Categoria(s) do post: Feng Shui, Áreas da Vida

Você já pensou alguma vez em olhar para a sua casa como se não morasse nela? Bem, eu faço isso profissionalmente, mas creio que todo mundo com uma boa dose de determinação, pode fazer o mesmo.

Eu tenho que colocar as coisas em linhas gerais, mas há quem habite uma casa ou um apartamento e até talvez outros tipos de moradias, mas o mais importante agora é o seguinte: caminhe para a sua entrada. Nós entendemos por entrada a sua porta principal ou social, se ficar mais fácil. Pode ser que entre a rua e essa entrada para a área efetivamente construída, a qual denominamos casa, pode haver um jardim, uma entrada para carros…se for o caso, se antecipe e comece pelo portão da rua. Lembre-se, hoje a sua marca será a impessoalidade, então deixe os afetos para lá e responda sinceramente:

– Como essa casa recebe as pessoas? Vindo da rua, o número (identificação) está visível? É apresentável? Você encontrou facilmente a campainha? O som dela é agradável?

O número da casa pode atrair sorte?

O ideal é que você anote as suas observações, impressões, porque é assim que nós, os consultores de Feng Shui , fazemos. É preciso diagnosticar, para depois oferecer o remédio.

Entre o portão e a porta principal: a área é limpa, está livre de tralhas, entulhos, restos de reformas, brinquedos e bicicletas quebrados? Há lixeira ou sacos de lixo no local?

porta entrada

Bem, por que tudo isso?

A fachada e entrada da casa “contam” um pouco do que se encontra no seu interior, como são os seus moradores e que tipo de energias estão trocando ou convidando para entrar. Quem quer atrair para dentro saúde, amor, prosperidade, precisa otimizar bastante esse espaço, tornando-o bem atrativo para receber o bom c’hi, a boa energia vital.

Então já sabe: todo o lixo deve ser removido, o local deve estar limpo, desobstruído e que fique bem claro que os reparos precisam ser solucionados prontamente, ou seja, se a campainha não funciona, o número da casa não existe ou está danificado, a lâmpada está queimada, há problema na fiação ou qualquer outra coisa que cause uma primeira má impressão, isso não pode ficar esperando o carnaval chegar, a aposentadoria, o dinheiro extra…aja rapidamente! Substitua, conserte, reforme, organize…faça o que for preciso.

O FENG SHUI E A BAGUNÇA NEGLIGENCIADA!

As lojas de materiais dão muitas orientações: bricolagem, faça-você-mesmo, tudo isso se torna possível, econômico, prazeroso…nada que assistindo alguns vídeos/tutoriais no youtube não possa ser resolvido com sucesso.

Com tudo devidamente registrado, aproxime-se do interior da casa.

Ao chegar à porta principal, observe como ela se encontra. Abre e fecha com facilidade? Existe algo encostando na porta, que a impeça de abrir totalmente? Raspa no chão? Faz barulho? Está empenada?

Maçaneta e fechadura cumprindo com suas funções? E as dobradiças?

Agora vem o mais importante da nossa conversa de hoje:

A nossa porta de entrada é considerada pelo Feng Shui como uma “boca”, por onde principalmente se alimenta toda a moradia. Ela vai convidar as energias a entrarem no ambiente, por isso precisamos deixá-la impecável. Limpa, com a pintura em ordem, sem ferrugem e transmitindo uma sensação de segurança e aconchego.

  • Segundo o Feng Shui, a porta deve abrir para dentro e ainda que por qualquer razão você entre sempre pela porta dos fundos ou de serviço, procure algumas vezes se sentir uma celebridade e entrar magistralmente pela porta principal, faça isso pelo menos uma vez na semana!
  • Você sabia que para o Feng Shui a maçaneta da porta de entrada é como a “mão da casa”? Sim, ao tocar na maçaneta é como se você estivesse cumprimentando a casa. E a gente sabe como é gostoso apertar uma mão firme. Portanto, invista numa maçaneta anatômica, sólida, cujo “aperto de mão” seja poderoso, resistente e imune às negatividades.
  • Tenha um capacho junto à porta. Ele pode ser decorado, temático ou somente colorido, mas sempre demarcando onde termina o mundo profano e começa o seu espaço sagrado. Ele receberá os pés dos moradores e ajudará com o excesso de impurezas que vem da rua.
  • É sempre muito recomendável ter uma planta ou um par de plantas junto à porta principal. Se optar por uma somente, posicione-a, se possível, à esquerda de quem chega. São boas opções a Zamioculcas (até onde há pouca luz), o Lírio da Paz e as palmeiras todas, com destaque para a Raphis. Na hora de escolher a sua amiga verdinha, consulte o fornecedor em relação à entrada de luz, regas e outros cuidados. Planta protege e purifica, desde que esteja saudável, sem folhas e flores secas, que precisam ser removidas.

A dica da Zamioculcas vale também para quem mora em apartamento, pois vai muito bem em corredores e halls, sobretudo se a porta ficar no fundo do corredor, de frente para o elevador ou escada. Ela ajudará na circulação de energias e será um verdadeiro escudo de proteção.

Plantas: nossas aliadas

– Uma dica amada por todo mundo é colocar um BAGUÁ talismã (octógono espelhado) acima da porta. Reza a lenda que ao passarmos sob ele, somos purificados. O baguá também “devolve” energias negativas que são direcionadas à moradia.

No próximo post já estaremos dentro de casa, portanto, vamos aproveitar esse tempinho para seguir as dicas. Nós vamos olhar para cada cômodo com olhos de Feng Shui e juntos vamos deixar o nosso ambiente harmonizado e muito mais gostoso.

E você? Tem alguma curiosidade ou pergunta específica sobre Feng Shui?