Novo canal do blog no YouTube + vídeo

31
5289

Olá pessoal! Espero que estejam tendo um bom feriado! Hoje vim convidar vocês a seguirem o novo canal do blog no YouTube, que vocês podem conferir clicando aqui!

Aproveitei para gravar um vídeo respondendo a TAG: Espelho, espelho meu, com 16 respostas aleatórias sobre mim.

Estou muito contente com a inauguração desse novo canal porque é um espaço onde poderei postar muitos vídeos sobre assuntos relacionados ao blog ou não. Um cantinho meu mesmo. Espero que gostem dessa nova fase, do novo canal e o sigam para conferir as novidades que vêm por aí.

Obrigada!

31 comentários

  1. gostei muitoThais!
    acho que acreditar no que se faz e ter paixão, gera o bem para o mundo.
    seu blog me inspirou e me auxiliou na minha rotina de vida, acompanho sempre
    e estou muito curiosa para ir no lançamento do seu livro e pegar o seu autografo.

    bjk e sucesso!
    M.

  2. Que ótima idéia Thaís!
    Eu e meu marido combinamos de tirar os próximos 4 dias para dar uma geral na casa e cuidar das pendências que nunca damos conta no dia a dia. Na hora de começar pensei que precisava de uma trilha sonora especial. Lembrei-me então que você tinha colocado uma sugestão para ouvir ao limpar a casa. Fiquei pensando: Nossa, a Thaís podia ter essa lista pronta no youtube, né?
    Aí quando abri seu blog para procurar a sua lista dei de cara com a novidade do seu canal no youtube! Parece que você estava lendo meus pensamentos… rs Você vai colocar a playlist lá para ficar mais fácil, não vai?
    Abração,
    Bia

  3. olá

    embora eu ache super bacana a ideia do video, e seu video tenha sido feito de forma cuidadosa, espero que você continue usando mais textos. tenho uma deficiencia auditiva parcial e por isso, compreender o áudio de videos é difícil…
    então, por isso, uma dica de algo que você já fez, mas pra ficar como lembrete: é mais fácil quando a gravação foca no rosto da pessoa que está falando (daí a leitura labial ajuda muito!) do que aqueles videos que mostram outros objetos com uma narração.

    Boa sorte no seu novo caminho!
    Abraço

      • Minha mãe também tem deficiência auditiva parcial (caminhando pra total) e eu vejo a dificuldade que ela tem em assistir vídeos em português. Em inglês ela não sofre tanto porque, quando pega pra assistir, pega com legenda.
        Eu daria a dica, além do foco no rosto, na colocação de legendas. É bem trabalhoso, eu sei, mas é um cuidado a mais com as pessoas que acompanham seu trabalho, sem contar que se torna um diferencial.

        Beijos.

  4. Adorei a ideia, Thais! O vídeo ficou bem legal 🙂
    Estava pensando aqui, conheci seu blog há anos mas passei um bom tempo sem lê-lo por falta de costume mesmo (com o surgimento das redes sociais acabei deixando de ter o hábito de ler blogs, infelizmente), mas no final do ano passado estava fazendo uma limpeza nos feeds do meu blog pessoal que estava abandonado e relembrei do seu blog (ainda bem!), comecei a ler diversos posts e desde então o acompanho diariamente. Seus textos me inspiram e me motivam muito. Você disse algo que me marcou bastante: “buscar viver uma vida coerente com o que se é e o que se acredita”. Estou em busca dessa coerência e cada vez mais tentando absorver isso. Penso que redescobri seu blog na hora certa pois estou passando por uma fase de muita reflexão e revendo prioridades. Sabe, hoje em dia as pessoas perdem tanto tempo na internet criticando, cultivando ódio, então acho muito importante registrar meu entusiasmo e gratidão. Parabéns de verdade e muita sorte nessa nova fase da sua vida!

