Categoria(s) do post: Áreas da Vida

“Eu não tenho tempo para organizar meu tempo!”

Essa é a desculpa mais comum das pessoas desorganizadas. Você é uma delas? Continue lendo!

Antes de querer organizar sua vida, você precisa se livrar de tudo o que não presta mais! Veja que será um processo difícil, mas você deve ser persistente, porque vale a pena! Não dá para organizar tralha. Isso vale não só para os objetos que você tem em sua casa e no escritório, mas para relacionamentos, projetos e outras atividades. Vamos começar com a tralha física e material porque, pela minha experiência ao longo dos anos, venho observando que, quando as pessoas abrem espaço em suas casas, automaticamente transferem esse comportamento para outros aspectos da vida também, naturalmente.

Livrar-se da tralha leva tempo, mas você não deve desistir se quiser ter uma vida melhor e mais prática. Leia as dicas abaixo para ter uma idéia de como fazer isso.

Algumas dicas gerais para se livrar da tralha

Se você tem 2 objetos absolutamente iguais, verifique se realmente precisa de dois ou mais. Algumas pessoas têm a mania de “reservar” objetos, caso um deles quebre, por exemplo. Depende da necessidade. Obviamente, você precisa ter lâmpadas reservas em sua casa. Mas será que realmente precisa de 2 cortadores de unha, por exemplo? Sempre que verificar essa duplicidade (ou multiplicidade!) de objetos, pergunte-se qual a necessidade. Se você tem itens duplicados porque viaja muito, por exemplo, guarde os objetos dentro da mala, por exemplo. Não deixe ali, atrapalhando a sua rotina.

Quando esvaziar uma caixa, gaveta, sua mesa de trabalho, a geladeira etc, guarde somente o que você utiliza ou é realmente útil. O que não pertence àquele lugar não deve voltar jamais. Você tem 3 alternativas para o(s) objeto(s) em questão: doar, jogar fora ou guardar no lugar certo. Sempre que quiser guardar algo e não encontrar um lugar, não pense que a solução imediata é comprar mais caixas e estantes. Antes disso, avalie se o que você já tem guardado vale mais que aquele item em suas mãos. Na maioria dos casos, o lugar já existe na sua casa, mas está sendo ocupado por algo menos importante que aí sim você pode se desfazer.

Você tem certeza de que precisa guardar todos os seus trabalhos e cadernos do tempo da escola? Se você fez desenhos lindos, talvez valha mais a pena tirar fotos e jogar o original fora. Afinal, sinceramente: para que você precisa daquilo ocupando espaço? Se guardar seus cadernos for algo realmente importante para você, considere a idéia de ficar somente com um. Recicle o resto. Hoje em dia, com ferramentas como o Evernote, você pode digitalizar tudo, guardar a lembrança de forma segura na nuvem e liberar espaço em casa. Mantenha em formato impresso (ou papel) somente aquilo que não tem jeito mesmo, como contas, documentos assinados e outros.

Com toda a certeza você se deparará com objetos que não usa e não vê qualquer utilidade, mas por algum motivo você não quer se desfazer. A solução é simples: guarde todos esses objetos em uma caixa. Quando ela estiver cheia, feche-a e coloque uma etiqueta com a data. Guarde-a em um lugar que não te atrapalhe. Se durante o período de 1 ano você não precisar de nada que está dentro dela, jogue a caixa inteira fora, sem abrir, ou doe para caridade (caso valha a pena).

Toda vez que comprar alguma coisa, livre-se de algo semelhante. Por exemplo: comprou uma calça jeans? Doe uma que não usa mais. Esse procedimento evitará o acúmulo de coisas inúteis em sua casa. Claro que não é uma regra cravada em pedra, mas pode servir como referência na maioria dos casos, especialmente para roupas e acessórios, se você tiver a tendência a comprar demais.