Entrevista com a personal organizer: Regiane Deppe (Organare)

15
2268

221014-regiane01Hoje o Vida Organizada traz uma entrevista com a personal organizer Regiane Deppe, da Organare. A ideia é trazer um pouco mais do mundo das POs para os leitores, não apenas com dicas, mas para divulgar o trabalho de boas profissionais e inspirar aqueles que queiram seguir na profissão.

1. Qual seu nome, onde você mora e como atua profissionalmente hoje?

Meu nome é Regiane Deppe. Nasci em São Paulo e moro em Campinas (interior de SP) há 13 anos. Sou consultora em organização profissional e proprietária da Organare, empresa especializada em serviços de organização e produtividade.

2. Como iniciou a sua carreira como organizadora profissional?

Desde que me entendo por gente gosto de organização. Acreditem, fui uma criança que curtia arrumar a cama e fazia isso até com um braço engessado! Tinha satisfação de ver tudo no lugar e também aliviava um pouco a carga da minha mãe.
A ideia de seguir carreira como organizadora profissional surgiu durante um período sabático. Eu havia tirado licença não remunerada da empresa onde trabalhava há 15 anos, para poder focar 100% em minha vida pessoal por alguns meses.
Nesta época resolvi fazer um curso de organização, pesquisei a fundo o assunto, tanto no Brasil como no exterior, e percebi o quanto estava apaixonada pelo tema. Foi aí que decidi investir na carreira, tanto como consultora quanto como empreendedora.

3. O que mais te motiva nessa profissão?

Ajudar pessoas levando ordem ao caos e ensinando-as a se organizarem. A sensação de estar tirando o peso das costas de alguém, deixando a vida mais leve e prática me empolga muito.

4. Qual a ferramenta de organização que você acha essencial na organização dos ambientes de clientes?

Acredito que a rotuladora seja uma ferramenta importante. Ela é fundamental para demarcarmos os espaços definidos para cada item com etiquetas. Muitas vezes o que é obvio para pessoas organizadas, não é tão obvio assim para quem está começando a se organizar ou para a funcionária da casa que fará a manutenção da organização. Além de demarcar qual a finalidade do espaço, a etiqueta inibe que ele seja descaracterizado, ou seja, que vire bagunça de novo com objetos diferentes do que já foi definido pela etiqueta.

211014-regiane03

5. Qual o item de organização que você utiliza sempre nas residências?

Cestos organizadores, com certeza. São versáteis e podem ser úteis em cozinhas, despensas, quartos de crianças, home office… Enfim, em vários ambientes. Existem organizadores de vários tipos, para todos os gostos e bolsos.

6. Como você define o seu estilo de organização? O que te diferencia das outras personal organizers?

Eu definiria meu estilo como focado no profissionalismo, integridade e harmonização. Procuro transmitir tranquilidade, seja para meus clientes ou para as pessoas que trabalham comigo, respeitando sempre a individualidade e a diversidade de cada um.

Acho difícil dizer o que me diferencia das demais colegas de profissão, afinal cada uma tem o seu diferencial, aquilo que a conecta com seu público e faz dela especial para o cliente que a escolheu.

Eu diria que minha bagagem profissional e pessoal, desde antes de me tornar consultora, facilitaram para que eu conquistasse clientes e parceiros assim que me lancei no mercado, como, por exemplo, a experiência em liderança, bagagem em negócios e relacionamentos com clientes e fluência no inglês. Pesquiso muita literatura fora do Brasil, tenho contato com consultoras no exterior e atendo expatriados.

211014-regiane

7. Que ferramentas ou aplicativos você utiliza para se organizar?

Sou fã de planilhas, uso muito o Google Drive para gerenciar projetos de clientes e, atualmente, tenho usado também o Evernote, que tomei conhecimento pelo ‘Blog Vida Organizada’. Além disso, não abro mão da agenda de papel.

8. Como é o seu dia a dia de trabalho?

Trabalho em média de 5 a 6 horas por dia em projetos de clientes, que podem envolver desde a organização até pesquisa e compra de produtos para eles. Raramente trabalho sozinha, conto sempre com pelo menos mais uma consultora para tocar os projetos comigo. As parcerias que desenvolvi têm sido essenciais para gerenciar o tempo. Divido os ganhos, mas a carga de trabalho também, o que para mim é importante para ter uma boa qualidade de vida, tempo e energia para minha família.

Também cuido da parte administrativa, financeira e marketing da empresa nos intervalos do almoço ou à noite, depois que minha filha dorme. Dependendo da época, o dia fica bem puxado, mas na maioria das vezes nem sinto, pois amo muito o que faço e me sinto realizada também como empreendedora.

211014-regiane02

9. Quais seus contatos para os leitores que tiverem interesse em contatá-la?

Site: www.organare.com.br
E-mail: contato@organare.com.br
Facebook: www.facebook.com/organare
Instagram: @organare_organizer
Telefones: (19) 98866-1186 / (19) 3388-2694

10. Alguma consideração final?

Uma das coisas mais importantes que aprendi com esta profissão foi que organização tem a ver com pessoas e com não objetos. É preciso estar muito conectada com as necessidades de cada cliente antes de trabalhar com os pertences dele.
Em organização trabalhamos com técnicas e não regras impostas. E no final das contas o que importa é o cliente sentir que de alguma forma o ambiente foi mais do que organizado, foi revitalizado e sem perder a identidade.

Regiane, muito obrigada pela entrevista. Tenho certeza que todos os leitores adoraram conhecer um pouquinho mais sobre você.

Alguém gostaria de fazer alguma pergunta para a Regiane? Por favor, use os comentários. Obrigada!

15 comentários

    • Depende da organizer, do cliente, da quantidade de cômodos, da complexidade do trabalho… No geral, cobra-se por hora, mas se forem muitas coisas, pode-se cobrar por dia ou fechar um pacote.

  1. Olá Thais! Obrigada por mais um post interessante. Gostaria de saber se vc poderia sugerir alguma etiquetadora em especial. Como não conheço nenhuma, não faço ideia de marcas e valores. Muito obrigada! Bjinhos, Lud.

  2. Querida Thais,

    Gostaria de te agradecer mais uma vez pela oportunidade. Espero que a entrevista inspire as pessoas que querem seguir carreira e fazer um trabalho de qualidade como Personal Organizer:)

    Sou suspeita para falar, pois admiro muito sua postura e adoro o Blog desde que o descobri, mas o Vida Organizada é com certeza um dos principais canais no Brasil para quem busca conhecimento sobre organização.

    Obrigada por sua dedicação e parabéns pelo excelente trabalho.

    Sucesso sempre, você merece!

  3. Gostei muito da entrevista. Achei inspirador quando ela disse que desde criança tinha satisfação em ver tudo em seu lugar. Beijos

    • Jaque, quando li essa parte da entrevista me lembrei de que, quando criança, eu chegava na casa das pessoas e se achasse bagunças à vista, começava a arrumar! Chegava ao ponto de aproximar uma cadeira da pia, para alcançá-la, e começar a lavar a louça que houvesse sido deixada lá. Acho que há uma organizadora reprimida dentro de mim… rsrsrs

      • Ha ha, Zulmira, eu era um pouco assim quando criança mas com o passar dos anos perdi esse pique, mas ainda fico contemplando a cama depois que a arrumo 🙂

  4. Uma organizadora sempre é excelente. Mas o exemplo acima é esculhambação. Quem vive nunca casa zoneada dessas?

    • Marianna,

      Aqui trabalhamos com empatia. 🙂

      Cada pessoa é de um jeito, tem suas características e necessidades.

      Um cliente que contrata um personal organizer está fazendo isso obviamente porque quer ou precisa de ajuda.

      Não é muito legal fazer julgamentos sem entender a situação.

      Espero que entenda.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui