O que é o meu trabalho? Como ganho dinheiro?

Existem essas dúvidas sobre quem trabalha com conteúdo na Internet.

Também existem casos e casos. Existem pessoas que trabalham (e têm sua remuneração) apenas pelo conteúdo. Isso acontece através de patrocinadores, posts pagos e outras ações publicitárias, que envolvem participar de eventos, postar muito no Insta Stories, gravar vídeos e outros conteúdos desse tipo.

No meu caso, o conteúdo em si nunca trouxe meu faturamento principal. Eu costumo mais recusar ações comerciais relacionadas a conteúdo que aceitar e trazer para cá coisas que não tenham absolutamente nada a ver com o blog. Ainda hoje, anúncios como o AdSense do Google rendem muito pouco. Jamais daria para me sustentar ou manter a minha empresa.

O que eu observo, na maioria das pessoas que trabalha com conteúdo, é que o que fazemos proporciona que a gente trabalhe compartilhando conteúdo – simples assim. O nosso trabalho fora do blog, fora do canal no YouTube, é o que sustenta o conteúdo.

E meu trabalho fora do blog é o seguinte:

GTD

A Call Daniel é a franquia brasileira do método GTD, que foi criado por um norte-americano chamado David Allen (que hoje mora na Holanda), e é o método que eu uso para me organizar.

Comecei a trabalhar com o Daniel em 2013 através de uma consultoria de marketing digital, e no ano seguinte aceitei o convite para trabalhar como professora do método GTD em empresas e cursos abertos, para pessoas físicas. Daí vinha a minha remuneração principal na época.

Hoje, meu trabalho com o GTD (remunerado) se baseia nas seguintes responsabilidades:

  • Capacitação de instrutores e vendedores
  • Organizar e ministrar turmas abertas (os cursos presenciais) – agenda
  • Traduzir materiais

Ainda participo de projetos esparsos e estou investindo (= pagando do meu bolso) em uma certificação de coaching que me permitirá ter isso como serviço daqui a alguns meses, ensinando as pessoas pessoalmente e individualmente a usarem o método GTD.

Vida Organizada

O Vida Organizada nasceu como um blog, mas hoje é mais do que isso. Hoje a empresa se baseia nas seguintes responsabilidades (que trazem remuneração):

  • Cursos online – todos os cursos
  • Consultoria de organização
  • Mentoria para profissionais da área de organização
  • Venda de livros
  • Conteúdo pago
  • Eventos e palestras

Ou seja, são diversas fontes de renda que constituem um todo saudável e em crescimento, que me permite contratar pessoas e fazer investimentos cada vez mais focados tanto em termos de dinheiro quanto de tempo.

Um ponto importante de diferenciação foi ter identificado que, com o GTD, sou a especialista e, com o Vida Organizada, sou a gestora. Esse ponto foi fundamental, pois me permitiu visualizar o que eu deveria delegar e o que deveria ficar comigo, o que impacta diretamente na maneira como eu aloco os meus esforços diariamente.

Muitos leitores que acompanham o blog não conseguem imaginar de onde vem a remuneração dos seus blogueiros favoritos, então espero que este post possa mostrar pelo menos um pouco do que é o meu trabalho. A grande verdade é que quem trabalha com conteúdo o faz por amor ao negócio mesmo.

Qualquer dúvida que você tiver, por favor, poste nos comentários. Obrigada!

11 COMMENTS

  1. Adorei este Post! E tudo é uma construção, nada nasce de um dia para o outro. Gratidão por compartilhar o seu trabalho. Bjos

  2. Poxa que legal vc dividir isso. Sempre me perguntei isso, porque é muito claro que o conteúdo do seu site e seu programa editorial são frutos de uma decisão apenas sua, e não estratégia para fazer caber dentro de alguma publicidade. Mas não condeno que faz isso. Acho que é uma questão de valores e prioridades.
    Os conteúdos estão cada dia melhores. Parabéns. Amo o Vida Organizada.

  3. Admiro o seu trabalho a qualidade de seus textos e o GTD, nem se fala.
    Acredito que vende se uma ideia de ser blogueiro como algo que faz você ganhar uma grana sem esforço.
    O que vejo na verdade é que você tem que ter disciplina e trabalha muito. O que mais gosto é admiro no seu trabalho é realmente a criatividade impressa nele que me inspira.
    Graças a você e todo o seu conteúdo muitas coisas estão mudando. Inclusive a minha relação com minha carreira, que antes, achava que iria até me aposentar. Hoje estou tateando novas possibilidades, e isso é ótimo pois descobri o imenso potencial e vontade que tenho de aprender coisas novas.
    Sucesso a você sempre.

  4. Obrigada Thaís, por compartilhar este aspecto tão pessoal de sua empresa que, não deixa de ser também, de sua vida. De forma tranquila, sucinta e sem megalomanias. Resultado de seu trabalho e dedicação. Abraços e mais uma vez, obrigada.

  5. Confesso que sempre tive essa dúvida a seu respeito. Rsrs o melhor é que vc tem a oportunidade de fazer o que gosta e é isso que dá o suporte pra vc ganhar dinheiro com outras coisas que vc tbm gosta. Adoro acompanhar sua vida, isso me motiva! Realizei muuuuita coisa esse ano me baseando no que vc compartilha com a gente ( comecei a ler mais, me matriculei numa pós, aprendi o menu semanal, me motivou pro trabalho). MEU MUITO OBRIGADO, THAÍS! 😍

Deixe uma resposta para Lídia Cunha Cancel reply

Please enter your comment!
Please enter your name here

Carta da Editora – Maio 2020

Todo mês eu escolho um tema para nortear os conteúdos que serão criados nos diversos canais do Vida Organizada e o tema de maio...
Ler

Veja Também

Resumo do Mês – Maio 2020

Todo último dia do mês eu gosto de fazer um apanhado de como foi o mês que está terminando para mim, tanto...

Série de LIVEs feitas sobre o bem-viver em casa durante a quarentena

Entre os meses de abril e maio eu fiz uma série de LIVEs diárias (foram 28 no total), todos os dias, às...

“Thais, sua família segue a sua dieta?”

Existem algumas perguntas que eu recebo com muita frequência, então, sempre que eu identificar alguma assim, vou criar um post com a...

Sopa de inhame com espinafre e especiarias (vegana)

Seguindo por aqui na pegada de fazer receitas com base em cremes, caldos e purês durante a...

“Hábitos Atômicos” (James Clear)

Mais um livro da série “boas leituras para o período de quarentena”. Tenho lido alguns livros (e relido outros) que eu acredito...

Outros artigos como este