Tudo começa com uma decisão

239
19322

junho14

Se vocês me dissessem, há um ano, que hoje eu estaria escrevendo o que vou escrever neste post, eu não acreditaria. Ficaria extremamente feliz, mas acharia difícil como a minha vida teria mudado em tão pouco tempo. Então eu me lembro da célebre frase de Seth Godin (inspiração), que diz: “você não precisa de tempo – você precisa se decidir”, e entendo que todas as mudanças necessárias na nossa vida acontecem somente quando a gente toma realmente a decisão de mudar a qualquer custo.

Muitas coisas aconteceram de um ano para cá, mas a principal delas foi a minha mudança de perspectiva. Como vocês sabem, há um ano eu estava com o seguinte pensamento: a vida está ok, quero ter estabilidade, passar em um concurso público. Eu já vinha estudando há um bom tempo. Porém, no profundo do meu ser, sempre tinha uma voz que questionava: “será que é isso mesmo, Thais? você é uma pessoa que vive exclusivamente da criatividade e que gosta de desafios profissionais – será que passar em um concurso bom não colocará apenas uma âncora maior no seu barco?”. Conversar com alguns amigos me ajudou muito. Nada contra concurso público – eu continuo achando que é um ótimo caminho para quem busca estabilidade, bom salário e servir as pessoas. O problema não estava com o que eu ganharia passando no concurso – mas no que eu perderia.

No Sobre deste blog, está lá, há muitos anos, a seguinte descrição:

Eu acredito que todo ser humano nasce com uma missão. Alguns descobrem, outros não. A minha eu descobri que é ajudar as pessoas, inspirando-as a se tornarem mais organizadas. A forma que encontrei para colocá-la em prática foi criar este blog.

E aí, será que uma missão de vida dá para ser levada somente como atividade nas horas vagas? É claro que não. Mas como eu poderia viver disso? Afinal, viver do que se ama é o ideal para qualquer um. Mas não é todo mundo que pode largar emprego, sendo que sustenta a família, para se dedicar a algo incerto e que, por enquanto, é apenas um hobby. Porém, esse pensamento estava levando meu sonho para o túmulo junto comigo. Em um livro sobre Budismo que li este mês, li um trecho que me deixou comovida, que era mais ou menos assim:

Pense em todas as pessoas que estavam vivas há 120 anos. Nenhuma delas está viva agora.

Não dá um aperto no peito mas, ao mesmo tempo, uma sensação libertadora de saber que todos os micro problemas que temos irão embora em poucos anos? E que a gente tem tão pouco tempo de existência para perder, desperdiçando em atividades sem sentido?

Foi então que, lendo (e relendo) o livro do Tim Ferris, ele fala uma outra coisa que mexeu muito comigo, que basicamente é: o que de pior poderia acontecer se você fizesse aquilo que gostaria de fazer? Sério, liste o pior cenário e veja como poderia encará-lo, porque na maioria das vezes, o pior cenário é muito menos pior do que a gente pensava. E também: nunca peça permissão, peça desculpas. Se você pedir a opinião das pessoas, elas vão tentar te dissuadir do contrário, pois foram criadas em um sistema que impôe medo a quem deseja sair da caixa segura da estabilidade e dos modelos-padrão. Portanto, se quiser fazer e isso não prejudicar ninguém, faça e depois peça desculpas, mas nunca peça permissão. Eu, como mãe, ler isso, foi muito forte, como vocês podem imaginar. E foi aí que eu tomei a minha decisão.

Há pouco mais de um ano, também, eu assinei um contrato com a Editora Gente, que veio com uma proposta muito bacana para publicar meus livros, e a verdade é que, desde aquela época, eu não conseguia sentar e escrever porque estava simplesmente… ocupada. Eu escrevia “nas horas vagas” e o livro demorou demais para ficar pronto, porque eu nunca conseguia me dedicar a ele tempo suficiente. Mas aí, há dois meses, a editora veio com um ultimato: “precisamos lançar o livro em agosto, na Bienal. se você conseguir correr e finalizar este mês, dá tempo”. Foi ali que eu pensei: o que estou fazendo? estou colocando meus sonhos de lado em troca de que, exatamente?

E então, em abril, o mês mais atribulado da minha vida até hoje, resolvi encarar a finalização do livro e outras questões. Porque, afinal, eu só precisava me decidir. Só que eu já estava decidida. O que eu precisava fazer era colocar a coisa toda em prática de maneira que não prejudicasse a minha família. Conversei com o Daniel, que é uma pessoa incrível (de verdade), e ele me propôs fazer parte do time de instrutores da Call Daniel. Ou seja, tudo aquilo que tem a ver com a minha vida: ajudar as pessoas a serem organizadas, estava se materializando ali. E eu aceitei.

Por fim, todo o esquema de trabalho que eu estou construindo gira em torno da minha missão de vida. Poderei me dedicar a ensinar as pessoas a usarem o GTD mas, além disso, terei muito mais tempo para o blog e poderei finalmente encará-lo como uma blogueira profissional. Isso eu já fazia antes mas, quando a coisa apertava, ele era o primeiro a ficar de lado (afinal, antes de tudo vêm as responsabilidades como mãe). E também investir em outras frentes ligadas à organização profissional, como você já pode ver na página de Serviços do blog. O mais incrível é que, mesmo sem tanta divulgação, tudo cresceu tanto, que estou com agenda fechada até quase agosto! E isso é tão maravilhoso! Me sinto privilegiada e muito contente por poder trazer essa novidade para vocês. Porém, a mensagem que quero deixar é a de que as coisas não simplesmente aconteceram do jeito que eu queria! Eu tive que fazer acontecer, e isso só rolou mesmo quando eu tomei a decisão de fazê-lo.

Em primeiro lugar, eu tive que decidir o que eu queria, finalmente. Não é fácil! Tem muita gente que já sabe o que quer desde criança, mas eu não era uma delas. Foi uma decisão que levou anos para ser construída até finalmente explodir para fora de mim.

Em segundo lugar, é preciso ter a consciência de que, se você não fizer, ninguém fará por você. São extremamente raros os casos em que alguém é pego do seu cotidiano e inserido em um ambiente onde é obrigado a empreender. Muita gente só pensa nisso quando é demitido de um emprego que acreditava ser para o resto da vida, mas aí perde tanto tempo pensando no que poderia fazer, quando poderia estar investindo seu tempo focado desde o início.

Em terceiro lugar, vá construindo seu cenário ideal aos poucos. Se um dia quiser escrever um livro, comece a escrever seu livro. Se um dia quiser ter uma loja, comece a ir atrás da logística para fazer isso acontecer. Tudo isso enquanto ainda estiver empregado ou na situação em que está hoje. Dá para ir levando em paralelo até você finalmente soltar a bicicleta dos braços dos seus pais e correr sozinho.

Mas o que realmente me fez decidir, depois de tudo isso, foi estar no meio da escrita do meu livro, que se resume basicamente em transformar sonhos em objetivos, e pensar: eu falo todas essas coisas, mas o que eu diria ao meu filho se ele me perguntasse se eu fui atrás dos meus sonhos? Como eu conseguiria olhar para ele e dizer que eu tinha deixado os meus sonhos de lado em troca de um emprego estável para sustentar a família? O que eu estaria ensinando a ele? A ser conformado e viver sem ir atrás dos sonhos em troca de um salário no começo do mês? Não é isso que eu quero que ele aprenda. Eu quero que ele seja um espírito livre, como eu sou, e que viva sua vida indo em busca de seus objetivos – mesmo que sejam, por fim, conquistar um emprego dessa maneira. Mas quero que ele saiba que ele tem uma mãe que o apoia 100% nas decisões que ele tomar, sendo pró-ativo. Quero que ele cresça sabendo que é possível e que se trata somente de uma escolha. Saber que agora eu sou essa pessoa me faz sentir um brilho enorme saindo de dentro de mim, esperando inspirar outras a fazerem o mesmo. Estou vivendo uma vida coerente com o que eu sou. E tudo começou com uma simples decisão.

Que tempos bons! Eu só tenho a agradecer a todos vocês e as pessoas que estão envolvidas em minha vida no momento! Vocês devem imaginar que eu tenha muitas ideias para fazer com o blog, e agora finalmente poderei fazê-las. Eu quase não acredito que isso esteja acontecendo. Muito obrigada.

