Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Como comentei em alguns posts anteriores, estou começando a trabalhar por conta própria e, assim, uma das providências que precisei tomar foi formalizar a abertura da minha empresa. Com isso, existe toda uma sorte de novas coisas que precisam ser organizadas – o que eu adoro – mas, sem experiência, pode ser bastante difícil descobrir sozinha como fazer tudo certo, especialmente a parte financeira do negócio. Afinal, é muito comum se perder com tantas contas, regras e burocracias novas.

O primeiro passo foi falar com um contador, que me explicou direitinho os planos que existem para abertura de empresa (microempreendedor individual, micro e pequena empresa etc). No momento, optei pelo MEI (microempreendedor individual). O processo foi bem simples e pode ser feito pela Internet pela pessoa comum. Você escolhe as categorias que tenham mais a ver com o seu negócio, envia o formulário e, então, basta imprimir as guias de pagamento. Fica por volta de 40 reais por mês e, com isso, você consegue gerar nota fiscal eletrônica, tem um CNPJ próprio e pode formalizar uma série de outras coisas, além das vantagens (convênio médico familiar mais barato, por ter CNPJ, por exemplo).

Eu percebi que, para gerenciar tudo sozinha, seria complicado. É a primeira vez que abro uma empresa e toco um negócio próprio. Sem experiência, fiquei com bastante medo de me enrolar nas contas e não conseguir organizar direito as partes administrativa e financeira. Afinal, eu trabalho com a criatividade! Se eu me enrolar com o lado burocrático da coisa, pode ser que eu não consiga me dedicar tão bem àquilo que faço de melhor.

Foi então que eu conheci o site ContaAzul, um sistema de gestão de empresas online. Com ele você controla seu financeiro, suas vendas, seu estoque e emite nota fiscal eletrônica sem complicação e a um preço justo. Sinceramente, eu sou bastante organizada, mas o sistema foi a_descoberta do ano para mim.

180614-conta-azul

Veja tudo o que essa fantástica ferramenta gerencia para quem tem um negócio:

[list]- Contas a pagar e a receber
– Receitas e despesas
– Conciliação bancária
– Fluxo de caixa online
– Contas bancárias
– Planos de contas
– Controle de inventário e compras
– Emissão de nota fiscal de entrada
– Gerenciamento de produtos, transportadoras e fornecedores
– Controle de vendas
– Propostas comerciais
– Vendedores e comissões
– Emissão de boletos
– Controle de clientes
– Relatórios de todos os tipos (inclusive DRE)
– Rankings de produtos e clientes[/list]

Tudo isso com garantia de segurança dos dados.

Eu recebi um contato deles para testar a ferramenta para o blog e ela já é a melhor descoberta do ano para mim. Organiza tudo aquilo que eu estava com dificuldade, por não ter experiência, e funciona bem até mesmo para quem já tem mais anos de estrada (recomendei para conhecidos que são empreendedores e todos disseram que é uma ferramenta completa e bem fácil de usar).

Como sei que o blog tem muitos leitores e leitoras empreendedores, achei que seria uma boa fazer uma ação com a empresa, a fim de experimentar melhor o produto e trazer um pouco dessa experiência para vocês. Logo, este é o primeiro de uma série de posts que mostrarão como é o dia a dia de uso da ContaAzul, como ela pode ser útil para quem tem empresa, usos, sugestões e muito mais.

Quem estiver curioso e quiser começar a testar antes mesmo dos próximos posts, pode acessar o site ou baixar o aplicativo (disponível para todas as plataformas abaixo), que tem uma versão trial gratuita para testes.

Captura de tela 2014-06-16 20.48.24

Achei muito bom que tenha versão tanto para iOS quanto para Android, pois uso os dois sistemas em tablets. Ajuda bastante no quesito mobilidade, porque nem sempre estamos com nossos computadores por perto quando precisamos acessar ou mostrar alguma informação para algum cliente ou outra pessoa. E, sinceramente, quanto mais eu puder ficar longe de planilhas, melhor!

Acessem também o blog da Conta Azul, que tem um montão de dicas e novidades sobre a ferramenta e o dia a dia de quem é empreendedor.

publicidade-vida-organizada