Por que procrastinamos?

35
6177

minions-procrastinacao

Porque nossas tarefas não estão claras para a gente. Simples assim.

Se você está adiando uma tarefa, divida-a em mil pedacinhos, contanto que sejam passos fáceis de serem feitos – daqueles que talvez você nem perceba que esteja fazendo.

Precisa estender a roupa no varal? Que chato… vou deixar para amanhã… aí a roupa fica mofada… tem que lavar de novo.

Ou então, pense que primeiro você precisa simplesmente tirar a roupa da máquina e colocar em uma cesta para roupas limpas. Se você pensou nisso antes, a cesta pode estar em cima da sua máquina já. Se não, esse pode ser o primeiro passo – colocar a cesta ali.

Então você vai lavar a louça e, quando voltar, coloca a roupa no cesto. Aí vai fazer comida.

Acabou a comida? Passou pela área de serviço? Pendura as camisetas.

Passou de novo? Pendura as calças. E assim vai.

Aos poucos, você terá pendurado todas as roupas.

O exemplo doméstico parece bobo? Experimente aplicar no seu trabalho.

Precisa montar uma apresentação para a reunião de semana que vem? Crie o arquivo no Power Point e nomeie. Só.

Depois, entre e coloque o título na capa. Só isso.

Faça um índice. Faça um slide. Uma coisa de cada vez. Não pense no final (“fazer a apresentação”). Pense em cada etapa. E faça uma de cada vez.

Tem aquela frase meio famosa que diz: Como devorar um elefante? Pedacinho por pedacinho. Ninguém consegue engolir o elefante inteiro de uma vez.

Basicamente isso. Tem aquela também: toda grande viagem começa com um simples passo. Gente, é isso. Somente isso.

Muitas vezes, para parar de procrastinar, basta dar um pequeno passo. E para dar esse passo, ele precisa ser simples, o mais fácil possível, de modo que fazê-lo seja tão fácil quanto deixá-lo de lado.

35 comentários

  1. Eu já vivenciei essa experiência, que a propósito, este post me trouxe a memória já que tinha esquecido rsrs.. e posso garantir que funciona e vc me relembrou. Vou voltar a fazer isso, OBG …

  2. Uau! Apenas: clap, clap, clap!!!
    Post super “simples”, mas é daqueles que nos liberta!
    Bjs Thais! Sou muito sua fã!!

  3. Parece uma dica boba a princípio, mas eu concordo plenamente. Quando tenho que estudar por exemplo 100 páginas, divido de 5 em 5. Outra dica é ir alternando as tarefas, por exemplo, se tenho que estudar 100 páginas de 1 livro e 50 de outro, eu leio 10 páginas do primeiro, depois 5 do segundo, depois 10 do primeiro.. parece que fica menos entediante e anda mais rápido!

  4. Esse foi para mim. Acho que é um misto de preguiça e falta de disciplina e fica muito difícil conseguir algo nessa vida se não nos obrigarmos a tocar as coisas para a frente quando tem de ser.

    • E muito obrigada por nos inspirar a mudar nossas vidas com a ajuda de seus depoimentos no blog. Encontrei seu blog numa altura de muitas mudanças, desde estar voltando a estudar depois de quase 10 anos, mudança de trabalho e mudança de casa sozinha tendo que me organizar e destralhar ao máximo pois vou para um quarto alugado. Mais uma vez muito obrigada!

  5. Thais querida!

    Simplesmente adorei o tema do post! Estava pensando sobre isso hoje cedo (não por coincidência, antes de concluir um trabalho enoooorme! Rrsrssrsr!). Seu post me ajudou muito a pensar mais sobre isso e o porquê de resistirmos às tarefas que têm de ser feitas.
    Adorei as dicas e amo a sua maneira de escrever!

    Um abraço enorme!

  6. Thais, a sua dica caiu como uma luva!
    Eu estive procrastinando uma tarefa do trabalho, acho que dividi-la é uma boa opção! Deu até mais vontade de realizá-la.
    Bom final de semana

  7. Adorei a dica! eu tenho muita dificuldade de prever o tempo que vou demorar pra fazer algo, ou acho que vai demorar muito, o que na maioria das vezes não acontece, ou acho que vai ser muito rápido e deixo pra última hora… minha previsão é sempre errada! Às vezes fico irritada comigo mesma de tanto procrastinar algumas coisas… se for pensar no teu exemplo, estender a roupa não deve demorar nem 10 minutos e mesmo assim a gente deixa pra depois!

      • Thais
        Eu vivo (ou vivia) adiando até mesmo problemas simpes, como dar um telefonema ou marcar um médico. Certo dia, meu filho me falou sobre uma frase de um americano que faz jogos de video game: “The best way of do it is to fuckin’ do it”
        A partir de então, tenho usado isso como um “mantra”, que traduzi livremente como: “a melhor forma de resolver um problema é ir lá e resolver a p* do problema. Tem dado certo para mim. Desculpe pelos palavrões…rs.

  8. Eu não consigo visualizar isto dando certo. Não é muito mais prático tentar fazer a tarefa toda de uma vez? Mesmo que vc procrastine, fazer uma tarefa quebrando-a em pequenos pedaços, pode fazer vc procrastinar até nessas “pequenas tarefas”

    • Pensei exatamente isso, Danilo. Essa dica parece até óbvia de tão simples, mas não acho que seja pra todo mundo. Eu sou uma procrastinadora da pior estirpe e já passei muito tempo nessa, achando que destrinchar pequenas tarefas ia me ajudar. Daí ficava fazendo listas e mais listas e nunca começava. Aí abandonei as listas, mas descobri que o único jeito pra mim de vencer a procrastinação é enfrentar a tarefa inteira, fazer pra terminar. Se fizer uma coisinha, vou ficar procrastinando a vida toda até a próxima coisinha, e com aquele sentimento de “aaarggghhhh não acredito que tenho que fazer MAIS isso, que tarefa mais difícil”. Eu funciono mirando no resultado, o resto pra mim só atrapalha. Mas enfim, pra outras pessoas deve funcionar né.

  9. No meu caso, o problema é que quero fazer tudo ao mesmo tempo. E acabo procrastinando justamente porque não consigo fazer tudo. Dividindo em etapas me parece um caminho muito bom para considerar e aplicar. Vou levar essa lição para esse fim de ano e pro anos que virão. E que tudo dê certo.

    Abraço.

  10. eita eita, esse foi EPECIALMENTE PRA MIM, Thais ajude -me, preciso me livrar de tanta procrastinação ( o post já ajudou bastante), isso tem me maltratado dmais, não tem um dia na vida que eu não pense nisso, agora a pergunta por não me livrar disso. SOCORROOOOOOO

  11. Foram duas as situações em que me deparei com a procrastinação.
    Uma foi durante meu TCC, sabe aquele problema do “por onde eu começo”? Resolvi isso com a metodologia do projeto de TCC, escrevendo o sumário, depois me dedicando a escrever cada seção. Restou o problema do referencial teórico que eu precisava começar e novamente tive que dividir em partes. Aí eu tirei um aprendizado: não adianta muito fazer por partes, pois a linha de raciocínio demora a pegar no tranco e não podemos perder a oportunidade de avançar no trabalho, então é sempre bom reservar um tempo maior para iniciar esse tipo de atividade.
    Outra situação foi quando deleguei várias tarefas para uma pessoa realizar, algumas não tão prioritárias essa pessoa entregou super rápido, outras demorou bastante. Descobri que o problema estava no conhecimento sobre a realização da tarefa. Quando não nos sentimos seguros, fica mais difícil encarar! Se eu tivesse feito o trabalho de dividir as etapas e orientado a execução talvez tivesse acontecido!
    O comentário da Cláudia Beatriz me fez lembrar do lema da minha querida mãe, ela diz: “Tem que ser feito? Feche a cara, e parta pra cima!”, assim mesmo, como se fosse enfrentar uma batalha medieval! Sempre me lembro disso quando tem algo que não quero fazer, mas preciso.

      • Hahaha, adorei, Audineia!
        A minha sogra tem um mantra que também aprecio muito: “não te preocupa, aja!”
        Além de procrastinarmos porque a tarefa pode não estar clara ou parecer muito complexa, como a Thais falou, acredito que também procrastinamos por excesso de preocupação, ansiedade mesmo.
        Aí, o negócio é ser maior que nossas preocupações e partir pra luta!!!

  12. Thaís, bárbaro esse post!
    Porque eu sou procrastinador, mas usei essa tática com meus trabalhos de faculdade neste semestre.

    Sentava, criava o arquivo, nomeava e deixava lá. Depois fazia cabeçalhos, título etc. e deixava mais um pouco. Em determinado momento escrevia a primeira frase só uma primeira ideia, mesmo que fosse modificada depois. E o mais legal era que nos intervalos eu estava pensando nos trabalhos, nas leituras – cada novo texto lido para o trabalho acrescentava uma ideia que eu podia aproveitar. Parecia que se eu lançava aquela ideia no computador, mesmo em forma bruta, “dava espaço” para outras.

    De repente eu sentava e já tinha elementos suficientes para fazer o texto inteiro. Mas não foi nada fácil porque eu estava estudando três literaturas diferentes, com oito romances e mais uma série de textos teóricos – mas consegui e tive bons resultados.

    Só não consigo fazer isso no meu trabalho profissional (ainda). Quem sabe mais para frente (olha a procrastinação aí – rs)

    Um super Natal para você e sua família na nova casa e que 2014 seja ainda “mais organizado” para que vocês tenham mais alegrias e objetivos conquistados.

    Aliás, não só para você e sua família, mas para todos os comentaristas do blog.

    Abraços!

  13. Esse post me deu vontade de finalizar logo o meu planejamento para 2014. 🙂
    Fica a dica de publicação de uma seleção de textos já postados e até mesmo novas ideias para colocarmos em ação o que ainda está faltando.

  14. Procrastinar é um ato de falta de reflexão da tarefa, quando temos uma tarefa a fazer o ideal é refletirmos antes o custo da procastinação, normalmente ele custa caro e então temos uma maior motivação para executar a tarefa. Racionaizar antes de executar também ajuda a definir se determinada tarefa é urgente, importante, necessária, desejável ou simplismente inútil, será que é mais importante olhar seu facebook do que lavar os pratos? Outro fator importante e a disposição, se você está pouco disposto tende a recionalizar menos, se está mais disposto racionaliza melhor, dai a importância da boa alimentação, sono, exercícios físicos, vida social satisfatória e satisfação com a vida em geral são alguns fatores que influenciam na disposição que por sua vez reflete no ato de procrastinar.

  15. Sou uma procrastinadora profissional, vou tentar esse técnica.
    Adoro o seu blog, principalmente as dicas sobre o Evernote, esse aplicativo é maravilhoso
    Bjs

Deixe uma resposta para Danilo Cancelar resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui