Como se organizar trabalhando de dia e estudando à noite?

18
5312
Este post foi a sugestão de uma leitora através do formulário para envio de sugestão de pauta. Quer ver algum tema abordado aqui no Vida Organizada? Envie também.

O que ela sugeriu:

Thais, penso que um bom tema a ser tratado no blog seria algo do tipo: “dicas para aqueles que trabalham o dia todo e estudam à noite”. Estou nesta condição (sou advogada e mestranda). Muitas vezes sinto perdida e vejo que minha rotina está completamente bagunçada (durmo pouco, me exercito pouco, tenho que optar por compromissos…). Não sei se você já tratou sobre o tema (até porque sou leitora há não muito tempo), mas penso que muitas pessoas podem se interessar. Abraço!

Querida leitora,

Conciliar duas atividades intensas (como trabalhar o dia todo e estudar à noite) não é fácil. Demanda esforço, disciplina e um gerenciamento enorme de energia para não ficar cansado física e mentalmente. Minhas sugestões para você são as seguintes:

  1. Procure planejar sua semana. Uma vez por semana (domingo, talvez, mas pode ser no dia que você quiser), veja todos os compromissos que você vai ter (incluindo horário de trabalho). Insira os períodos em que estará se deslocando, em trânsito (isso é importante para saber a estimativa de tempo disponível). Ao chegar em casa, você toma banho, faz janta ou qualquer outra atividade? Pode querer planejar isso também. Insira tempo suficiente de sono (sim! bloqueie em seu calendário as horas de sono) e veja quantas horas sobram para os seus estudos. Se sobrarem três horas, por exemplo, veja como pode distribuir seus estudos ao longo da semana. Faça esse planejamento religiosamente toda semana. Ele será fundamental para a sua organização.
  2. Garanta que o planejamento da sua semana como um todo seja factível. Não adianta se comprometer a dormir só quatro horas por noite achando que vai manter esse ritmo insustentável por muito tempo. Todas as áreas da sua vida são importantes, dos estudos à sua saúde. Busque uma vida equilibrada. Mesmo que leve mais tempo para atingir suas metas de estudo (ex: passar em um concurso público), pelo menos você fará isso sem prejudicar as outras áreas.
  3. Gerencie sua energia. Se você sabe que precisa dormir oito horas todas as noites, priorize esse tempo. Procure acordar todos os dias no mesmo horário, pois o corpo gosta de rotinas (inclusive aos finais de semana). Alimente-se bem – e aqui pode valer a pena buscar médicos que indiquem uma dieta funcional para a vida que você tem.

Com relação aos estudos, você pode querer organizar seus grandes projetos (como a monografia) em uma ferramenta boa para gerenciar ideias, como o Evernote. Procure digitalizar artigos e enviar matérias legais pegas na Internet para lá. Todas as tarefas podem ser organizadas em uma ferramenta simples e eficiente, como o Todoist. Controle os prazos do seu curso em um calendário que você goste – pode ser uma agenda de papel ou eletrônica, como o Google Calendar.

No mais, otimizar seu tempo o máximo possível pode ajudar, por isso a recomendação de ferramentas eficientes e a disciplina com o planejamento semanal. Você pode buscar métodos de estudos específicos como o método por ciclos do Alexandre Meirelles ou o uso de mapas mentais. Ambos podem ajudar.

18 comentários

  1. Thais, acompanho seu blog faz alguns anos e acredito que já melhorei muito no quesito organização. Te agradeço muito por isso!
    O meu caso pode ser um pouco mais complicado, mas nem tão incomum: Acordo as 5:15 e saio de casa as 5:35, para me deslocar até onde pego o fretado (moro em Sorocaba, mas trabalho em Barueri) vou dormindo no fretado(+-50 min), começo a trabalhar as 7:30. Tenho +- 1 hora de almoço, trago minha comida, assim consigo estudar/ler uns minutos no almoço. Saio do trabalho as 17:00, pego o fretado novamente, as vezes não consigo me manter acordada na viagem, pois a essa hora o sono já é bastante (também prefiro dar uma descansada para conseguir ficar mais disposta a noite). Tenho aula das 19 as 23, onde sempre me mantenho focada e sinto que meu desempenho tem melhorado muito depois de ler muitas de suas dicas. Chego em casa as 23, janto, tomo banho, organizo minhas coisas pro dia seguinte e deito pra dormir as 00:30.
    Essa é minha rotina atual, bem corrida! Durante a semana procuro priorizar o que é essencial, não tenho como dormir menos pra conseguir estudar por exemplo, nem mesmo consigo isso. O meu maior problema é conciliar os milhões de trabalhos da faculdade e apesar de ter uma rotina bem definida durante a semana, nos finais de semana peco muito e as 48 horas não rendem tanto quanto durante a semana…

    Quais dicas você daria pra quem tem que aproveitar o final de semana para estudar, se organizar pra semana, descansar, arrumar a casa, ter vida social e etc? Se tiver algum post sobre isso eu devo ter deixado passar rs, pois não perco nenhuma postagem!

    Beijos!!

  2. Eu tenho uma sugestão que funciona para mim: sempre carregue material de leitura aonde for, porque às vezes você ganha umas boas páginas lendo no ônibus, na fila do banco… Esses pequenos espaços de tempo que seriam “perdidos” economizam bastante tempo no final das contas.

    Eu li essa dica do livro do Cal Newport, How to become a straight-A student. E uso muito! Já li vários textos somente no ônibus. É um livro cheio de dicas valiosas e, embora seja voltado para estudantes de graduação, tem dicas maravilhosas sobre como estudar de forma eficiente e sem sofrimento.

  3. Suas dicas não poderiam ser melhores Thais. E acho que se aplicam em tantos estilos de vida que esse post deveria ser um “must read” 😉
    A grande lição que eu tirei desses anos lendo seu blog é que só nos organizando e planejando seremos capazes de atingir nossos objetivos e suas dicas são sempre muito úteis pra chegarmos lá!
    Um beijo!

  4. O item 1 aqui já virou hábito, o item 2 mais ou menos, mas o item 3 para mim é o mais difícil.

    Essa dica de ler em todos os lugares possíveis é ótima! Inclusive para quem anda de ônibus, otimiza muito o tempo!

  5. Só para alertar, mais uma vez, a prescrição de dietas e planos alimentares é atividade privativa do Nutricionista, regulamentada por lei.

      • Na parte que você escreveu buscar médicos…rs. Nutricionista não é médico e apenas o nutricionista pode presecrever dietas. Não sou nutricionista nem médica, mas tenho visto esse tema bastante atualmente.

          • Sim, eu sei que ela não teve a intenção de desmerecer a profissão. Eu apenas estou comentando como uma crítica construtiva. Eu tenho visto uma grande luta por parte dos nutricionistas para terem sua profissão reconhecida pelas pessoas, visto que muita gente tende a valorizar apenas o médico. Daí se você pega uma atividade que é exclusiva da sua profissão (prescrição de dietas) e coloca como conselho procurar médicos para fazer isso, acaba sendo um desserviço para os nutricionistas. Colocar o termo médico para dar a entender que quer dizer “profissionais de saúde” só faz desvalorizar os demais profissionais, pois parece que o médico que vai resolver tudo. Cada profissão tem sua importância e sua função. Mas de verdade é uma crítica construtiva mesmo. Não é para criar polêmica, apenas consertar um erro que há no texto e que foi inclusive citado pela Ana Costa.

  6. Amei o post! Pessoalmente, estou enfrentando este desafio hoje, e venho sofrendo com crises de consciência por não conseguir estudar o suficiente (em quantidade e, principalmente, em qualidade).
    Uma colega que é muito eficiente na faculdade sugeriu-me adotar a técnica do pomodoro para gerenciar o tempo e a energia nos estudos.

      • Eu tenho hoje três disciplinas na pós, e vinha tendo muita dificuldade em conciliar a grande carga de leituras e fichamentos exigidos.
        Depois que essa amiga me deu a dica, e me inspirando no estudo em ciclos que você postou uma vez aqui, bolei o seguinte esquema:
        – durante a semana, bloqueei três ciclos de 1,5 hora (três pomodoros por ciclo) nos meus dias mais tranquilos (terça, quarta e sábado), um dia para cada disciplina.
        – nos dias mais corridos (segunda, quinta e sexta), reservo apenas 0,5 hora (um pomodoro), também um por matéria.
        Somados estes ciclos, fiz um padrão de estudo de 2 horas/semana por matéria, totalizando 6 horas. Como são horas diluídas na semana, o estudo rende melhor.
        Às vezes, sobra tempo de uma disciplina e consigo realocar para outra. Quando o tempo total é insuficiente, acabo tendo que estudar no fim de semana…

  7. Dicas muito boas… Eu também sou da turma do trabalho+estudo e me vejo cada vez mais necessitada de implementar o GTD na minha vida… Já comecei e sinto que, de fato, se você conseguir deixar a sua mente livre, você se concentra melhor nos estudos e faz render muito mais aquele tempo que lhe é disponível…

  8. Thais queria dizer que adoro muito o que vc faz!!!
    Fico muito feliz quando leio seus posts!
    Todo vez que leio renasce uma esperança que um dia eu chego lá!!
    Estou melhorando aos pouquinhos…
    Obrigada!!

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui