Dicas para economizar na compra de material escolar

9
4114

Se você estuda ou tem filhos em idade escolar, pode ser que esteja nos últimos dias para comprar os materiais deste ano letivo. Por isso, eu trouxe algumas dicas que considero certeiras para que você economize:

  1. Pesquise! Não apenas nas lojas para garantir o melhor preço, mas pesquise também conversando na escola para perguntar se precisa mesmo comprar as marcas indicadas na lista ou se elas são apenas uma sugestão! Isso fará com que você economize bons reais.
  2. Veja antes o que você pode reutilizar dos materiais antigos. Nem sempre você precisa comprar tudo.
  3. Atenha-se à lista de compras. Leve em um bloquinho com você, impressa ou no seu celular. Não confie na sua memória.
  4. Em vez de comprar materiais com marcas de personagens, personalize materiais comuns! Imprima da Internet, use recortes de revistas e toda a sua criatividade para criar materiais que terão a sua cara (ou a cara dos seus filhos).
  5. Pague em dinheiro. É muito difícil uma loja não fazer um desconto adicional no pagamento com dinheiro. Por isso, em vez de parcelar ou pagar no débito, pague em dinheiro e negocie para economizar ainda mais.

Você tem alguma dica adicional para economizar na compra do material escolar? Deixe nos comentários!

9 comentários

  1. Para quem tem filho em idade pré-escolar, aconselho comprar 2 kits de cada material; parece idiotice, mas como eles usam – e perdem – muito facilmente, na metade do ano pra comprar outra leva fica bem mais caro!

    Pesquisar na internet tb é uma dica! Comprei na Kalunga os da minha filha e economizei bastante!!! Sem passar stress…

  2. Com relação aos livros, sempre há boas opções daqueles que já foram utilizados por outras pessoas em anos anteriores. Neste caso é sempre bom verificar se a edição do livro corresponde à que está sendo pedida na lista. Obrigado pelas dicas.
    Abço

  3. Eu recomendo que se for possível compre materiais de boa qualidade. Uma boa mochila, por exemplo, pode durar ANOS! E mochila é um troço caro, necessário e que se começa a dar problema (descosturar, zíper, etc) gera um aborrecimento danado. Sempre personalizei os materiais das crianças (quando eles gostavam de alguns personagens/temas) imprimindo da internet. Colava nas capas dos cadernos e arrematava com plástico transparente. Livros não consumíveis procuro comprar em sebos (on line) ou na OLX. Já cheguei a economizar metade do valor da lista comprando assim. Cadernos às vezes nem são totalmente usados (ou quando a criança começa o caderno quase no fim do ano): arranco as páginas escritas e pronto. E se sobrarem poucas folhas, arranco e vira bloco de anotações. Outra maneira de economizar é marcando o material escolar e os uniformes com o nome da criança, afinal ninguém merece acabar de comprar aquele casaco caro e perdê-lo no dia seguinte (já aconteceu conosco algumas vezes).

  4. Procure os livros em sebos. Os didáticos são um pouco mais difíceis pois propositalmente mudam muito as edições. jà economizei R$60,00 em um dos livros do meu filho. Os de literatura estão sempre disponíveis nos sebos.

  5. A Kalunga da em desconto o peso das folhas dos cadernos( sem a capa e a espiral). Então comecei a desmontar os cadernos.
    Seis cadernos tirando a espiral viraram dois cadernos novinhos! Comprei duas espirais novas numa papelaria a 0,70 centavos cada. Ficaram impecáveis.
    Então, ao final desse ano já vou desmontar os cadernos para economizar. Minha filha é muito cuidadosa e não forma orelhas nas folhas.
    Considerando que os cadernos novos, universitário capa dura custam de 8,50 a 12,50, e uma economia considerável.

  6. Ótimas dicas!! Thais, se possível gostaria de sugerir que os links dos outros sites (organização da casa e o seu pessoal) ficassem em destaque aqui no vida organizada, porque nos lembra de visitá-los também.
    Obrigada

  7. Quando era criança, minha mãe ia comprar materiais com outras duas mães e comprava algumas coisas em grande quantidade (ex: caixa de borracha) e aí dividiam a compra. Barateava os materiais básicos, que todos usávamos.

  8. Thaís,

    Aqui na minha cidade, Araraquara, interior de SP, comprei a lista básica (lápis, caneta, cadernos, borracha, lápis de cor, giz de cera, canetinhas e etc…) nas lojas de R$ 1,99.
    Pelo que trocamos de informação, com outros pais, economizei na faixa de 60 a 80, para quem comprou em papelarias.
    Fica a dica, pois estas lojas, quase sempre são esquecidas, mas vale á pena pesquisar.

  9. Se for comprar livros e paradidáticos, visitar sebos e feiras de livros usados. Aqui em Fortaleza consegui comprar 2 paradidáticos usados em bom estado pelo preço de 1 novo.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui