Categoria(s) do post: Áreas da Vida
Imagem: crossingilandmono.tumblr.com
Imagem: crossingilandmono.tumblr.com

O tema da revista Vida Simples de janeiro é relacionado a apreciar o silêncio. Caiu como uma luva, pois estou escrevendo sobre simplicidade para o blog, e esse definitivamente é um tema relevante para o nosso bem-estar no dia a dia.

Nós estamos tão acostumados com o barulho! Depois que descobri que me concentro melhor quando estou em silêncio, é bastante difícil me adaptar a ambientes barulhentos.

O que eu tenho feito é andar com protetores auriculares por todos os lados. São magníficos para andar de ônibus, viagens coletivas e até mesmo para dormir, se você tiver sono leve como eu. Esses protetores (plugues) vendidos em farmácias não cortam o som completamente, apenas abafam, então não há o perigo de você não ouvir o despertador, por exemplo, ou o alarme de incêndio do seu prédio.

Há protetores mais fortes usados por profissionais da área de construção civil, que cortam quase totalmente o som. Podem ser bons para estudar ou escrever.

Outra opção é usar ruído branco de fundo e ficar com um fone de ouvido. Ruídos brancos são ruídos contínuos que cortam um pouco o barulho exterior. Ventiladores ligados, por exemplo, são um exemplo de ruído branco. Há estudos dizendo inclusive que eles ajudam a relaxar. (Veja este site com ruído branco disponível para estudos e concentração de forma geral)

Muitas vezes, a saída é ir para um lugar silencioso mesmo. Se não for possível, as dicas acima talvez te ajudem, caso você seja um(a) apreciador(a) dos momentos silenciosos como eu.

E, se você for uma pessoa barulhenta, por favor: repense. As pessoas silenciosas não incomodam quem é barulhento . Trata-se não somente de respeito, mas de qualidade de vida no trabalho, no ônibus, em casa, na rua, onde for.