Categoria(s) do post: Diário da Thais, Planejamentos

Já comentei aqui no blog outras vezes que gosto muito da ideia de deixar um dia da semana para um foco diferente. Aos poucos fui trabalhando isso para ficar mais adequado ao GTD, que é a metodologia de produtividade que eu uso. O que eu fiz, então, foi definir que cada dia da semana terá um contexto diferente para mim e, dentro desse contexto, eu vou inserir as ações que quero priorizar no dia em questão.

Basicamente, eu estabeleci uma “vibe”, um foco, um nível de energia, um contexto mesmo para cada dia, a saber:

  • Domingo: renovação do espírito
  • Segunda: relacionamentos
  • Terça: ensino
  • Quarta: deep work
  • Quinta: administrativo
  • Sexta: conteúdo
  • Sábado: vida doméstica

“Ah Thais, significa que você só vai fazer esse tipo de atividades no dia?”. Não necessariamente. Mas os contextos servem sim como guia para que eu faça determinados agendamentos de acordo com o “tema” do dia, sempre que possível.

Como todo contexto trabalhado no GTD, significa o seguinte: nos intervalos do calendário, quando eu posso escolher o que fazer, eu vou visualizar a lista de contexto daquele dia em específico. Não se trata do dia, mas do foco que quero dar naquele dia, entendem?

De maneira geral, todos são contextos de trabalho (GTDisticamente falando). Mas, para cada dia, eu quis atribuir uma área de foco mental que me ajuda a trabalhar em atividades contextualizadas.

Eu já tinha publicado um post algum tempo atrás (agosto de 2017) em que falo publicamente sobre isso pela primeira vez. Desta vez, quis reformular esses contextos de acordo com a configuração do meu novo semestre, especialmente de acordo com o início das aulas do mestrado.

Além do que, essa atualização trás também a adequação às minhas 5 prioridades para 2018.

No vídeo abaixo você pode conferir a minha explicação para essa adequação e também a personalização pos contextos atualmente:

(se não estiver vendo o vídeo acima, clique aqui para assistir diretamente no youtube. aproveite para se inscrever no canal!)

Essa organização funciona muito bem para mim e me ajuda a me manter focada e produtiva.

Lembrando que isso não atrapalha prazos. Ou seja: se eu tiver algo relacionado à educação que tenha que ser feito na segunda, será feito na segunda e não na terça, quando “estabeleci” que o foco do dia seria esse. Mas, quando eu posso escolher trabalhar em algo, porque já finalizei tudo o que tinha prazo para o dia, eu foco nas atividades relacionadas, e isso tem me dado realmente um foco incrível e consigo ter ideias legais. Ou seja, eu crio os contextos que, dentro da minha análise de áreas de foco, são importantes que eu tenha no meu trabalho.

A grande graça de trabalhar com contextos no GTD é justamente se auto-conhecer e personalizar esses contextos para a sua vida. Eu estou maravilhada com esse modo que tenho trabalhado hoje e quis compartilhar com vocês.

Essa configuração também pode me ajudar (essa é uma ideia) a definir prazos para atividades específicas e quando fazer reuniões com pessoas, dependendo do assunto. Sempre que eu puder opinar ou decidir a respeito, uso essa configuração.

Quis escrever este post justamente para fazer uma atualização de um modelo que já venho trabalhando há algum tempo e que tem funcionado muito bem para mim. Caso tenha alguma dúvida, por favor, escreva um comentário. Obrigada!

Categoria(s) do post: Checklists

Todo mês, eu trago alguns lembretes de coisas que você pode querer ter no seu radar este mês. Você pode usar essa checklist para organizar em seu próprio sistema de organização como quiser. Alguns itens serão projetos, enquanto outros demandarão apenas simples ações, e outros podem virar compromissos em sua agenda. Você também pode imprimir essa lista e ir riscando à medida que for fazendo. Não existe certo ou errado na organização, contanto que a usemos para a realização.

  • Consolidar a rotina na volta às aulas
  • Implementar um sistema de mesada para as crianças
  • Terminar de organizar planilhas e documentos para a declaração do Imposto de Renda
  • Começar a planejar as férias de julho (lembre-se da Copa!)
  • Aproveitar ou descansar no Carnaval
  • Revisar seus objetivos para ver o que andou em janeiro
  • Guardar objetos e acessórios de praia caso não vá mais usar este ano
  • Agendar consultas médicas de rotina para fazer um check-up anual
  • Implementar um centro de comando em casa para lidar com a papelada que chega com os filhos todos os dias da escola (entre outras coisas)
  • Negociar possíveis dívidas
  • Estudar o plano de ensino do ano para ajudar seus filhos
  • Organizar um cantinho de estudos em casa
  • Anotar na agenda todos os compromissos escolares dos filhos durante o ano
  • Planejar os lanches que as crianças levarão para a escola e comprar com antecedência
  • Planejar o fim do horário de verão (16 de fevereiro)
  • Planejar os estudos para um concurso público que você sempre pensou em passar

E você, o que pretende fazer neste mês de fevereiro? Deixe um comentário! Obrigada.