  5. Thais, Parabéns pela nova fase!
    Mesmo sem comentar muito.. estou sempre acompanhando o blog.
    Não vejo a hora de comprar o seu livro.
    Que venha logo o mês de agosto!
    Inté! 🙂

  6. Thais,

    Simplesmente amei o vídeo… Espero que faça muitos outros…

    Amo o seu blog… E sucesso nesta nova fase…

  7. Oi Thais, eu queria te deixar uma dica (;

    Eu realmente gostei muito da idéia porém acho que de repente um pouquinho mais de cuidado com a estética do vídeo resultaria num trabalho mais legal e com menos carinha de amador (:
    Tente se ater ao melhor enquadramento (achei que cortou demais o topo da sua cabeça) e sobre a questão do foco automático – que já comentaram também – é só você não se mexer muito pra frente ou pra trás que ele não vai procurar o foco novamente.
    Será que você não conseguiria fazer uma parceria com uma produtora de vídeo de Campinas ou um videomaker pra te ajudar? Acho que seria legal pensar no assunto para um futuro próximo (:
    PS: estudo audiovisual qlqr dúvida só dar um toque.

    Beijos!

    • Obrigada, Nat, deixe muitas outras, se quiser. 🙂 Já pensei nisso sim, mas acredito muito no 1) feito é melhor que perfeito e 2) tudo a seu tempo. 🙂 E não queria deixar de fazer vídeos enquanto isso.

      Acredito que, com o tempo, eu acabe profissionalizando mais – é uma meta. Nesse dia eu estava super feliz porque foi o meu primeiro dia trabalhando dedicada ao blog que quis gravar algo espontâneo para inaugurar o canal e passar esse sentimento para os leitores. Se eu for esperar para gravar vídeos mais profissionais, vou deixar de fazer muitos vídeos. Prefiro ir postando assim e, quando o momento mais profissional chegar, ter uma mudança de qualidade, mas sem perder os vídeos antigos.

      O enquadramento e o foco foram devido a limitações de espaço e equipamento. Pretendo gravar em outro lugar depois e estudar melhor o funcionamento da máquina. Tudo a gente vai aprendendo e melhorando.

      Bjo

    • Oi Nat! Oi Thais!

      Posso dar pitaco? 😉

      É nítida a boa intenção do seu comentário, mas como produtora de cinema há 13 anos, e professora universitária nessa área, aprendi que cada tipo de vídeo tem sua linguagem, e grande parte do público percebe essas necessidades diversas.

      No caso da Thais, acho que esperamos justamente isso: espontaneidade e proximidade! Hj em dia, há diversas câmeras domésticas com excelente resolução (essa da Thais parece bastante boa!), e programas de edição com interfaces domésticas bastante satisfatórias..,Um vídeo feito por uam produtora ficaria com IMAGEM melhor, mas não nos interessa o conteúdo, a pauta, as escolhas da autora? E não é super interessante também observar o aprendizado do blog nesse recurso? Será que pular essa etapa

      Bom, não quero parecer conflitiva, ok? É só pra conversarmos mesmo! É que, profissionalmente, acredito demais que o discurso é a alma de qualquer produto audiovisual! Um produto feito com amor, dedicação e com alma pode ser gravado até com celular!

      Um abraço,
      Gabi

  8. Oi Thais!

    Acho que a grande diferença de assistir à tv/ler um site de notícia e acompanhar canal no yt/ler um blog é esta proximidade.
    Gosto quando há vídeos nesse estilo mais pessoal, com certeza vc acompanha canais e sabe que essa sensação de “conhecer” quem está falando é ótima.
    Estou mto feliz que começou a fazer!

  9. Oi Thais. Super adorei a novidade. Fico feliz quando alguém que conheço começa a criar vídeos no YouTube. Vamos gravar juntas qualquer dia. 😉

  10. Sempre digo que o que eu mais preciso é de tempo, mas tempo é conseguido através de organização. Achar seu blog certamente foi uma bênção.

    Muito obrigado, e parabéns pelo trabalho!

Deixe uma resposta para nina Cancelar resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui