Categoria(s) do post: GTD™

Gostaria de compartilhar com vocês todos os planos que eu tenho para o blog em 2015! Não são poucos. <3

Linha editorial

Por volta de setembro, eu começo a pensar na linha editorial do blog para o ano seguinte. Nos últimos três anos, eu venho trabalhando com temas específicos, que norteiam os posts ao longo de cada mês. Em 2014, eu quis deixar a linha editorial mais “livre” e espontânea, e não gostei muito do resultado. Eu gosto de ter as coisas bem amarradas e definir uma linha editorial, depois os calendários e os posts relacionados, me deixa mais tranquila e com as ideias organizadas. Portanto, voltarei a fazer isso em 2015.

A linha editorial do blog no ano que vem terá como foco os VERBOS DA ORGANIZAÇÃO e cada mês terá um verbo a ser trabalhado em todo o conteúdo editorial (posts, vídeos, podcasts e até os workshops). Conheça os temas:

vo-jan-2015

Vamos falar muito sobre como simplificar o nosso dia a dia, nossas rotinas, nossas atividades e questionar bastante a glorificação do “não tenho tempo”.

vo-fev-2015

No mês de volta ás aulas, vamos falar sobre aprendizados. Não só os formais, que temos na escola, faculdade, cursinho, pós-graduação, cursos diversos, mas no dia a dia. Como melhorar o aprendizado de tudo o quer precisamos absorver e entender?

vo-mar-2015

Ao mesmo tempo que a tecnologia nos ajuda a manter certas conexões que antes estavam quase perdidas (parentes distantes e colegas de escola no Facebook, por exemplo), no dia a dia podemos ficar mexendo no celular enquanto a pessoa ao nosso lado está… mexendo no celular também! É importante falarmos sobre conexões porque não dá para ser organizado e definir prioridades sem levar em conta nossos relacionamentos.

vo-abr-2015

Como melhorar o foco nas diversas atividades que precisamos executar no dia a dia? Como aproveitar boas ideias, criar, escrever, entregar trabalhos importantes no prazo? Falar sobre foco é fundamental. Quando trabalhamos focados, chegamos lá mais rápido.

vo-mai-2015

Nada como dar um respiro depois de alguns meses do ano! Com a chegada do friozinho (em alguns lugares!), vale a pena começar a priorizar o descanso e o bem-estar. Como descansar mais no dia a dia? Dormir bem, ter momentos de lazer e curtir a vida? Vamos falar sobre isso!

vo-jun-2015

Junho, além do mês da chegada do inverno, também é o mês dos namorados. Que tal termos como tema amar mais nesse mês? Tudo o que envolve amor, paixão, relacionamentos, sonhos, vivacidade será abordado aqui.

vo-jul-2015

No inverno, é natural ficarmos mais introspectivos. Que tal aproveitar esse momento para olhar para dentro e avaliar valores, hábitos e pensamentos que podem estar nos levando a tomar atitudes que não queríamos? E como promover essas mudanças?

vo-ago-2015

Já falamos sobre conexões, mas e a necessidade de a gente se desconectar só um pouquinho para conseguir focar em outras coisas importantes? Ficamos tanto tempo usando celular, checando e-mails e atualizando nosso status nas redes sociais, que alguns livros ficam largados na estante, o parque nunca mais recebeu sua visita e sua caixinha de chá continua cheia. Vamos desconectar?

vo-set-2015

Priorizar é a palavra que buscamos quando pensamos em organização! Vamos ter um mês inteirinho dedicado a esse tema tão importante, que é aprender a definir prioridades no dia a dia. Vou ou não naquela reunião? Aceito ou não aquela proposta de emprego? Faço ou não aquele curso? Só teremos essas respostas se nossas prioridades estiverem bem definidas.

vo-out-2015

Neste mês das crianças, exerça sua criatividade! Sua mente está livre para criar no seu trabalho, em casa, na vida? Como será que a gente consegue resgatar esse estado mental livre e trazer a inspiração para o dia a dia?

vo-nov-2015

No Budismo, acredita-se que todos os problemas vêm da mente. Uma das delusões causadas por ela é justamente o fato de termos atitudes egoístas, que prejudicam os outros. Portanto, o que podemos fazer hoje para ajudar outra pessoa? Que tal resgatarmos a mente de compaixão e o sentimento de servir ao próximo?

vo-dez-2015

Vamos celebrar nossas conquistas em dezembro e nos preparar para um ano novinho em folha que estará chegando! Vamos tornar nosso 2015 tão significativo a ponto de não chegarmos em dezembro novamente e dizer que “passou rápido”.

GTD

Agora sou Gerente de Produto GTD na Call Daniel e estou envolvida até a cabeça (como se antes não estivesse!) na melhor metodologia de produtividade do mundo. Uso o GTD há mais de oito anos e praticamente tudo o que falo reflete ensinamentos da metodologia. Em janeiro, vou para Amsterdam participar do curso GTD Fundamentals e é provável que eu conheça pessoalmente o próprio David Allen! Estou tão feliz que sequer consigo pensar muito a respeito, porque ainda não caiu a ficha direito!

