Áreas da Vida

Como eu me organizo: Rita Domingues

Hoje inicia uma nova série no blog chamada Como eu me organizo, em que eu pretendo entrevistar pessoas legais que possam trazer dicas sobre produtividade e inspirar o leitor a viver uma vida mais significativa. Esta série foi idealizada a partir da série How I Work, do blog Life Hacker. Acho muito legal como eles fazem e sempre quis ter algo semelhante para o blog, em português. Espero que vocês gostem!

Como o tema do mês de janeiro é Simplifique!, nada mais justo que trazer para inaugurar esse espaço a nossa maior referência blogueira da simplicidade voluntária: Rita Domingues, do blog Busy Woman and the Stripy Cat.

200115-rita01

Nome: Rita Domingues
Onde mora: Faro, sul de Portugal

Uma palavra que descreva seu estilo de organização:

Simples.

O que você faz?

Sou bióloga marinha, doutorada em ciências do mar e trabalho como investigadora na universidade. Neste momento sou também aluna de psicologia. Estas duas atividades ocupam a maior parte do meu tempo, mas também faço questão de ter tempo para a minha família, para as minhas práticas espirituais (yoga), para andar de bicicleta ao fim de semana, para cuidar da casa, para ler muito e ver algumas séries na tv…

200115-rita08

Modelo de celular que usa atualmente

Sony Xperia. Não sou muito fã de celulares e durante muito tempo não quis um smartphone, mas quando finalmente comprei um, apercebi-me de todas as potencialidades e agora uso bastante – até para ler, com a aplicação Kindle!

Computador que usa atualmente

Tenho quatro computadores… Gosto muito dos portáteis da Toshiba; tenho dois, um novo no trabalho e um velhinho em casa. Tenho também um portátil pequenino da Asus que uso mais em viagens. No meu gabinete no trabalho tenho ainda um desktop Pentium.

Que ferramentas ou aplicativos de organização você não consegue viver sem?

Gosto de manter as coisas simples, não usar demasiadas ferramentas e ter sempre acesso a elas. Para a organização e planeamento a médio e longo prazo uso o Google Calendar (partilhado com o meu companheiro) e o Workflowy, onde registo as tarefas e projetos em andamento e futuros. Para o dia a dia uso um caderno onde aponto as tarefas mais importantes, despesas, ideias, o planeamento da semana, e coisas assim, mais a curto prazo.

Como é o seu local de trabalho?

Na universidade tenho um gabinete, partilhado com mais duas colegas, onde tenho apenas uma secretária com duas gavetas e um armário de arquivo. Já tive mais mobília, mas percebi que a maioria das coisas que guardava era tralha.

Ultimamente tenho trabalhado mais num gabinete dentro do laboratório, onde estou sozinha. Lá só tenho o portátil e os materiais que preciso para o trabalho que estou a fazer. Não gosto de estar rodeada de papéis e coisas desnecessárias. Quanto menos, melhor!

200115-rita02

Em casa tenho o meu escritório, que também é sala do piano e estúdio de yoga… Tenho uma mesa, um módulo de gavetas e uma estante de prateleiras. Já tive muito mais, mas quando comecei a simplificar e a destralhar, livrei-me de muitas coisas que não interessavam…

Gosto de ter os meus espaços de trabalho arrumados, organizados e apenas com o necessário.

Qual sua melhor dica para otimizar o tempo?

Saber exatamente o que tenho para fazer. Todos os dias escrevo no meu caderno as tarefas mais importantes e os compromissos com hora marcada. Agendo a realização dessas tarefas, porque se deixar andar ou começar a fazer outras coisas, acabo por não as fazer…Outra coisa importante é saber dizer não àquilo que não me interessa. E ser realista e não querer fazer tudo ao mesmo tempo, ou seja, focar-me no mais importante.

As pessoas nem têm ideia do tempo que perdem em coisas que não interessam… Um bom exercício é, durante 1 semana, apontar tudo o que se faz. Assim, apercebemo-nos dos sugadores de tempo (geralmente é a televisão e a internet) e conseguimos otimizar as 168 horas semanais.

Qual sua maneira preferida de organizar tarefas?

No dia a dia, papel e caneta. Já usei ferramentas online para isso, mas sentia sempre falta de escrever à mão. Resumidamente, uso um caderno quadriculado tamanho A5. Escrevo uma página por dia, faço um planeamento semanal no início de cada semana com base no GCal e no Workflowy, e faço também um planeamento mensal mais abstrato. Nas páginas diárias desenho uma linha temporal das 9 às 21h para compromissos, aulas, atividades dos meus filhos e outras coisas com hora marcada, e planeio o resto em torno disso. Aponto o menu para o dia, o dinheiro que gastei, às vezes até escrevo os meus pensamentos ou coisas giras que aconteceram nesse dia…

Tirando o celular e o computador, qual sua ferramenta de organização que você não vive sem?

O caderno. Comecei recentemente a usar o tablet dos meus filhos para ler os meus livros kindle. Já pensei comprar o Kindle propriamente dito, mas consigo ler bem no celular e agora com o tablet ainda leio melhor, por isso não vejo necessidade de mais um brinquedo… O celular para mim não é muito importante… As duas ferramentas que são mesmo muito importantes para mim são o caderno e o computador.

O que você acha que faz em termos de organização que é um passo à frente do que vê as outras pessoas fazendo? O que te diferencia, em termos de organização, das outras pessoas?

Não gosto de tralha (ninguém gosta) e oponho-me ativamente à entrada e manutenção da tralha cá em casa (isto, pouca gente faz).

Comecei a diferenciar-me das outras pessoas quando me tornei minimalista, há mais de 3 anos atrás. Nessa altura destralhei a casa e a cabeça, e continuo com frequência a avaliar tudo o que tenho para ver se vale realmente a pena.

200115-rita03

Deixei de sentir apego às coisas materiais e isso é fundamental. O apego traz infelicidade; o desapego é libertador. Acho que é esta a grande diferença entre mim e as pessoas “normais”. Percebi que a felicidade não está nas coisas, mas sim dentro de mim. Deixei de me preocupar com o que os outros pensam de mim e do meu estilo de vida cada vez mais alternativo. O que tenho e o que faço é por mim, porque me traz felicidade, e não para mostrar aos outros.

Em Portugal ainda há, infelizmente, essa cultura do ter só para mostrar… há muitas pessoas com grandes carros, moradias, roupa de marca – e a conta bancária quase a zero. Serão essas pessoas felizes? Quando percebi isto, tudo mudou. Livrei-me de imensa roupa, dei livros, joguei papéis velhos fora… Quando se tem pouco, é muito mais fácil organizar e manter organizado. E assim sobra tempo para outras coisas!

As outras pessoas, que não têm uma vida profissional tão intensa como eu, estão sempre a queixar-se que não têm tempo para nada… Eu, pelo contrário, já não me queixo de falta de tempo! Portanto, basicamente, o que me diferencia vem cá de dentro; é uma motivação intrínseca para fazer as coisas e uma maneira diferente de olhar para a vida, que depois se reflete nas coisas práticas do dia a dia.

O que você gosta de ouvir enquanto está trabalhando?

Ouço sempre música, sobretudo através do Spotify. Vario entre o jazz, música clássica e outros tipos de música instrumental, dependendo do tipo de trabalho e esforço mental que preciso fazer.

Como é a sua rotina de sono?

A minha rotina de sono sempre foi complicada…. Apesar de dormir bem durante a noite, sempre tive dificuldades em adormecer… Recentemente comecei a atacar este problema.

Deixei de beber chá antes de ir para a cama, tento não ficar ao computador até à hora de dormir e faço questão de ler sempre um livro em papel de ficção ou biográfico (ou seja, nada de livros de desenvolvimento pessoal que me façam pensar e ter novas ideias…) na cama.

200115-rita04

Preciso dormir pelo menos 7 horas e de preferência 8. Idealmente, gostaria de me deitar sempre à mesma hora, mas ainda não consigo. Gosto de acordar cedo, de preferência às 6 da manhã, para ter tempo para fazer a minha prática de yoga e meditação nas calmas, mas esse hábito ainda não é consistente, ou seja, há dias em só acordo quase às 8h…

O que você faz no dia a dia que melhora muito sua produtividade?

No trabalho uso muito uma variante da técnica Pomodoro – trabalho 45-50 minutos completamente focada no que estou a fazer, sem ceder a distrações como o facebook ou blogs, e depois faço uma pausa de 10-15 minutos, em que me obrigo a levantar e sair da frente do computador. Esta técnica é maravilhosa para combater a procrastinação. Quando são tarefas que gosto menos ou custam mais, faço os pomodoros originais, de 25 minutos, com 5 minutos de descanso.

Estabeleço as 3 tarefas mais importantes para o dia (MIT) e as big rocks semanais. Essas tarefas são o foco da semana; se as completar, mesmo que não faça mais nada, já fico feliz!

200115-rita06

E ao contrário da maioria dos conselhos dos gurus da produtividade, vejo o email logo de manhã, vejo o facebook, instagram e blogs, e despacho tarefas simples, rápidas e chatas, antes de começar a trabalhar nas MITs. Percebi que assim fico com a consciência mais descansada para trabalhar no que é mais importante, sem ter essas outras coisas sempre no pensamento…

Você prefere trabalhar em casa ou em outro lugar?

Depende… Há alturas em que passo uma semana em casa a trabalhar, pois farto-me da universidade. Depois, começo a fartar-me de estar em casa e volto para a universidade. De vez em quando preciso de uma mudança de cenário. Agora tenho três sítios distintos para trabalhar: gabinete, laboratório e em casa. Alterno entre os três, mas tenho passado mais tempo no laboratório pois estou sozinha. E eu, como introvertida, prefiro mesmo estar sozinha – fico com mais energia!

Qual o melhor conselho para a vida que você já recebeu?

Vários… Lembro-me de um namorado me ter dito que quando quero alguma coisa, devo dizê-lo em vez de ficar à espera que os outros adivinhem… Também me lembro da minha avó me dizer para eu nunca começar a arranjar as sobrancelhas, porque quando se começa, é para sempre… e é mesmo verdade…

Existe mais alguma informação que você gostaria de compartilhar com quem estiver lendo?

As pessoas são diferentes. O que faz sentido para uma pessoa poderá parecer ridículo para outra. Há quem ache que organizar é complicar, mas isso depende de cada um. Em vez de passarmos tanto tempo a criticar e a julgar os outros pelas suas escolhas, devíamos direcionar essa energia para descobrir quem somos e o que queremos – e agirmos nesse sentido!

200115-rita07

Eu adoraria ver participando desta série: Thais Godinho

Todas as imagens deste post foram cedidas pela Rita, de seu acervo pessoal.

Você também pode gostar...

Posts mais acessados

65 Comments

  1. Uau Thais que serie interessantissima! Rita Domingues tem minha admiração. Parabéns!

  2. Em Portugal ainda há, infelizmente, essa cultura do ter só para mostrar… há muitas pessoas com grandes carros, moradias, roupa de marca – e a conta bancária quase a zero, Humm agora sei de onde bem esse jeito brasileiro de ser hahaha. Brincadeiras a parte adorei a material,muito interessante. Um dia ainda pretend usar alguma ferramenta extraordinaria para me organizar,mas por enquanto caderno,caneta e um aplicativo de lista no cellular tem resolvido.

  3. A Rita é uma simpatia, né? 🙂

  4. Adorei!

  5. Gostei da parte de arranjar as sobrancelhas. Tenho pensamento semelhante sobre cutículas. Uma vez mexidas, é um inferno para o resto da vida. 🙂

    Eu gosto muito da Rita. Gostei muito da entrevista.

