Categoria(s) do post: Diário da Thais, Ambiente de trabalho, Vida de Escritora

Ambos os locais ainda não estão prontos para eu mostrar para vocês. Prometo que, quando estiverem, mostrarei aqui no blog. No escritório da “firma” ainda estou comprando os móveis e, para o home-office na casa, estamos em reforma. Mas eu quis trazer neste post apenas uma atualização para compartilhar com vocês como se dará essa divisão e porque ela existe em primeiro lugar.

Escritório da “firma”

Aluguei uma sala comercial em abril para que tanto eu quanto a Silvia (que trabalha comigo) pudéssemos trabalhar, além de ter um espaço para receber pessoas que trabalham comigo mas não no escritório. Esse espaço também serviria para gravação de aulas e vídeos, e está em andamento.

Muita coisa ficou parada quando a minha avó foi internada etc, e apenas agora estou retomando aos poucos cada uma dessas coisas, o que inclui o escritório.

Lá, terei uma mesa e uma estação de trabalho que será a minha estação oficial. É onde ficará o meu computador, os meus arquivos, meus documentos profissionais e tudo o que for relacionado ao meu trabalho com organização e produtividade – ou seja, a minha empresa mesmo.

Home-office

Então por que ter também um home-office?

Pensei muito sobre isso quando estávamos planejando a reforma da casa. Independente de ter um escritório fora, meu marido me convenceu de que seria importante ter um espaço reservado assim em casa, pois mesmo fora do escritório eu tenho minhas coisas para administrar e também gosto de estudar e fazer alguns trabalhos em casa. Ele estava certo.

O home-office vai funcionar então para aqueles dias em que eu precisar trabalhar de casa por “n” motivos, mas também para estudar de noite, trabalhar na minha dissertação, além de ter os materiais que vou precisar ter futuramente, quando trabalhar como professora e pesquisadora na área de Comunicação. É igualmente trabalho, mas um trabalho diferente do trabalho da “firma”. Lá ficarão os meus documentos pessoais, da família e da casa, além de livros sobre a minha área de pesquisa. Também quero ter um cantinho para voltar a fazer artesanato, algo que sempre gostei mas acabei parando por motivos de priorização de outras atividades.

Enfim, cada espaço de trabalho terá a sua função e ambos serão muito significativos para a minha rotina.

Assim que a reforma, estruturação e decoração forem evoluindo e eu tiver efetivamente o que mostrar aqui, prometo que mostrarei. Por hora, achei que seria legal compartilhar como tem sido esse processo, justamente para mostrar que a vida é feita de processos que levam tempo. 😉

Como é o seu espaço de trabalho hoje? Você trabalha apenas em casa? Concilia um escritório fora e outro em casa? Compartilha um pouquinho nos comentários para trocarmos ideias. Obrigada!