No blog, é natural que eu fale bastante sobre o GTD, mas venho pensando em maneiras de fazer isso de uma forma mais estruturada. Novidades virão em 2015!

Desafios

A partir de janeiro, o checklist do mês virá com um desafio novo de organização. Trata-se da definição de um cantinho da casa para organizar para fazermos juntos – ao longo do mês, postarei meus avanços e dicas para organizar o lugar em questão. No final do mês, postarei o meu resultado e o dos leitores que participarem. Quem for blogueiro, pode postar em seu próprio blog. Sempre quis fazer algo assim e acredito que será muito divertido! Preparem-se!

Workshops

Para ter um contato mais de perto com os leitores, estou organizando workshops temáticos ao longo do ano de 2015 (pelo menos um por mês) para falarmos de perto sobre organização, trocarmos ideias e aprender muito! Você pode conferir a programação dos workshops aqui. Todos lá já estão com as inscrições abertas!

São muitos projetos que espero conseguir colocar em prática e consolidar nesse novo ano que chega, então conto com a ajuda de vocês. 🙂

Obrigada por tudo, pessoal!

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Tomar a atitude de começar a se organizar é muito legal. Parabéns pela iniciativa! Certamente você terá uma série de benefícios só pelo fato de começar a se organizar um pouquinho. Porém, por experiência própria, pode ser que você caia em algumas situações que são comuns para quem começa a se organizar. Para te ajudar, fiz uma listinha falando sobre elas, com dicas para facilitar o processo:

1. Fazer uma maratona de organização

“Uhu, se organizar é muito legal! Quero organizar minha casa inteira!” Sua casa não ficou desorganizada da noite para o dia e não ficará organizada do dia para a noite. Tenha calma! Faça tudo aos poucos para não ter uma espécie de burn-out e jogar tudo para os ares. Não adianta tirar todas as roupas de dentro do guarda-roupa, todas as panelas do armário e os sofás do lugar. Muitas pessoas que começam a se organizar se empolgam e querem fazer tudo de uma vez. O resultado é estafa total e a chance de deixar a organização de lado, enorme. Não precisa ser assim. Comece organizando aquele cômodo que mais precisa da sua atenção. Depois, vá passando para os outros. É até melhor construir com calma os resultados, porque você consegue ponderar melhor o que está fazendo.

2. Querer fazer tudo sozinha(o)

Organização é um processo que pode partir de uma única pessoa, mas envolve outras pessoas que vivam no mesmo local. Peça a opinião de quem mora com você sobre as necessidades da casa mas, mais do que isso, observe os sinais do dia a dia. Veja quais são os hábitos das pessoas, onde elas deixam as coisas, o que elas precisam ter sempre à mão. Não existe uma receitinha básica para organizar todas as casas – não há um padrão ou fórmula mágica. Cada casa tem suas necessidades e pessoas com rotinas diferentes. Não adianta você querer fazer tudo do seu jeito e ignorar o que as outras pessoas pensam. Se não, ninguém vai seguir a organização e todos vão se estressar. Ninguém quer isso!

3. Não se preparar psicologicamente

Organizar o que quer que seja não é fácil porque demanda desapego e discernimento. Não dá para organizar tralha. Logo, se existe tralha, providências terão que ser tomadas. Você está preparada(o) para doar, vender, consertar, se desfazer das suas coisas? Você tem consciência do por que está organizando o seu espaço? Existem um motivo e uma necessidade ou você está apenas querendo organizar pelo prazer estético? Não há problema algum com relação a isso, mas você precisa ter seus objetivos bem claros para prosseguir com a motivação correta.

4. Subestimar o tempo que leva

Mais uma vez, a organização não acontece da noite para o dia. Eu ouso até dizer que ela nunca acaba. Nossa vida muda o tempo todo! Temos sempre coisas novas acontecendo, soluções novas para encontrar. O legal de aprender a se organizar é que você saberá sempre como recomeçar. Esse é o conhecimento mais importante que você vai obter durante o processo de organização. Portanto, não pense que “vai tirar o dia para organizar o guarda-roupa” como se fosse uma tarefa que se esgote em si mesma e não precisará ser feita nos próximos, sei lá, dois anos. Você pode organizar o seu guarda-roupa em um dia, mas o que o manterá organizado é o seu trabalhinho diário com relação a ele. Tem que analisar o que compensa para você – ou não. A organização não é para dar trabalho, mas para facilitar.

5. Ser pega(o) pela síndrome do “objeto coitadinho”

Enquanto você ficar com dó de se desfazer de coisas que não usa mais (ou nunca usou), sua casa continuará cheia de tralha. Faça suas escolhas. Preciso dessa tralha ou do meu espaço? Não é para se desfazer de tudo o que tem e ficar somente com “o necessário”, especialmente porque “o necessário” varia de pessoa para pessoa. Um artista pode considerar seus quadros, discos e livros necessários, enquanto um chef de cozinha considera todos os seus mil apetrechos culinários extremamente necessários. O que é necessário para você e para a sua família? Isso é o que deve ficar.

Essas são cinco situações muito comuns para quem está começando a se organizar. Será que você já passou por alguma delas? Deixe um comentário!