  6. Eu leio os dos blogs há algum tempo, por indicação sua Thais.
    Realmente são duas fontes de informação de alta qualidade e que se completam.
    Adoro a forma como vocês duas lidam com a vida, organização, família, simplicidade e produtividade.
    Obrigada!

  7. Thais,

    Adorei a idéia da entrevista… e essa moça é tão inspiradora quanto você.
    Acho legal ter outra perspectiva de organização no seu blog pois como a Rita falou cada um tem seu jeito de organizar… vou copiar algumas ideias dela para colocar no meu dia a dia.
    Parabéns! Sempre surpreendendo…

    Abraço
    Fabiana

  8. Marina Leite says:

    Inspirador!!! Deu um gás no meu nublado dia. =)

  9. Amei!

    Me identifiquei com muita coisa, principalmente o uso de papel!

    Continue a série Thais, começou bem!!!

  10. Incrível como consegue fazer tantas coisas!!! Admiro pessoas assim!!!

  11. Oi Thaís só passei pra agradecer…estou cada mais motivada. Teu blog e o grupo (Leitor) tem mudado minha vida. Que belas inspirações da Rita…parabéns e obrigada por tudo!

  12. Adorei a entrevista. Já sigo seu blog a um tempo e gostei muito dessa iniciativa. Estou ansiosa para a próxima entrevista. Bjs

  13. Victoria Morena says:

    Thais, ameeeeeeeeeeei! Eu conheci o blog da Rita através do VO há uns 2 anos, e a partir dai leio sempre! Através do blog dela que decidi, definitivamente, utilizar a técnica pomodoro e trouxe resultados incríveis na minha produtividade. Parece besteira mas é ótimo!!!
    E adorei essa série, é sempre bom conhecer pessoas legais e ganhar essa “injeção” de inspiração!
    Sugestão: poderia fazer com o Daniel Burd e a Marcia Sisi da Call Daniel. :;D

  14. Adorei a matéria! Ansiosa pra ler as proximas! É muito bom saber a opinião de outras pessoas quando o assunto é organização, acho que sempre aprendemos mais um pouco ou pegamos uma dica nova!

  15. Eeeeeeeeee…também quero saber sobre você Thais!

    Adorei 🙂 🙂 Ficou ótima essa página.

    Beijãozão*

  16. Adoro tudo organizadinho assim também!
    Parabéns pelo blog e pelo estilo de vida!
    Abraço,
    Bhdicas

  17. Adorei! A Rita é uma inspiração!

  18. Adoro quando os blogs que curto tanto se encontram assim! Bom saber mais sobre a Rita!

  19. Adorei, Thais!!! Que inspirador!

    Lembrando que, como ela é de Portugal, algumas palavrinhas são um pouco diferentes aqui no Brasil…

    Secretária = mesa escrivaninha
    Gabinete = escritório
    Sítio = lugar / local
    Coisas Giras = coisas legais, bacanas
    Arranjar a sobrancelha = fazer a sobrancelha, consertar, arrumar a sobrancelha

    Já peguei algumas frases pra mim também:

    “As pessoas são diferentes. O que faz sentido para uma pessoa poderá parecer ridículo para outra.”

    “quando quero alguma coisa, devo dizê-lo em vez de ficar à espera que os outros adivinhem…”

    “Um bom exercício é, durante 1 semana, apontar tudo o que se faz. Assim, apercebemo-nos dos sugadores de tempo (geralmente é a televisão e a internet) e conseguimos otimizar as 168 horas semanais.”

    “Estabeleço as 3 tarefas mais importantes para o dia (MIT) e as big rocks semanais. Essas tarefas são o foco da semana; se as completar, mesmo que não faça mais nada, já fico feliz!”

  20. Me identifiquei MUITO com a Rita 🙂
    já lia o blog dela, mas meio de vez em quando. Vou aproveitar para visitar com mais frequência.

  21. Que emoção!!! As duas autoras dos meus blogs preferidos juntas! =D

    Foi ótimo ver a Rita por aqui…Abriu muito bem a seção!

    Beijos Thaís!

  22. Ana Carolina Souto Maior Bernini says:

    Escolha perfeita para começar essa série! Parabéns!

    A Rita e o blog dela são ótimos! Sou fã de carteirinha. Aprendo e me enriqueço muito com ela.

    Se for possível, gostaria de sugerir uma personalidade para ser entrevistada: o Daniel Burd. Acredito que será muito enriquecedor conhecer um pouco mais sobre ele e a forma dele se organizar no dia a dia.

    1. Ele será! ;D
      Obrigada.

      1. Ana Carolina Souto Maior Bernini says:

        Yessss!

        Muito Obrigada!

        PS. Acabei de ver a foto do Daniel mostrando para o David Allen como ele faz o GTD dele. Que máximo!!! 🙂

  23. Fernanda Barros says:

    Amei!
    A partir de agora surgiu um novo objetivo para mim: ser minimalista.
    Muito obrigada, Thais.
    Seu blog tem me ajudado bastante.
    Parabéns e mais sucesso para você.

  24. Conheço o blogda Rita desde que ela começou no minimalismo. Lembro do sofá azul rsrs. Nesta época eu tinha muita coisa e comecei tabem o destralhe. Minha vida cada dia é mais pratica e feliz. Como disse no grupo, Rita é minha guru de mini malismo, vc é minha inspiração em organização. Obrigada por este post!

      1. Tá vendo Rita? O sofá rendeu! rsrs bjs

  25. Adorei esta ideia. Gostei muito da entrevista. Como sempre vc manda bem.

  26. Tania Lopes says:

    “Giro” essa série, como diria a Rita, rsrsrs…
    Vida Organizada e Busy Woman and the Stripy Cat são meus blogs preferidos!

    Abs.

  27. Que série maravilhosa! Vou adorar acompanhar. 🙂
    Bjos

  28. Oi Thais,

    Gostei muito da entrevista da Rita. Conheci seu blog através da Fran (Blog morando sozinha) e o da Rita através do seu e agora acompanho os três.

    Esse é meu primeiro comentário que deixo no seu blog, depois de ter mais de um ano que leio e ficando oculta já era hora de perder a vergonha, né?!! hehehe.

    Na verdade, com essa correria da vida eu achava que não tinha tempo para nada. Até minhas leituras nos blogs eram muito rápidas.

    Esse ano descobri (estava na minha frente, mas eu não via) o que estava me atrapalhando: muita tralha guardada como roupa, móveis sem utilidade, horas no computador, muito papel de coisinha guardada, pessoas que fizeram por não merecer meu tempo – tudo isso ficava sugando meu tempo e eu não percebia.

    Esse ano decidi fazer diferente, antes de fazer minha lista de 2015, decidi organizar minha vida. Me inspirei no blog da Rita, que comecei a ler através do seu blog, e destralhei todo o meu guarda-roupa. Deixei só o que realmente estou usando e as roupas de inverno, guardei em malas para ter mais espaço. Isso foi libertador, a sensação de ter menos roupas foi muito boa. Agora não perco tempo escolhendo roupa, pois antes mesmo não usando uma peça ela ficava ali ocupando espaço e eu nunca a escolhia para usar.

    Minha rotina matinal agora é maior, agora acordo às 6h e tenho mais tempo para fazer 30 min de exercício, tomar café em casa tranquilamente e ainda consigo fazer alguma tarefa doméstica antes de sair para o trabalho às 8h e mais disposta. Antes eu acordava 30min antes de sair para trabalhar e só tinha tempo de tomar banho e me arrumar, o café eu tomava no trabalho. Chegava no trabalho com uma fome enorme e muito agitada com a correria que era, tudo isso para dormir mais tempo e isso me deixava mais cansada.
    Com a mudança de rotina sinto que tenho mais tempo, mais disposição e estou mais centrada no trabalho.

    Uma matéria que sempre lia no seu blog e nunca conseguia aplicar era o cardápio semanal. Como eu almoço na rua, nunca sabia programar minha alimentação tanto na rua como em casa. Resolvi, então, ir ao nutricionista (já tinha um encaminhamento médico desde julho em casa e nunca tinha tempo de ir) e com a reeducação alimentar que ele me passou, já consigo programar meu menu semanal e minha lista de compras já está praticamente pronta, dentro daquilo que posso comer.

    Ainda quero melhorar minha organização no computador, percebo que tenho muita tralha virtual que acho que um dia vou precisar e não consigo deletar. Estou começando a usar o evernote, mas estou engatinhando…rsrs.

    Espero que consiga seguir assim e ir melhorando ao longo do ano.
    Acho que isso foi uma carta e não um comentário! =)
    Um beijo! Priscila.

    1. Obrigada por compartilhar.

  29. Carlos Teixeira says:

    Gostaria de ver duas pessoas, vindas deste mundo de blogs e afins:

    – Rita Lobo, do Panelinha
    – Augusto Campos, do Efetividade

    Quem sabe, um dia…

  30. Wilma Rocha says:

    Adorei!! muito boa idéia dessa série e nem sei desde quando acompanho a Rita, blogs como os de vocês, eu só aprendo e dou um gás a minha rotina. Parabéns!!

  31. Ainda nao consegui me organizar como deveria mas continuo voltando porque sei que é uma questão de tempo.

  32. Adorei a série e também a 1ª entrevistada.. Abraços!

  33. Thais,

    Adorei ver a Rita escrevendo pro seu blog. Adoro as duas!

  34. Adriana Moreira says:

    Adorei conhecer um pouco da Rita através dessa entrevista! Acho que eu tenho uma “alma minimalista”, também não dou importância exagerada ou grande a coisas, objetos. Acredito que para ser feliz preciso estar de bem comigo mesma. Isso é bom por um lado, mas quando se convive com pessoas que não são assim e que possuem dificuldade de se desapegar das coisas é um pouco complicado. Tenho tentado me livrar da tralha em casa, mas sempre acabo esbarrando na vontade dos que moram comigo. Marido e filho. Tenho tentado fazer minha parte e não vou desistir de tentar colocar tudo na organização. A disciplina é algo que quando se alcança é um bom instrumento para tornar a vida mais leve! Agradeço a você, Thais, e pelo seu blog que sempre nos enche de dicas para ser mais organizada e disciplinada!
    Esse ano, em especial, quero tentar voltar a praticar exercícios físicos para estar em paz com meu corpo e colocar minha mente para caminhar ao lado do organismo!
    Obrigada por tudo! Que você tenha paz sempre e possa distribuir essa paz a todos que você encontra em sua vida!
    Abraços,
    Drica.

  35. Ótima série, Thais! E começou muito bem, com a Rita. Me impressionei quando ela comentou que mesmo tendo uma vida intensa, não sente que falta tempo. Quero ser assim!

  36. Adoro a Rita e amei a ideia da série!!
    Só não entendi o conselho da avó arranjar sobrancelha, alguém me ajuda??

    1. Ariane, tudo bem?

      Ela quis dizer que uma vez que vc “faz” a sobrancelha, tem que fazer pra sempre, vira escrava dela… como alguém comentou antes, é a mesma coisa com as unhas: se tirou a cutícula, vai passar a vida tendo que tirar a cutícula todas as vezes em que for à manicure. 🙂

      Bjs.,

  37. Cintia Castro says:

    Adorei a matéria! Parabéns!

  38. Adorei Thais!

    Nada mais justo do que convidar a Rita para inaugurar essa série. Ela é uma pessoa incrível!

    Conheci o blog dela através do V.O. e viciei, já li todos os posts, rs.

    Assim como no seu blog, entro todo dia no Busy Woman para me inspirar.

    Rita, parabéns pelo seu estilo de vida e pelo blog, os posts são ao mesmo tempo originais e simples, mostrando sempre uma nova visão sobre as coisas.

    Beijos,

  39. Que bela lição!

    A Rita é uma inspiração, como você, Thais! Escolhe-la para inaugurar a série foi uma excelente ideia.

    Vou adorar ver outros posts da série!

    Ps: Não dá para acreditar como o blog está ficando cada dia melhor!!!! Parabéns pelas novas iniciativas, pelas novas ideias, novas séries, e novos planos que têm compartilhado conosco! Sua opção por viver sua missão está nos beneficiando com conteúdo ainda mais rico e envolvente. Obrigada, sempre!

  40. Adorei a entrevista da Rita, não perco um post dela! Obrigada

  41. Ótima entrevista! Realmente quando a gente se desapega de coisas banais sobre tempo para fazer as coisas verdadeiramente importantes e produtivas. Espero me desapegar mais das redes sociais. Ô vício!

  42. CARA, quero ser amiga dela! Me identifiquei muito com o minimalismo, com o hábito de eliminação de tralha constante (no meu caso, na casa e na vida), e com as sobrancelhas<3

  43. Suzana Melo says:

    Adorei a matéria.
    Muito legal esta ideia das entrevistas.

  44. Muito boa a entrevista! Gostei da novidade do blog! Parabéns!!!

  45. Muito legal!

    Mais uma inspiração para acompanhar.

  46. Adorei! Inspiradora! beijinho para Thaís e Rita =*

  47. Amei demais o post e a série <3 Mal posso esperar pelo próximo convidado.
    Vou pesquisar a ferramenta que a Rita citou, a Workflowy.
    Beijos!

  48. Amei a ideia Thais!! ansiosa pelo próximo!!

  49. Talita Belan says:

    Thais … cada vez me vejo mais dependente do seu blog! Dependência boa!!!! Parabéns pela idéia da série …. gostei muito das perguntas escolhidas! Em relação à entrevista, retorno ao trabalho na próxima 6ª feira, e com certeza vou testar inserir duas rotinas da Rita, o Pomodoro e as 3 tarefas do dia e as Big Rocks … estava muito precisando dessa luz! Um lindo 2015 para todos!

  50. A Rita é a GRANDE referencia em Portugal no minimalismo! AMEI! ADOREI! Parab+ens às duas!!

  51. Muito bacana.
    Gostaria de ver duas pessoas entrevistadas também:
    A Bia Kunze, a Garota sem Fio, que foca em mobilidade.
    E o Vladmir Campos, do Organizando a Vida com o Evernote.

  52. Muito bom!! Realmente as pessoas são diferentes com ideias e filosofia de vida ímpar.
    Parabéns pela entrevista.

  53. Fico uns dias sem visitar o blog (excepção mesmo!!!) e não vi este post espetacular das duas melhores bloguers que conheço! Ainda por cima saiu no dia do meu aniversário! Obrigada Thaís! Obrigada Rita! São as duas um espetáculo e responsáveis por grandes mudanças na minha vida nos últimos anos! Tudo de bom para Vocês! Beijinhos

  54. Leio o site quase que diariamente.
    Sou extremamente desorganizada, antes não ligava, mas depois que casei e me tornei mãe, fico louca. Me sinto mal. 🙁
    Masss… tenho melhorado lendo tudo isso aqui. Várias vezes no dia.
    Não sou muito da tecnologia, gosto é de caderno rsrs
    Adorei a entrevista! Me senti inspirada e calma!!!
    Obrigada Rita, Obrigada Thais.

  55. janaina Imperiano says:

    Amo seu blog. Ele está me ajudando muito a simplificar minha vida. Bjs

  56. Tania Lopes says:

    Querida Thais, eu adoraria ver aqui no blog uma entrevista com a Mafalda do blog “A felicidade é o caminho”. Se for possível, ficarei muito agradecida!

    Um grande abraço.
    Tania

Deixe uma resposta para Mari Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *