Mas mesmo com tudo isso, chega no próximo prazo e eu… faço tudo igualzinho… 🙁 🙁 🙁 Sinceramente, ainda não descobri a “chave” para resolver a procrastinação na minha vida, apesar de também ler muito sobre o assunto.
      PS: Vídeos no YouTube também me fazem procrastinar bastante. São vídeos de conteúdo útil, não vejo bobagens, mas mesmo assim, esse consumo de conteúdo me leva a procrastinar seriamente… :-0

      • Ei, Rita; Nas suas descrições também me vejo. A nossa colega Evelyn disse abaixo que talvez estejamos com atividades demais, ah, esse é meu sobrenome. Até meu orientador do mestrado disse que faço muitas coisas (e olha que nunca vi alguém mais ocupado que ele, quando ele me falou isso, fiquei até um pouco intrigada rsrsrs)… Boa sorte aí para nós! Vamos trocando ideias…

  5. Thais, Muito legal o post. Eu costumo a quebrar em blocos de tempo bem curtos tipo :10, 15 ou 25 minutos. E com isso as vezes quando estou cansado e faço pelo menos alguns blocos já me deixa satisfeito. Consegui terminar meu TCC da pós graduação dessa forma.

  6. Thais, que post maravilhoso! Muitas dicas realmente valiosas, vão direto para uma checklist minha… Obrigado por isso!

  7. Eu estou procrastinando um destralhe enorme,que virou um grande museu no depósito,eu não destralhava.
    Eu apenas trocava de lugar,passo mal,quando vou lá,não sei mais o que fazer,é uma tarefa muito demorada,sinto culpa,muitas coisas até estragam ,pelo tempo guardadas,outra pessoa podia ter aproveitado,já iniciei várias,marco uma hora por dia e não concluo.Aí não volto lá mais.Preciso tirar isso da mente,pesa.

  8. muito legal.
    Eu procrastino quando acho que a tarefa será grande demais…. Aí dá uma “preguiça” de começar.
    obrigada pelas valiosas dicas.

  9. A procrastinação rola comigo todo dia. Tento ser minha própria incentivadora, além de constantemente me lembrar de que ninguém vai fazer o que eu preciso por mim e que ninguém liga se eu passar os próximos 30 anos apodrecendo deitada na cama. Essa imagem é horrível pra mim, então eu logo arrumo “disposição” pra fazer as coisas.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui