Storage wars

Imagem: The Daily Flows
Imagem: The Daily Flows

Quando eu estava nos Estados Unidos, conheci um programa de tv chamado Storage wars (algo como “guerra de depósitos”), que passa no canal A&E. Acredito que não tenha previsão para ser transmitido no Brasil (as leitoras lindas disseram que passa no Brasil com o nome Quem dá mais! obrigada!), mas achei divertidíssimo! Basicamente, nos Estados Unidos é comum as pessoas alugarem pequenos depósitos para guardar coisas que não cabem em suas casas. Já tinha visto alguns exemplos no programa Acumuladores (que passa no Discovery Brasil), mas nesse Storage Wars são mostradas grandes áreas com pequenas portinhas de depósitos – como se fossem pequenas garagens.

Pois bem, o programa se baseia no seguinte: quando o aluguel do depósito não é pago depois de três meses, tal depósito vai a leilão. Então existem pessoas que fazem disso um verdadeiro negócio, comprando o que há dentro do depósito, analisando e, muitas vezes, encontrando verdadeiros tesouros que podem ser vendidos para casas de antiguidades e colecionadores. Os apostadores não podem analisar detalhadamente cada depósito – eles podem somente olhar superficialmente o que há lá dentro durante alguns segundos e, em seguida, fazer seus lances.

Imagem: Pop Tower
Imagem: Pop Tower

É divertidíssimo ver o que as pessoas guardam! Tem muita tralha, mas também muitos itens valiosos.

Mesmo para quem não entende inglês, no vídeo abaixo dá para ter uma ideia de como funciona o programa:

Curioso ver como nos apegamos às coisas. Às vezes uma pessoa guarda a vida inteira algum artigo para depois ele simplesmente ser leiloado desse jeito, porque não pagou o aluguel do depósito. Para refletir! Será que precisamos mesmo ficar guardando tudo o que temos?

Previous articleComo organizar: Primavera
Next articleQuerida Thais,

26 COMMENTS

  1. Taís é realmente surpreendente a quantidade de coisas que sao simplismente esquecida ou deixadas de lado. No antigo episósio foi encontrado um carro no valor de 100 mil dolares atras de uma cortina. Fiquei chocada .

  2. Oi Thaís,

    concordo com esse lance de ser meio triste guardar uma coisa a vida toda e dps perder pq não pagou o aluguel do depósito, é uma questão para refletir mesmo mas o programa já passa no A&E, só não lembro do nome porque eu quase não assisto.

    Bjs, adoro seu blog!

  3. Eu amooo esse programa, ele passa se não me engano no history com o nome de “Quem dá mais?”, fico impressionada com as coisas que as pessoas guardam …

  4. Oi Thais!
    Esse programa já passa faz um tempão nos canais da A&E Brasil. O programa se chama “Quem dá mais”. E realmente é muito divertido e lucrativo!!! rs.
    Beijos!!!

  5. Oi Thaís! Não sei se é exatamente o mesmo programa, mas tem um com a mesma premissa que passa no Travel & Living Channel aqui no Brasil, além desse tem um especial de depósitos de Los Angeles. Realmente é bem interessante ver o que o pessoal guarda durante tanto tempo… Mas o que esse seu post de hoje me fez vir comentar aqui hoje foi por que amanheci pensando na minha coragem de morar fora do país por um ano e estava pensando nas minhas coisas, em abrir mão delas, e como estava colocando uma mesa (que era do meu pai, que faleceu recentemente) poderia ficar entre mim e meu sonho. Aí vejo esse post e faz todo sentido, guardar as coisas por tanto tempo e pra quê? Não vai me trazer os bons momentos de volta, vai só me impedir de ir viver novos por medo de me desfazer de bens materiais.
    Enfim, parabéns pelo blog, acompanho a mais de um ano diariamente, é minha página inicial inclusive haha qualquer hora mando um depoimento de como consegui realizar um sonho depois de pegar suas dicas… Bjo!

  6. As pessoas descartam o que tem por acharem antiquado e depois veem algo parecido ser vendido na internet por uma pequena fortuna. Descartar as coisas indiscriminadamente gera lixo. Pensemos nisso também. Bjs!

  7. Prezada, este programa já passa no A&E. É o “Quem dá mais”. Por falar nisso, gosto do casal do vídeo. 🙂 Pena que reprisa muito. Abraços.

