Dicas para mudanças – parte 2

Recebi um e-mail da FLY Lady esta semana em um momento muito propício, e tive a ideia para escrever este post.

Mudar nunca é divertido, mas pode ser tranquilo se a gente tomar algumas providências o quanto antes. Diariamente, recebo e-mails e mensagens de leitores pedindo dicas para se mudar, no auge do desespero, e tudo o que eu posso dizer é: leiam os posts anteriores do blog a respeito, pois tem bastante coisa já publicada:

https://vidaorganizada.com/categoria/casa/mudanca/

Algumas dicas são básicas quando se trata de mudanças:

[list]1 – Antecipe o que puder.

2 – Destralhe sua residência ANTES de se mudar (veja aqui como fazer).

3 – Faça tudo AOS POUCOS.[/list]

Isso significa pegar 15 minutos aqui e encaixotar algumas coisas; 15 minutos ali e encaixotar outras, até terminar. Nada de pânico, nada de estresse. Deixe isso para as situações imprevistas, sobre as quais não temos controle.

Comece encaixotando aquilo que não usa muito. Roupa de cama, de banho, livros, filmes, brinquedos, objetos diversos. Vá fazendo isso até chegar aos objetos de uso diário, que devem ser encaixotados na semana da mudança.

Escolha um lugar da sua casa para ir colocando todas as caixas. Nem pense em bagunça nesse momento. Você está de mudança. Sua única preocupação deve ser deixar as caixas no mesmo lugar. Não tem nada pior que ficar caçando caixas por diversos aposentos da casa no dia da mudança. Simplifique.

Nunca marque uma caixa com o título “Coisas”. Especifique o que tem dentro (“Roupas de cama”, “Brinquedos”). Outra dica é o sistema de cores e etiquetas que eu sempre uso, mas faça o que for mais simples para você.

Tenha algumas caixas para abrir assim que chegar na casa nova. Ela provavelmente terá todos os itens que você usou até a véspera, como toalhas, copos e escovas de dentes.

[quote class=”rosa”]Lembre-se!

  • A  mudança acontece em um único dia, mas a sua casa nova não precisa ficar perfeitamente arrumada de um dia para o outro. Vá abrindo uma caixa por vez e arrumando tudo em seu devido lugar.
  • Você vai precisar comer, descansar e dormir. Providencie essas coisas quando chegar. Você pode sair para comer algo ou pedir alguma comida (como pizza), dependendo da sua disposição. Nem pense em cozinhar. Deixe a cama arrumada para passar bem a noite. Toalhas limpas e banheiro funcionando.
  • Se você não mora sozinha(o), pode ser uma boa ideia deixar um cômodo bem arrumado da noite para o dia, como a sala e a cozinha. Isso dará um novo ânimo a todos que estiverem envolvidos na mudança.[/quote]

Veja aqui o material necessário para fazer a mudança.

Boa sorte!

15 COMMENTS

  1. Olá Thais.
    Já fiz tantas mudanças que já perdia a conta! Para mim caixas não funcionam bem, prefiro usar sacos de lixo pois são mais fáceis de transportar. Uso sacos bem reforçados e deixo as caixas apenas para itens que quebram ou com pontas que podem rasgar os sacos. E claro, tudo muito bem identificado.

  2. Nossa, esse post caiu como uma luva! Estou empacotando tudo já, pois viajo para o Brasil semana que vem, e quando voltar só terei mais uma semana na casa antiga para me mudar. Vou ler os outros posts com certeza. Agora, uma coisa que estou tentando aplicar aqui em casa e está sendo bem complicado é a questāo do minimalismo. Tento manter o mínimo de pratos, talheres, vasos, roupa de cama, etc. Mas é complicado, já que ganhamos muiiiiita coisa de casamento. Dá uma dó danada desfazer de certas coisas, mesmo sabendo que nāo usamos muito.

  3. Oi Thais! Esse post me lembrou uma coisa… Mudei recentemente de apartamento. Eu já morava com meu noivo em um apartamento pequeno, porém já mobiliado, e então quando decidimos nos mudar para o apartamento atual, achamos que não tínhamos ‘muita coisa’, somente livros, roupas e alguns objetos pessoais. A partir daí decidimos fazer a mudança por nós mesmos, de carro, e foi muito muito muito cansativo, foi um final de semana inteiro indo pra lá e pra cá, com as costas moídas de tanto carregar peso. Ficou de lição, na próxima só de carreto, mesmo que não seja ‘muita coisa’!

  4. Olá, Flor, com carinho e admiração, sempre, esperiência pessoal sempre conta, então ‘estou metemdo a colher’, desculpa, tá ?

    Numa casa com crianças principalmente, ou quando muda o tempo, você pode precisar de um agasalho ou cobertor, ou vem uma visita e você quer a máquina d efazer pão que só usa de vez em quando, e por aí vai,

    Então, já passei por isso, apenas mantenha a casa destralhada e as coisas mais organizadas o melhor possível, mas lembrando o que eu pasei, não, não embale com antecedência, sugestão ok?

    Abraços

  5. Oi Thaís,
    Estou passando por isso agora mesmo e já li toda a sua série sobre o assunto. Eu tenho o apartamento novo já alugado e com algumas coisas, mas preciso trazer a mudança propriamente dita.
    O meu problema e contratar a transportadora. Tenho orçamentos entre 6500 e 8000 reais (interestadual, cerca de 450 km), mas estou achando muito caro (cerca de 18 m cúbicos). Como nunca passei pelo processo antes, estou com dificuldades de tomar uma decisão de gastar tanto dinheiro… Você tem alguma dica específica em relação a contratação de transportadoras?

    Agradeço desde já,

    Thaís.

  6. Ja me mudei muitas vezes,por motivo de trabalho me mudo em media a cada 2 ou 3 anos.Quem vive destralhando tem mais facilidade nas mudanças. Consigo arrumar todas as coisas minhas e da familia em menos de um dia completo,arrumo por comodo,um saco para lixo outro para doacao,arrumo as roupas,etiqueto as malas e caixas e coloco em um lugar neutro,varanda,um canto da sala ou quarto sem uso,depois limpo gavetas ,guarda- roupas e armarios,para ter certeza que nao deixei nada para tras.Quando chego na casa nova desempacoto as coisas por ordem de utilidade,caixa dos produtos pessoas do banheiro,depois cozinha ,roupas do marido e assim por diante,nada de caixas e malas abertas e espalhadas pela casa,acho ordem fundamental para evitar estresse.
    Bjs

Deixe uma resposta para Renata Cancel reply

Please enter your comment!
Please enter your name here

Carta da Editora – Maio 2020

Todo mês eu escolho um tema para nortear os conteúdos que serão criados nos diversos canais do Vida Organizada e o tema de maio...
Ler

Veja Também

Carta da Editora – Junho 2020

Chegou um novo mês, junho! Seja bem-vindo, querido, e traga boas notícias para nós. Por favor.

Linkagem de domingo

A linkagem de domingo é uma coletânea de posts que eu li e gostei durante a semana anterior. Os assuntos não necessariamente...

Resumo do Mês – Maio 2020

Todo último dia do mês eu gosto de fazer um apanhado de como foi o mês que está terminando para mim, tanto...

Série de LIVEs feitas sobre o bem-viver em casa durante a quarentena

Entre os meses de abril e maio eu fiz uma série de LIVEs diárias (foram 28 no total), todos os dias, às...

“Thais, sua família segue a sua dieta?”

Existem algumas perguntas que eu recebo com muita frequência, então, sempre que eu identificar alguma assim, vou criar um post com a...

Outros artigos como este