239 comentários

  1. Parabéns pela sua decisão, Thais! Isso é raridade, apesar de não ser impossível. Eu seguramente ainda não encontrei minha missão, rs, assim como também ainda não me sinto realizada profissional e espiritualmente, mas sei que ainda há esperança, e estou nessa busca. Aproveite esses bons tempos, e que eles perdurem! Obrigada por transpor isso pra gente, por ajudar-nos com a sua bagagem de sabedoria e conhecimento. Sinta-se abraçada!

  2. Eu tomei uma decisão similar à sua em Outubro do ano passado. Sou professora de inglês por formação, mas ensinar me desgastava demais mentalmente. Sempre escrevi e li muito e depois que arranjei este emprego, eu apenas lia nos finais de semana e escrevia quando dava. No final, eu ia trabalhar contando as horas para voltar. Não era público também, então eu tinha pressão de não deixar a bola cair para não ser demitida. Só que é muito difícil ser boa em algo que você faz apenas por obrigação.
    Enfim, em Outubro eu larguei este emprego e desde então vivo de tradução freelancer. Escrevo e leio com mais frequência (quase todos os dias) Foi um salto mais arriscado do que o seu, no entanto, moro com meus pais e não tenho muitas despesas. Me arrisquei e ouvi (e ouço) muito sobre voltar a dar aulas e até ser professora pública (só a imagem mental me faz arrepiar de desgosto). Não tenho muito apoio para continuar com meu estilo de vida e nem levar adiante meu sonho (fazer mestrado em comunicação e escrever profissionalmente), e por isso morro de medo de continuar neste caminho e acabar perdendo tempo. Também encontrei a doutrina budista neste meio tempo e é ela que tem me ajudado a me manter firme nas minhas escolhas. Como você, acredito imensamente de que todos nós temos uma missão e que devo descobrir qual é minha. Além disso, não faz sentido algum para mim trabalhar em algo que não me faz feliz. Um bom salário não me basta mais. Preciso de satisfação pessoal. De saber que estou melhorando o mundo de alguma forma.

    Seu post foi maravilhoso e gostaria que muitas pessoas que eu conheço pudessem lê-lo. Parabéns pela mensagem e pela coragem.

    • Como diz o Tim Ferris, “o ouro está ficando velho” (frase pra vida). As pessoas não querem mais buscar salário bom, apenas, mas sim realização pessoal. E isso é maravilhoso, porque esse modelo industrial de trabalho das 9 às 5 está muuuito ultrapassado e deixando as pessoas infelizes. A vida é muito curta para a gente se prender em algo que não tenha tanto significado para nós. Parabéns pela sua coragem e muito obrigada por comentar!

  3. Olá Thais , gostaria de te parabenizar pela sua decisão…não só de sair de sua zona de conforto e trabalhar com aquilo que voce mostrou que faz de melhor, vc é muito criativa , tanto é que alguns dias atrás vc nos presenteou com um plano de ação que tem que virar uma agenda…e fora que vc escreve muito bem por isso um dos motivos que me faz te acompanhar no blog, sua escrita coerente e entusiasmada…Sou funcionária pública a dez anos e neste momento da minha vida pude tomar a decisão de ficar em casa com minha filha de seis meses até dezembro quando terei de decidir se prorrogo ou não minha licença..Mas a estabilidade é boa em alguns aspectos, pude me preparar para ser mãe, estudar,só que não quero isto pro resto da minha vida…estou correndo atras dos meus sonhos também e enquanto não o realizo por completo…fico aqui torcendo por seu sucesso, por sua felicidade…

  4. Thais, era tudo que eu precisava ouvir hj! Sou farmacêutica e sonho em viver de arte, mas me parece tão impossivel que cada dia tenho desanimado mais. Pintando eu me realizo, sinto que é meu lugar. Me sinto com brilho, como vc falou, mas é um caminho muito muito longo e nem sei se possível. E, já sofri bastante mesmo até aqui. Enfim, seu texto me faz parar e refletir…..
    obrigada! E fico feliz p vc!!

    • Alessandra, nem tudo o que a gente ama pode virar negócio. Ainda bem, porque senão a gente não teria hobbies. O legal é descobrir uma maneira de ganhar dinheiro que nos satisfaça e banque nossos sonhos. Boa sorte!

  5. Parabéns Thais, estou passando pelo mesmo processo de querer decidir e ainda não poder, mas seu testemunho é encorajador. Ainda mais agora que iniciei um novo projeto de empreendedorismo materno em prol das mamães que querem estar mais presentes na vida de seus filhos. Acredito que viver um vida plena e fazendo o que se ama é o maior exemplo de inspiração que uma mãe pode deixar para um filho. Gostaria de conversar mais de perto com você. Quando puder entrar em contato comigo ficarei muito feliz luciana@dizendosim.com.br meu projeto de empreendedorismo chama-se Mom’sa por enquanto temos apenas a fan page e o site está em construção e Portal Dizendo Sim é meu 1º projeto de empreendedorismo, um portal para noivas. Aguardo seu contato abraços e todo sucesso do mundo pra vc e para o seu lindo blog que eu adoro acompanhar.

  6. Primeiramente obrigado pelos textos inspiradores. É muito provável que você não tenha noção do impacto das coisas que escreveu neste blog na vida de pessoas como eu, que o acompanham a anos.

    E por me interessar tanto pelos textos acabei te acompanhando em vídeos, hangouts, etc. Estou feliz lendo este post, parabéns Thais.

  7. Thais,

    Fiquei imensamente feliz com este seu post! Parabéns! Há muito tempo acompanho seu blog e ele me inspira em muitas coisas.
    Pratico o Budismo Nitiren e aprendemos o “Niji” que significa “Neste Momento”. Tudo na nossa vida pode ser mudado no momento que decidimos. Tudo na nossa vida se inicia, assim, como o ano novo começa “neste momento”!
    Mais uma vez PARABÉNS! Tenho certeza que terá muito sucesso!
    Forte abraço e obrigada pelo seu trabalho inspirador!

  8. Entrei na internet pra ajudar minha filha numa pesquisa…até que seu email chegou… Pensei..Hum, deixe-me ler um pedacinho… Comecei e não parei mais! Incrível sua coragem e decisão! Você já é um sucesso Thais!!! Parabéns!

    Super beijo e boa sorte!

  9. Thaís, sou leitora do blog há algum tempo, t acompanho nas redes sociais mas não costumo comentar… Porém esse seu post foi inspirador, emocionante… Guardei para reler sempre… Sucesso nessa nova fase, tenho certeza que seu filho terá muito orgulho da mãe! Parabéns pela decisão e pelo blog!!

  10. Nossa Thais primeiramente parabéns pela coragem de tomar a decisão e fazer acontecer. Te admiro bastante, quando conheci seu blog , criei coregem e criei meu blog. Esse seu texto me emocionou muito pelo conteúdo sincero, verdadeiro, e pelo momento em que estou passando onde na terapia foi colocado exatamente isso para mim, de correr atrás do sonho , de fazer acontecer, ter metas e foco, de não levar o blog como hobby nas horas vagas, de escrever quando dá. Se tenho o sonho de escrever, de compartilhar de aprender com as pessoas corra atrás. Nossa vou imprimir esse post para ficar lendo sempre, e decidir ousar, me expor e arriscar
    Obrigada por compartilhar isso com as pessoas e incentivar tanta gente, vc realmente tem uma missão, fico feliz em acompanhar sua trajetória, teu blog,, boa sorte hoje e sempre, o céu é teu limite,,,,bjs bjs
    http://www.antestardedoquenunca1.blogspot.com

  11. Thaís………Primeiramente, parabéns pelo post, é inspirador. Até salvei no Evernote pra reler , caso me ” esqueça “. Sua missão é cumprida com sucesso, fique tranquila , há uns anos atrás, era extremamente desorganizada com a casa, até que em uma busca desesperada no google, me deparei com seu blog. Hoje, aproveito muito de suas técnicas e através de vc conheci o Toodledo e Evernote, ferramentas que me ajudam MUITO. Avancei 100% em relação a casa. E agora, lá vem vc me ajudar novamente, me dando o empurrão que eu preciso. A frase : Pense em todas as pessoas que estavam vivas há 120 anos. Nenhuma delas está viva agora. é um tapa na cara. Meu Deus, pq vivemos assim ? Como se fossemos viver 500 anos ? Ontem tinha 20 anos , hj já tenho 40. Ok, avancei bastante, mas pensando melhor, poderia ter avançado MUITO MAIS. Um erro essa coisa que nós temos de ficar querendo segurança 100 %. Isso é uma ilusão ridícula, uma vez que acordar e levantar da cama já é um risco. Nada está pré-determinado. Colocando os sonhos em prática JÁ ! Obrigada mais uma vez… Bjx

  12. Parabéns, Tays. Excelente texto. Seu blog é o único que sigo fielmente. Quando abro o Chrome já acesso o Vida Organizada. Amo. Já li desde o seu primeiro post. Amo o modo como você escreve e as dicas que nos passa. Continue assim.

  13. Thaís, que post lindo!! Me tocou profundamente, ainda mais no dia de hoje, em que eu tive uma sessão de análise falando exatamente disso: de tomada de decisões.
    Muito obrigada por tudo que você já fez por mim sem ao menos saber.
    Boa jornada pra ti.
    Bjao. 🙂

  14. Bom, não sei se meu comentário apareceu por aih, tentei meio dia mas minha conexão tava péssima!

    O que tenho pra dizer é que fiquei super feliz com sua decisão! Eu jah fui funcionária pública, estudava pra concursos, mas qndo chega lah não eh bem assim, eu queria fazer a diferença e lah a gnt esbarra em outras coisas que impedem!

    Hoje voltei pra iniciativa privada e tenho meu blog, no qual espero, assim como vc, um dia poder tomar essa decisão de me dedicar a ele 100%, pois eh o que AMO fazer! Também sou cheia de ideias mas como eh tudo tão corrido trabalhando, algumas acabam ficando pra depois!

    Enfim, dou todo apoio nessa jornada e vc está no caminho certo fazendo o que gosta! Uma coisa que axo que seria bem show eh acompanhar a sua mudança em tempo real, se você fizer uns posts sobre como está sendo todo o processo seria mto legal =)

    Ah! E essa frase do livro budista matou a pau, se puder dar indicações de livros que tenham essas reflexões seria ótimo tbm!

    Beijos!
    http://vestidasdeluz.com.br

  15. Parabéns!! A primeira vez que você comentou sobre concurso público eu pensei: “- Mas como assim ela vai fazer concurso público???” Não entendia mesmo.
    Que bom que deu tempo de seguir seus sonhos, ops tempo não, que bom que conseguiu decidir!
    Bjs

  16. Thais, ao longo de abril e maio pude perceber que vc estava no casulo,em metamorfose… Imaginava que algo bem legal sairia,tipo seu livro,mas a notícia da sua decisão foi uma surpresa mais agradável ainda. Imagino que não foi fácil. Você é realmente um exemplo de coragem,coerência e sabedoria. Quem acompanha vc e seu blog se sente bem próximo de você. Agora que vai ser blogueira profissional, todos nós só temos a ganhar!
    Parabéns e boa sorte na nova fase.
    Vai tudo certo! Ou melhor:já está dando!!!
    Bjs,
    Milena.

  17. É isso aí!!!! eu tomei esta decisão bem novinha, com apenas 24 anos! e foi a MELHOR coisa que eu podia ter feito pela minha vida! parabéns é preciso ter coragem pra ser plenamente feliz bjs!

  18. Thais. Obrigada por compartilhar esses momentos e suas escolhas. Principalmente qdo existe uma pressão enorme pelo “emprego certo e seguro” . Vc honra a sua liberdade, a si própria ao ouvir seu Coração aliado a Razão. Tenho certeza que sua caminhada será bem rica e feliz.

  19. Querida Thais,

    Que post maravilhoso, que notícia maravilhosa…..estou muito feliz por você….sou sua leitora desde quando vc começou….amooooooooo seu blog…..como já falei num comentário passado, o seu blog é o melhor e mesmo que virtualmente falando, sinto que vc é maravilhosa….pessoa de primeira grandeza. Vc é merecedora por tudo o q está acontecendo de bom em sua vida…..afinal vc lutou bravamente para chegar até aqui….O q eu te desejo: SUCESSO, SUCESSO, SUCESSO, EM TODAS AS ÁREAS DA SUA VIDA…..VC É DEMAIS !!! <3

    Adriana

  20. Incrível! Você não sabe como estou feliz por você. Tenho muito pra te contar vou arranjar um tempinho e te enviar um e-mail. Suas palavras fazem maravilhas em minha vida.