  8. Quando fui de carro de Orlando para Miami, passei por vários na estrada. Nem sabia o que era, fiquei até curiosa com aqueles grandes galpões, sempre em locais afastados, e guardei o nome “storage”. Depois é que me informei sobre o que era, inclusive andei lendo que é um dos negócios em maior crescimento por lá.
    Acho meio chocante que as pessoas tenham tanta coisa, mas tanta coisa, que nem cabe naquelas casas americanas enormes, e se disponham a pagar um outro local para guardar suas tralhas…

  9. Olá Thais, a pouco tempo venho visitando seu site, e achei os assuntos bem legais! E já que você gostou deste programa que passa no A&E, aqui no Brasil ele chama ¨Quem dá Mais¨. É bem interessante mesmo, porque nos EUA eles dão o maior valor nas coisas usadas ou antigas…

  10. Não sei se é o mesmo programa, mas no A&E tem o Quem da mais?. Tem a mesma proposta. Cada coisa q eles encontram , Lixo e até coisas que valem muita grana. Pq nós acumulamos tanta coisa? Todo mundo faz isso em níveis variados mas todos nós fazemos.

  11. Oi Thais,quem tem tv por assinatura pode assistir, no canal da A&E o programa foi traduzido para Quem dá mais?
    O programa é muito divertido,passa todos os dias as 19:00
    Bjinhos e Fica com Deus!

  12. Oi Thais

    Tenho acompanhado seu blog ha alguns meses e tem me ajudado muito.

    Sobre esse programa que vc comentou eu já assisti na tv a cabo aqui no Brasil, só não lembro o canal.

    Bjs,

    Dani

  13. Na realidade existe inclusive algo parecido aqui, é um tipo de “Guarda Móveis”, você aluga espaços para guardar coisas que não utiliza, tem de diversos tamanhos e preços… de um box a um galpão.

    Mas vale a reflexão… se não utiliza porque guardar?

  14. Olá,

    Meu pai é um acumulador nato e além de toda a tralha q guarda na casa dele, aluga espaço na casa dos outros (no caso, um terreno p/guardar outros carros que não cabem no quintal da casa dele)

    Acho insano e até entendo q ele precisa de mais espaço para as suas coisas mas parece que as coisas brotam em sua casa, assim, do nada – rs

    A laje da casa dele estava c/vazamento e ao invés de apenas cobrir c/telhas, ele levantou paredes, cobriu e agora tem um galpão em cima de casa, pronto p/mais e mais bagunça…

    Aonde ele vai parar, sinceramente eu não sei…

    Bjos,

  15. Olá, Thais! Venho acompanhando seu blog e adoro seu estilo simples, direto e inteligente! Tenho aprendido muitas coisas bacanas com você! Obrigada por compartilhar tanto! 🙂
    É minha opinião pessoal, mas acho triste e de uma certa vibe negativa comprar objetos de outras pessoas que os perderam por não pagar o aluguel do depósito. É como comprar um apartamento por um valor baixo em um leilão de imóveis, sabendo que aquele apartamento pode ter sido motivo de muito sofrimento e desgraça para alguma família que o perdeu. Acredito muito no valor de objetos antigos passados em família ou por meio de um gesto de amizade, mas jamais ir a antiquários para comprar coisas antigas das quais não sei a procedência e não conheço a história das pessoas que os possuíram. Nunca vi o programa e nem tenho interesse em assistí-lo, mas fato é que os americanos são muito desapegados nesse sentido. Tanto que é comum fazerem bazares na comunidade ou bairro para a arrecadação de dinheiro dos objetos vendidos. E concordo com algumas opiniões aqui postadas… se não vai utilizar, por que guardar? Por que não doar? 🙂 Grande beijo e continue com esse trabalho espetacular!

  16. Olá Thais,
    Seu blog tem me ajudado muito, pretendo usar futuramente as várias dicas, estou noiva e logo terei minha casa para cuidar e organizar MUITO, terei longos meses para por em pratica e testar também muitas coisas. Sobre o progrma é para refletir, sobre compras exageradas e falta de espaço, prefiro muito simplificar a vida!
    bj

  17. Assisto todos os programas desse formato, normalmente passam no A&E e no History Channel. Tem ainda o Batalha das Malas que é sobre leilão também mas de outras origens. adoooorooo! Se eu tivesse grana, ia me tornar leiloeira na moral!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Carta da Editora – Maio 2020

Todo mês eu escolho um tema para nortear os conteúdos que serão criados nos diversos canais do Vida Organizada e o tema de maio...
Ler

Veja Também

“Thais, sua família segue a sua dieta?”

Existem algumas perguntas que eu recebo com muita frequência, então, sempre que eu identificar alguma assim, vou criar um post com a...

Sopa de inhame com espinafre e especiarias (vegana)

Seguindo por aqui na pegada de fazer receitas com base em cremes, caldos e purês durante a...

“Hábitos Atômicos” (James Clear)

Mais um livro da série “boas leituras para o período de quarentena”. Tenho lido alguns livros (e relido outros) que eu acredito...

Como eu estudo Ayurveda

Desde que comecei a estudar Ayurveda de maneira mais "oficial", sempre recebo comentários de vocês nas diversas redes sociais perguntando que curso estou fazendo...

O lance da água morna com limão todo dia de manhã

Alguns anos atrás eu publiquei aqui no blog um texto sobre o hábito de tomar água morna com limão pela manhã e até hoje...

Outros artigos como este