Categoria(s) do post: Saúde

Quantos de vocês declararam 2016 como o ano de pegar mais leve, ir mais devagar e/ou desapegar? Eu tenho ouvido muito isso de diversas pessoas este ano, além de ser uma delas. Será que todo mundo está cansando de viver uma vida sobrecarregada e com muita correria?

desapego-2016

Essa sobrecarga de informações, de coisas a fazer e de oportunidades é relativamente recente. Talvez 10 anos? Não faz tanto tempo assim que passamos a viver (sem aviso!) em um mundo 24/7. O fato de o smartphone ter se tornado acessório praticamente obrigatório, as redes sociais nos deixarem conectados o tempo inteiro e a necessidade de melhor aproveitamento do tempo de trabalho (trazendo possibilidades como trabalhar em casa, para diminuir o tempo de trânsito e gastos com viagens) são mudanças de hábitos que transformaram culturas e têm mudado toda a nossa forma de trabalho e relacionamentos.

Antigamente (e, por antigamente, eu me refiro a 15, 20 anos atrás), a gente podia bater o ponto às 17 horas e ir para casa descansar. A cabeça conseguia se desligar do trabalho e dormíamos cedo. Tínhamos tempo para tudo o que queríamos fazer. Era comum até mesmo ter tédio! Hoje, o tédio foi substituído pelo cansaço, quando não pela exaustão.

Esse caminho não tem volta. Sempre teremos muita coisa para fazer. O envolvimento criativo em um trabalho significativo faz parte de um profissional engajado e isso povoa nossa mente de ideias, novos projetos e planejamentos. Queremos nos conectar rapidamente. Até o e-mail se tornou uma forma mais lenta de comunicação! Não atender o telefone virou ofensa. As pessoas falam mais rápido, executam mais rápido, tomam decisões mais rapidamente.

maisdevagar-2016

Isso não significa que devemos apenas entrar no furacão e sair voando desesperadamente com ele. Podemos fincar os pés em uma base sólida e aprender a desenvolver a força do “não” – tanto para os outros quanto para nós mesmos. Mas como a gente consegue dizer não se tem tanta coisa acontecendo, tantas oportunidades surgindo?

É aqui que entra a aplicação prática do que descobrimos com nossos valores, princípios e missão pessoal. E essa descoberta pode ser fácil. No fundo, você já tem alguns desses conceitos definidos aí dentro de você. Eles podem surgir em momentos-chave da sua vida – geralmente quando você passa por um momento muito difícil, de reformulações, frustrações, sobrecarga mesmo, e consegue enxergar com mais clareza o que quer e o que não quer para a sua vida.

A grande questão é que, se você não parar conscientemente, vai parar inconscientemente. Se o ritmo te incomoda agora, já está te incomodando antes mesmo de você perceber. E essa necessidade de querer pegar mais leve é um passo corajoso que você está dando, porque ele vai na contramão do que todo mundo acha mais correto hoje em dia. Parabéns por isso. Você deve ter se decidido justamente porque seu corpo, sua mente ou seu espírito já deve ter dado um sinal de alerta. E o simples fato de você tê-lo escutado é incrível e de uma intuição super bonita, de conexão mesmo com quem você é.

segredo2016

[Tweet “Não há nenhum segredo na forma de pegar mais leve a não ser começar.”]

Pare de se cobrar tanto. Pare de tentar ser perfeita(o). Ninguém é. Pare de querer fazer tanto. Curtir a vida – as conquistas que você alcançou até agora – não é crime. Dá para ir rápido, mas dá para chegar no mesmo lugar curtindo a trajetória também. Mesmo porque, se você não a curtir, pode ser que nem chegue lá. Aí tudo terá sido em vão mesmo.

Algumas coisas muito simples que você pode começar a fazer agora mesmo:

  • Pegue uma folha de sulfite e anote tudo o que vem à sua cabeça. Preocupações, coisas que precisa fazer, coisas que precisa lembrar. Apenas o fato de passar para o papel fará com que você já fique mais tranquila(o) por não estar armazenando algo que não precisava.
  • Respire com calma. Toda vez que se sentir nervosa(o), estressada(o), cansada(o), feche os olhos, por 3 minutos apenas, e preste atenção na sua respiração. Se algum pensamento vier, deixe ele ir embora. São apenas 3 minutos. Daqui a pouco você volta a trabalhar.
  • Faça uma atividade lúdica, fora do computador, de preferência. Se estiver em casa, brinque com o cachorro. Toque violão. Desenhe com os seus filhos. Pinte um daqueles livros de colorir que hoje em dia fazem sucesso. Cante sua música preferida. Regue as plantas.
  • Saia de casa (ou do escritório) e olhe para o céu. Contemple as nuvens, sinta a brisa nos seus cabelos. Feche os olhos e ouça os ruídos da rua.
  • Faça uma lista de tudo aquilo pelo qual você é grato(a) hoje. Pense na sua vida como é, e em quantas pessoas estão envolvidas para que ela seja da forma atual.

O segredo para pegar mais leve é simplesmente ir mais devagar. Agora mesmo. Se concentrando na única coisa que você deveria estar fazendo nesse momento. Se estiver almoçando, não mexa no celular. Coma direito, preste atenção nos sabores, no efeito da comida dentro do seu corpo. Pode pensar na vida, sempre. Faz parte. Mas, se a gente não for mais devagar, nunca consegue pensar nela. E o resultado a gente já conhece, não é?