  21. Bom dia Thais!
    Conheci seu blog esse ano e tenho me identificado com inúmeros textos seus, e esse sobre mudanças é a minha cara.
    Viver sem realizar sonhos é muito triste, quando eu consegui realizar o de morar sozinha foi incrível, a melhor sensação do mundo. Mas aí fiquei vazia, e comecei a escrever e me inspirar nos próximos. A vida é assim de sonho em sonho, de atitude em atitude, acredito no educar pelo exemplo, e da forma como vc tem feito, seu filho terá uma linda educação.
    Parabéns!

  22. Bom dia, Thais!

    Que coisa mais linda de se ler logo de manhã. Cada nova conquista sua relacionada ao blog e às coisas que, como você tem relatado, são coisas que você ama, me deixam muito feliz, de verdade! É inspirador ver que alguém está indo atrás dos seus sonhos, e além disso, fazendo algo que não gira em torno de si mesma, e sim de ajudar outras pessoas.
    Saiba que eu sou uma dessas pessoas que você tem ajudado, sou muito grata a você, de verdade mesmo!

    Que esse sucesso todo só te faça bem, a você e a sua família! E que venham mais conquistas, mais livros, mais posts inspiradores, e que você seja sempre muito feliz, Thais!

    Muito obrigada por tudo o que você tem compartilhado! Acho que você nunca vai saber de verdade o quanto e quantas pessoas já ajudou… you go, girl! \o

  23. Olá Thais!! Acompanho seu blog há mais de dois anos e pude acompanhar toda a mudança na sua vida, a mudança de cidade, de apartamento, mudança de hábitos alimentares, o que resultou numa tremenda mudança de visual e agora, finalmente, a sua grande mudança de vida!! Mesmo não sendo assídua nos comentários, leio todos os seus posts e sinto você muito presente!! Fico sinceramente feliz em saber que você encontrou de fato o seu caminho! Eu também estou passando por esse processo, que tem como base o auto conhecimento, acima de qualquer coisa, e os frutos vão vindo com o tempo. Ver que você conseguiu me incentiva a perseverar!!!

  24. Olá Thais!! Acompanho seu blog há mais de dois anos e pude acompanhar toda a mudança na sua vida, a mudança de cidade, de apartamento, mudança de hábitos alimentares, o que resultou numa tremenda mudança de visual e agora, finalmente, a sua grande mudança de vida!! Mesmo não sendo assídua nos comentários, leio todos os seus posts e sinto você muito presente!! Fico sinceramente feliz em saber que você encontrou de fato o seu caminho! Eu também estou passando por esse processo, que tem como base o auto conhecimento, acima de qualquer coisa, e os frutos vão vindo com o tempo. Ver que você conseguiu me incentiva a perseverar!!! Parabéns!!!

  25. Thais, bom dia! Li o livro do Tim Ferris por indicação sua e o devorei… refleti muito justamente nessa frase: “qual seria o pior cenário possível?”. E depois de seis meses pensando se tomava ou não uma decisão profissional, resolvi arriscar…. o pior cenário não é tão ruim assim… qto a concurso público – um sonho q já tive mas q hj não me enche os olhos – pode dar estabilidade mas eu tenho certeza q ficaria de saco cheio em pouco tempo…. gosto de ter a liberdade dos horários e já não me vejo num emprego “normal”… rs medo de não ter dinheiro todo mundo tem mas qnd botei na ponta do lápis vi q boa parte do dinheiro é gasta com coisas q, se cortadas, não farão tanta diferença assim… afinal, vale a pena viver uma vida ruim só pra ter TV a cabo ou para ter coisas? Nos prendemos muito ao q a sociedade impõe, como se tais coisas fossem reflexo do qto se é bem sucedido mas o Tim me fez rever muitas conceitos, ainda que se pesando as diferenças EUA-Brasil… obrigada pela indicação do livro, pelo visto ele anda revolucionando muitas vidas por aí 🙂

    eu te admiro e fico muito feliz por essa mudança na sua vida… vc batalhou e hoje está colhendo o tanto de coisas boas que plantou…parabéns e desejo ainda mais sucesso a partir de agora… existem muitos “anônimos” torcendo por você 🙂 bjos

  26. Parabens! soou sua fã ! é preciso realmente persistir e trabalahr no que se gosta e se tem talento! Muita feliciade para vc e sua familia!

  27. Olá Thais, parabéns pela sua decisão!!! Foi a partir dessa decisão que hoje você consegue nos inspirar. Fico muito feliz em ver alguém realizando seus sonhos e ter a consciência que isso só dependia de você, ou seja, só depende da gente mesmo. Parabéns, parabéns!!!!

  28. Querida Thais,

    Quando uma pessoa vive de forma tão consistente com o que se acredita, os passos no escuro são todos passos seguros.

    No meu íntimo, tenho absoluta certeza de que tudo de melhor acontecerá para você! Seja lá para onde esses passos te conduzirem, é certo que eles serão preenchidos com muita luz, deixando para trás caminhos iluminados para os que encontrarem na sua trajetória uma fonte de inspiração. Seja daqui a 12 minutos ou 12 décadas.

    Sucesso e felicidade!

    Bjs.

  29. Parabéns, Thais! Às vezes a gente precisa mesmo de coragem para fazer o que é coerente com nós mesmos – e não com os outros…..fiz o caminho contrário ao seu, é engraçado, mas meu sentimento foi igualzinho ao que você descreve!
    Parabéns mesmo, e desejo muito sucesso a você.
    Seu filho vai crescer orgulhoso da mãe que tem. Com certeza.

  30. Parabéns, pelas suas decisões, tenha certeza q está ajudando muitas pessoas e eu me incluo, pq as suas postagens me ensinou muito e estou tentando ser mais organizada na vida, porque realmente nossa vida é passageira e se não tomarmos a decisão de mudar, nada mudará…O difícil é quando dependemos de outras pessoas para mudar algo que achamos errado. Mas o mais importante é sermos exemplo para nossa família. bjs!

  31. Olá, Thais!
    Essa é a primeira vez que visito o seu blog, e que bom descobri-lo. Vim, inclusive, por indicação via instagram da @patriciapirota dizendo: “Sabe aquele texto que todo mundo deveria ler?”. Não resisti e cá estou eu.
    Esse texto era TUDO o que eu precisava ler/ouvir. MESMO! Obrigada por contribuir e fazer florescer em mim o jardim que não queria mais desabroxar.
    Sorte e sucesso em seu novo caminho. Luz!

    Abraços,
    Nina & Suas Letras

  32. Muito feliz por sua escolha…ainda mais te acompanhando a tanto tempo, vejo o quanto essa decisão foi importante para sua vida. Sucesso querida é o mínimo que você merece!

  33. Parabéns Thais!!!!!!!!! tenha certeza que vc é merecedora de todas essas coisas boas que estão acontecendo em sua vida. vc me inspira muito e esse post de hoje ah foi maravilhoso….. e agora super ansiosa pelo livro huhuhu PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  34. Thais,
    Fiquei extremamente emocionada com o seu post. Acompanho o seu blog desde o ano passado e já indiquei para várias pessoas. É como se o “Vida Organizada” fosse leitura obrigatória para mim.
    Eu penso muito igual a você. Quando meu namorado tenta me dissuadir a estudar para fazer concurso (ele é funcionário público) eu sempre penso no que eu vou perder, em como eu ficaria acomodada e com a possibilidade de deixar o meu objetivo de vida de lado(não que eu já tenha um definido, rs).
    Vc é uma inspiração para mim, de verdade. Obrigada pela coragem, pela sinceridade, pela delicadeza. Desejo muito, muito sucesso a você!

    Forte Abraço,

    Luanna

  35. Thais,

    Fiquei extremamente emocionada com o seu post. Acompanho o seu blog desde o ano passado e já indiquei para várias pessoas. É como se o “Vida Organizada” fosse leitura obrigatória para mim.

    Eu penso muito igual a você. Quando meu namorado tenta me dissuadir a estudar para fazer concurso (ele é funcionário público) eu sempre penso no que eu vou perder, em como eu ficaria acomodada e com a possibilidade de deixar o meu objetivo de vida de lado(não que eu já tenha um definido, rs).

    Vc é uma inspiração para mim, de verdade. Obrigada pela coragem, pela sinceridade, pela delicadeza. Desejo muito, muito sucesso a você!

    Forte Abraço,

    Luanna

  36. Thais que texto maravilhoso, me tocou! Sempre acompanho seu blog e fico muito feliz com a sua descoberta interior! Luz e sucesso pra vc! Beijos!

  37. Felicidade define o que senti ao ler esse post!!! Tenho certeza do seu sucesso nessa nova fase, é possível sentir o amor que vc coloca neste trabalho e tudo isso voltará pra vc em energia positiva!! Parabéns pela coragem de seguir sua vocação!!! pela quantidade de comentários, vc pode ver o qto nós, leitores, ficamos felizes por vc!! gde abraço

  38. O serviço público perdeu uma ótima funcionária! kkkk. Agora, defintivamente, não combina com você. Parabéns pela sábia decisão.

  39. Parabéns, Thaís. Inspirador, no mínimo.
    Eu passei num concurso muito cedo na carreira e me vejo com um espírito criativo gritando para sair da jaula, mas como você o meu lado mãe tem falado – ainda – mais alto.

    Seguirei seus conselhos de tomar a decisão de fazê-lo, mesmo que em paralelo. =)

    SUCESSO! (ainda mais)

  40. Thais,

    Eu acompanho o blog há algumas eras e vi você mudar, crescer e se reinventar. E fico muito contente mesmo de sentir o “brilho no olhar” com o qual esse texto foi escrito.

    É isso mesmo.

    Estou bastante orgulhosa desse salto que você deu, e o fato de você fazer a diferença no seu círculo de influência é só um dos efeitos maravilhosos desse tipo de atitude.

    Que a gente possa nadar contra a maré (ou não).

    Meus mais sinceros parabéns.

    Obrigada pela continuidade desse trabalho tão legal. Comprarei seu livro assim que sair na loja da Amazon! \o/

    Boa sorte!

  41. Só posso dizer que concordo em gênero, número e grau! A partir do momento que você toma as decisões na sua vida, ela começa a fluir! Mesmo que depois você DECIDA mudar de vontade, sonho, caminho, você estará em paz com sua consciência! Parabéns e muito sucesso! 🙂

  42. Oi querida não podia deixar de te parabenizar…desejo muito sucesso no lançamento do seu primeiro livro e desejo imensamente que tudo dê muito certo…você é uma fonte de inspiração muito grande..todos temos sonhos e poucos são os que tem coragem de correr por eles…beijus e obrigada por dividir conosco sua alegria..paz e bem

  43. Thaís, não te conheço e você faz parte da minha vida. Te dediquei agradecimentos na minha tese de doutorado. Visto que você no blog nos dá o caminho das pedras para alcançar o equilíbrio tão difícil entre vida e trabalho, para mim uma vida feliz passa pela organização do tempo e das nossas demandas pessoas e profissionais. Eu desejo que você siga feliz com sua missão e não tenha medo de viver do blog, porque tú na minha opinião é a melhor blogueira brasileira, e olha que eu sigo muitos blogs, parabéns e que você tenha sucesso nessa nova etapa. Beijos. Gratidão por todo seu trabalho e por você existir para nós.

  44. Nada é por acaso. O destino realmente conspira e mostra que vc está no caminho certo. Seu blog caiu como uma luva no que tenho procurado desenvolver nos últimos meses. Espero um dia chama-la de amiga. Obrigada por sua dedicação e seus post. com certeza não ajudará só a mim como muiitas pessoas. Sucesso com seu livro. abç

  45. Adoro ler seu blog, sempre tem algo que me completa.
    Gostaria muito de trabalhar com organização, me encontrei nessa área, mas infelizmente ainda não é o momento de largar alguma coisa pra me dedicar mais, quem sabe num futuro breve.
    Bjo.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui