Categoria(s) do post: Áreas da Vida

O inverno chegou forte aqui em São Paulo e existem boatos dizendo que passaremos pelo inverno mais rigoroso de todos os tempos. Eu sinceramente sei que não se compara você enfrentar um inverno de 11 graus com um inverno de, sei lá, 4 graus, menos 7 graus, que existe na Europa. Mas eu já fui para a Europa no inverno algumas vezes e sei que a diferença é que lá as casas são preparadas para o inverno, com calefação. Aqui, não temos. Então eu (pelo menos) morro de frio dentro de casa e, depois que emagreci, mais ainda.

Por isso, eu adoto técnicas de guerrilha (kkk) para me vestir durante o inverno, tentando ao máximo manter o meu estilo (cof). A ideia é compartilhar com vocês como eu faço.

Decathlon, te amo <3

A Decathlon é uma loja de artigos esportivos que vende, além disso, itens de vestuário com preços em conta (outros, nem tanto) mas que atendem muito bem para quem tem bastante frio ou pretende viajar para lugares friorentos.

Quando o frio começa a dar seus primeiros sinais de vida, eu já corro para a Decathlon para comprar algumas peças que estejam faltando tanto para mim quanto para o restante da família.

O que eu tenho que é da Decathlon (você pode encontrar em locais diversos):

  • luvas
  • toucas
  • calças e blusas de tecido “soft”

Não, este post não é um publieditorial, mas fica a dica para a Decathlon. 😉

Essas roupas são incrivelmente úteis porque esquentam pra caramba (são feitas para trilhas e montanhas) e dá para usar por baixo das roupas do dia a dia, tipo casacões.

Camadas

O segredo de se vestir para o frio é usar roupas em camadas, porque se você entrar em um lugar quente ou ficar com calor, basta ir se despindo, como se etsivesse descascando uma cebola, e está tudo certo!

Algumas marcas de meias, como a Lupo e a Trifil (também não patrocinaram este post! kkk), vendem produtos chamados “segunda pele”, que basicamente são calças, meias e camisetas feitas daquele “paninho” da meia-calça e que não fazem volume mas esquentam MUITO. Vale a pena investir em alguns itens desses para usar em dias mais frios.

Eu costumo usar muito meia-calça fo 80 ou 100 por baixo de calça jeans ou até mesmo com saia, e fica super bom.

Se tem uma coisa que esquenta de verdade, é lã. Quando eu fazia trilhas, aprendi que a lã é o único material que esquenta mesmo estando molhado, e isso é uma informação importante.

Todos os anos, eu gosto de visitar aquelas “feiras das malhas” que acontecem na minha cidade (São Paulo) – ou se estou visitando outra cidade que tenha, tipo Campos do Jordão – e compro alguns itens essenciais, como toucas peruanas (têm forro duplo e são muito quentinhas!), calças de lã, cachecóis e outros acessórios do tipo.

Tenho umas duas ou três calças de lã que uso em dias *realmente* frios ou até mesmo por baixo do pijama. Posso não usar tantas vezes assim por ano, mas em todos os dias em que está muito frio, eu fico bem aquecida.

Robe

Por fim, eu gostaria de comentar sobre esse item que só recentemente começou a ser vendido em lojas de departamento brasileiras e que considero indispensável, que é o robe. Trata-se de um “casaco” para ser usado em casa, por cima do pijama, como se fosse uma espécie de roupão, mas com a única finalidade de te aquecer quando você sai da cama.

Tenho visto diversas lojas (tipo Renner, Marisa, C&A) venderem esse tipo de peça e eu diria sinceramente para você aproveitar que está na moda e adquirir um bem quentinho, porque faz MUITA diferença quando você está em casa.

Neste exato momento em que escrevo este post está 14 graus em São Paulo, o que nem é tão frio assim, mas o piso frio da minha casa deixa a sensação térmica ainda mais baixa, então #tocaaqui se você também é friorenta(o) e precisa de técnicas avançadas para se proteger do frio. kkk

Caso você tenha dicas adicionais, deixe um comentário! Vale dizer que neste post estou me referindo apenas a dicas de vestuário, e não dicas de aquecimento da casa de maneira geral. Você pode ler um post que eu tenho sobre como preparar a sua casa para o frio, que tem dicas bem úteis. Obrigada!