A rotina noturna da nossa família

41
7061

Eu gostaria de rechear este post com fotos, mas vocês sabem como o dia a dia é corrido e, se eu fosse esperar por isso, não conseguiria terminar nunca este post! (acho que ele está no forno há quase dois meses!) Como muita gente estava me pedindo, resolvi escrever para contar um pouco sobre a nossa rotina noturna atual.

Uma pequena introdução para quem é novo no blog e não conhece o contexto: nosso filho tem três anos, meu marido é músico (e trabalha em horários alternativos) e eu trabalho fora o dia inteiro.

Basicamente, meu horário de chegar em casa varia, pois às vezes faço hora extra no trabalho. Sou a única na minha área por enquanto e muitas vezes preciso ficar até mais tarde (geralmente em época de eventos etc). Não vou colocar o horário exato em que chego em casa, por questões de segurança. Mas coloque aí uma variação de duas horas quando faço hora extra.

Quando eu chego em casa, normalmente meu filho já jantou e meu marido já preparou o jantar. Eu já troco de roupa (visto a roupa da academia, senão bate um desânimo danado) e janto. Depois, fico com o meu filho até a hora de ele dormir. Nesse meio tempo, meu marido aproveita para fazer algumas coisas dele, como tirar música ou ficar na Internet. Eu também acabo fazendo algumas coisas em casa, como trocar lixeiras, pendurar roupa, enfim, tarefas cotidianas mais simples.

Depois de mais ou menos uma hora depois que o meu filho jantou, é hora de tomar banho. Alternamos entre meu marido e eu para dar banho no filhote (depende do que cada um tem para fazer no dia). Enquanto um dá banho, o outro já separa a roupa e prepara o leite. Dou mais uns agarrões no meu filho, beijo de boa noite e vou para a academia. Meu marido o coloca para dormir, o que também é bastante rápido, porque ele dorme no quarto dele sozinho. Enquanto eu estou na academia, meu marido tem esse tempinho para ele, quando aproveita para fazer o que quiser, seja cuidar de algo na casa (lavar a louça, por exemplo) ou ver um pouco de TV.

Quando eu volto, vou direto para o banho. Tenho um dia da semana que é um “dia de folga”, que elegemos como a noite de ver filme. Nas outras noites, eu vou estudar. Estudo de duas a três horas por dia, dependendo do meu cansaço. Depois disso, separo a minha roupa para o dia seguinte, dou uma geral na bolsa para tirar papéizinhos etc, faço minha higiene pessoal e vou para a cama. Sim, eu durmo tarde. Foi uma escolha que eu fiz, para conseguir estudar mais.

Mas nem sempre é assim. Nos dias em que estou muito cansada, privilegio o descanso. Nos dias em que precisamos sair à noite, precisamos nos adaptar também e compensar (o estudo) nos outros dias, especialmente finais de semana.

Finais de semana

A rotina noturna nos finais de semana é mais tranquila, especialmente porque temos mais tempo para fazer tudo durante o dia. Se eu estiver bem (ou seja, não cansada) e meu marido não estiver em casa (porque foi trabalhar), eu fico estudando ou vendo alguma série ou filme que eu goste. Quando ele não trabalha em algum dia do final de semana, costumamos fazer algo juntos, sair para jantar, ir ao cinema ou simplesmente ficar em casa.

Limpeza

Com relação à limpeza da casa, repito o que já comentei em outros posts: temos listas! A lista de tarefas diárias é curta, com o essencial mesmo, e nós dois nos revezamos para cumprí-la (se meu marido não fez durante o dia, eu faço de noite). Mas, como dividimos as tarefas, não fica sobrecarregado para ninguém e é bem tranquilo cuidar da casa ao longo dos dias.

Meu marido sabe que, quando eu chego em casa, de noite, não vou ter muito tempo para cuidar da casa, então ele não deixa nada pesado para eu fazer. Muitas vezes o que acontece é que eu gosto de fazer, mas sempre me arrependo um pouco, porque ele poderia ter feito durante o dia ou eu poderia ter deixado para o final de semana. É que às vezes me batem 5 minutos e quero arrumar isso, limpar aquilo. Mas tento me policiar para não ficar tão cansada.

Mas basicamente é isso. Deixamos a noite para fazer outras coisas. Claro que isso só é possível porque meu marido está por aqui durante o dia (na maioria das vezes) e consegue limpar a casa. Se ambos trabalhássemos fora, a rotina seria diferente. Provavelmente eu deixaria de fazer academia, por exemplo, para ter mais tempo para cuidar da casa. A vida é assim mesmo, feita de adaptações. Já passamos por períodos em que simplesmente não parávamos em casa (quando eu trabalhava e fazia faculdade, e ele trabalhava de dia e tocava à noite), mas aí a casa sujava menos também…

Para nós, é muito importante existir esse equilíbrio. Já passei por grandes períodos de estresse na vida e sei que não é saudável viver assim. Tanto que, hoje, preferimos ter menos dinheiro mas manter essa estrutura em que meu marido possa ficar mais com o nosso filho, cuidar da casa etc. Foi uma escolha que fizemos e que pode mudar também, porque a vida é feita disso, mas que por enquanto tem se mostrado uma decisão acertada.

Ajuda

Não temos diarista, nem empregada, nem outra pessoa que nos ajude. Gosto de cuidar da casa eu mesma. Aliás, esse é o mote do blog: ensinar como podemos nos virar sozinhos(as) com relação a tudo relacionado a organização (incluindo a limpeza de casa).

Já considerei muitas vezes a ideia de ter alguém aqui, mas meu marido nunca quis. No final das contas, eu acho que ele tem razão e eu penso da mesma forma.

Lição de casa

Por enquanto, nosso filho ainda não tem que fazer lição de casa, então isso é uma coisa a menos para nos preocuparmos. Mas em breve isso acontecerá e é claro que eu vou postar aqui no blog para vocês acompanharem a mudança.

Compras

Geralmente vamos ao supermercado durante a semana pois, aos finais de semana, além de estarem muito cheios, meu marido pode estar trabalhando e só ele dirige (por enquanto). Elegemos um único dia da semana para fazer isso, mas ultimamente ele tem ido durante o dia, de forma que não precisamos gastar uma noite da semana para fazer isso. Quando acontece, vou logo depois do trabalho (geralmente no dia em que saio no meu horário mesmo), então não interfere muito na nossa rotina noturna.

Preparo das refeições

Meu marido é o cozinheiro da casa, apesar de eu também gostar de cozinhar e não fazer tanto por falta de tempo mesmo. O que costumamos fazer é preparar algumas “bases” em um dia e deixar para toda a semana (congelados), como: arroz, feijão e sopa. Uma vez por semana meu marido gosta de fazer macarrão para ele e para o filhote, que costuma durar dois dias. Aí, no dia a dia, basta assar ou cozinhar alguma carne, então o processo todo é bem rápido.

Meu marido não é muito fã da história do menu semanal, então fazemos uma adaptação desse esquema aqui em casa: planejamos a semana, mas não o que vamos comer em cada dia. Pensamos em sete refeições, compramos os ingredientes, mas ele prepara de acordo com o humor dele no dia. Tem dado certo para nós e é uma maneira de simplificar o menu semanal, cujos principais benefícios são economizar nas compras e não precisar quebrar a cabeça todos os dias pensando no que vai preparar.

A coisa de congelar quebra um galho enorme. Sei que não é o ideal (também prefiro comer a comida fresquinha), mas agiliza demais o dia a dia. Para saladas, também costumo comprar aquelas que já vêm pré-lavadas. São mais caras, mas economizamos em todo o resto, e o investimento vale a pena pela economia de tempo que temos diariamente.

Acho que consegui abordar todos os pontos! Se alguém tiver mais alguma dúvida, por favor, poste nos comentários!

41 comentários

  1. Olá Thais, bom dia. Acompanho seu blog desde o final do ano passado e gosto dele porque já me ajudou muito. Gostei de ler sua rotina noturna. Gosto da maneira simples e descomplicada que você escreve e gosto muito mais de ler a maneira carinhosa com que você se refere a seu filho e marido. Não é o meu filho ou meu marido. Isso é muito gratificante de se ver . Parabéns

  2. Que delicia de post Thais, adoro conhecer um pouco da rotina das “minhas blogueiras”, principalmente a sua, que fala diretamente de organização, planejamento e administração de tempo… esse tempinho que temos de noite é muito bom para fazermos o que não conseguimos fazer durante o dia, por ter que trabalhar fora… admiro sua capacidade de fazer vários papeis e ainda estudar… pra mim está faltando este último… estudar mais… bjs

  3. Oi Thais,
    Leio seu blog todos os dias e preciso dizer que ele tem me aberto a mente para milhões de possibilidades de cuidar da casa e da família sem sofrimentos.
    Eu também sou do time do seu marido no que diz respeito ao menu semanal. Tentei fazer da forma sugerida aqui e no Fly Lady, mas daí me senti um pouco engessada e não foi legal. Então decidimos flexibilizar um pouco esta questão. Também deixo as coisas mais complicadas prontas e quando paro p/ preparar, já faço em maior quantidade que é p/ poder congelar – molho de tomate caseiro, creme de milho, molho branco, feijão, lentilha, etc. Aqui em casa nós investimos em uma panela de arroz com timer – é muito prática e maravilhosa. Saio de casa p/ trabalhar e coloco a panela p/ começar a cozinhar 1 hora mais ou menos antes de eu chegar em casa – comemos arroz integral, que tem um tempo maior de cozimento, então o fato de ficar de molho na água da hora que eu saio até a hora de iniciar o cozimento contribui para que o arroz fique macio. A panela vem com uma cestinha p/ legumes ou peixe, ou qualquer coisa que você consiga fazer cozido no vapor – uma beleza. Também costumo deixar carnes, tipo bife, peito de frango, carninha moída, etc já porcionadas e picadas (se for o caso) no congelador – tiro na noite anterior. Quando chego em casa é só o tempo de passar a carne na frigideira, colocar o molho, montar a salada e servir com o arroz e os legumes fresquinhos e quentinhos saidos da nossa panela maravilhosa. Almoço saudável p/ três em menos de minutos 20 minutos e sem trauma p/ ninguém. Obrigada pelas suas dicas maravilhosas 🙂

  4. Adorei, impressionante como organização funciona, eu nao tenho filho, tenho diarista e nao consigo fazer metade do q vc faz. Eu preciso mudar minha vida/rotina urgente.

  5. Que legal esse post, Thais! Minha rotina doméstica é basicamente noturna, ou seja, mega corrida!

    Somos só eu e meu marido aqui em casa, e o que mais dá trabalho é a questão da comida. Trabalhamos de dia e à noite lecionamos em universidades diferentes….Ou seja, nunca batem os horários, mas ambos chegamos tarde, exaustos e famintos.

    O problema é ele não gosta de comida congelada e nem arroz requentado, aí armamos uma tática: domingo é dia de “pré-preparar” a comida da semana.

    Aprendi a deixar uma boa quantidade de arroz cru pré-refogado num potinho, e toda noite cozinhamos apenas 4 colheres — o suficiente para a nossa refeição. Demora 10 minutos, o tempo de trocarmos de roupa.

    Em outro potinho, deixo cebolas picadinhas e alho amassados. Ponho um pouco de azeite e sal para conservar e duram a semana toda; é só usar.

    Somos vegetarianos, então nossa mistura é feita basicamente de legumes que já deixo descascadados e lavados em potinhos também no domingo. Se tá frio, os refogamos rapidamente no azeite com algum tempero. Se tá calor, vamos de legumes crus mesmo. O tipo de legumes varia conforme o preço da feira, mas em geral compro abobrinha, beringela,couve,cenoura,aipo,mandioquinha.São os que tem melhor duração.

    Nossas cartas na manga são os enlatados ou os pré-cozidos em caixinha: palmito, grão de bico,lentilha,trigo,alcaparra,cogumelo….Só abrir e pronto.

    Se temos um pouquinho de tempo, assamos um kibe ou hamburguer vegetarianos ou hidratamos um shitake, coisa de mais 10 minutos.

    A única coisa que fica pronta e requentamos é o feijão, que às vezes trocamos por lentilhas.

    Sabe, não é aqueeeela variedade, mas é prático e leve , pois jantamos pra lá da meia noite.

    Também assumimos o compromisso de dormir com a louça lavada, roupas recolhidas do varal e com o lixo tirado. 15 minutos a mais de trabalho , mas….Ô como facilita a vida!

    Bjos!

    • Que bom ver um casal assim tão harmonioso na questão dos cuidados com a casa. Ambos fazem a sua parte, e ninguém se estressa. Parabéns!

      • Este meu comentário acabou saindo como uma resposta pra Gabi, quando na verdade eu estava falando de vc, Thais.
        Mas olha, vc tb merece parabéns, Gabi! Chegar em casa tarde da noite, e cuidar de ter uma alimentação saudável e fresquinha merece todos os elogios.

    • Nossa, Gabi! Realmente, vc e a Thais, com seus respectivos maridos, são exemplos de que a organização em equipe move a casa, e o mundo! Parabéns pela sua rotina alimentar saudável e bem planejada!
      Vou pegar aplicar algumas de suas ideias na minha futura casa!
      Beijos!

  6. Thais, querida parabéns pela rotina!

    Mais me diga uma coisa, está tirando a CNH?

    Posso te dizer que um dos melhores investimento para se conquistar a independência.

    Abraços minha querida!!

  7. Desculpa se estiver parecendo intrusa, mas os estudos são ainda da faculdade ou algo específico?
    Parabéns por terem essa rotina, cuidado e dedicação com a familia, casa e o filho, isso não é pra qualquer um…

  8. Parabéns Thaís por conseguir manter sua organização.
    Eu não consegui dar conta sozinha e acabei de contratar uma diarista. Só sou eu e meu marido, ele tem boa vontade de me ajudar mas as coisas saíram do controle. Ele começou a faculdade de engenharia e não tem mais tempo de me ajudar. Sou eu e eu para fazer tudo. Moro em um sobrado e tenho quintal para limpar.
    Não aguentei Thaís… Coloquei suas dicas em prática, até consigo limpar tudo… mas sem descanso e a longo prazo isso não ia me fazer bem. Vou pagar uma diarista a cada 15 dias para fazer o serviço pesado e o básico vou dando conta.

    Sobre congelar os alimentos… eu congelo potinhos de feijão, arros refogado, sopa…
    Só q tenho dúvidas do q pode ou não congelar.
    Gosto de temperar o arroz com cebola, mas me disseram q a cebola estraga a comida congelada. Então refogo só com alho.
    Thaís vc poderia fazer um post falando sobre congelar alimentos para tornar nosso dia mais fácil.

    Mais uma vez parabéns

    • Oi Rafaela,
      Não há porque pensar que vc “não conseguiu” ou “não aguentou”.
      Cada um tem um estilo de vida e uma necessidade.
      É muito mais fácil limpar um apartamento compacto do que um sobrado. Sei disso porque já morei em ambos.
      O importante é cada família funcionar bem. Hoje vc tem a sorte de contar com um auxílio quinzenal, o que é ótimo. Se amanhã vc perder a diarista ou precisar economizar o dia dela, conseguirá se adaptar com as dicas de organização.
      Se no futuro vc precisar de uma mensalista, saberá orientá-la e fiscalizar o trabalho.
      Na minha opinião, o importante é conseguir cuidar da família e manter a casa funcionamento bem, sempre desenvolvendo a capacidade de se adaptar a diferentes necessidades.
      O que é mais bacana do depoimento da Thais é perceber que, organizando as coisas, cada um pode tentar emplacar seus objetivos, mesmo sem ajuda externa (há quem não queira contratar ninguém, há que não possa e há quem não consiga, mesmo podendo).
      Bjs,

    • Rafaela, a gente tem que fazer o que for melhor para nós. Se eu morasse em uma casa grande com quintal e ainda trabalhasse fora, certamente faria como você, se tivesse condições.

  9. Thais, obrigada por suas dicas maravilhosas! Eu moro sozinha, com dois filhos pequenos (marido passa até 30 dias longe de casa), trabalho fora, então é um caos. Não é uma opção arrumar ajuda agora por questões financeiras, então preciso me organizar de modo mais eficiente, suas dicas tem ajudado muito mais não consegui instaurar rotinas ainda. Enfim. Thais, eu agradeceria muito se houvesse uma ajuda quanto a rotina alimentar, congelados, essas coisas. Eu não sei o que pode ser congelado. Arroz por exemplo, como se congela isso? Brigada Thais!

  10. Nossa seu marido tb é 10 heim, sem essa união é impossível a mulher dar conta de tudo. Parabéns a vocês.

  11. Oi Thais!
    Adoro muito o seu blog, tanto que vira e mexe acabo indicando ou citando ele no meu. Foi assim que minha mãe conheceu o Vida Organizada, e desde então, a vida dela mudou para muito melhor. Antes ela voltava do trabalho desanimada e passava o dia inteiro dormindo ou assistindo séries. Agora ela nem cochila mais durante a tarde, e fica super empolgada para tentar organizar a casa ou fazer alguma coisa diferente. Além disso, agora é ela quem costuma me mandar os links do seu blog para que eu dê uma lida, hehe 😉

    Acho muito legal como todos na sua casa cooperam e ajudam a manter, literalmente, a Vida Organizada =) A rotina noturna de vocês mostra como, com disciplina e planejamento, dá sim pra fazer muitas coisas mesmo trabalhando fora e tendo filho pequeno.

    Fiquei só com uma dúvida… Quantas horas em média você dorme por dia? Eu realmente gostaria de poder dormir um pouco mais tarde e aproveitar mais o tempo, mas não consigo viver bem dormindo menos que 7 horas por noite. =P

    Parabéns e continue com o ótimo trabalho! =D

  12. Que artigo ótimo, curti muito a leitura!

    Você tocou num ponto muito interessante, que é escolher viver com menos dinheiro para priorizar coisas realmente importantes da nossa vida. Sou da mesma mentalidade e prefiro levar uma vida mais simples a negligenciar a família, a saúde, minhas práticas religiosas, enfim, tudo que, no fundo, tem mais valor do que o dinheiro.

    Aqui em casa também somos uma boa equipe e, desde

  13. Opa, enter na hora errada!

    Então, desde que casamos houve uma divisão natural de tarefas. É muito importante, numa família, todos entenderem que trabalho doméstico não é de responsabilidade só da mãe, ou só do pai, ou só da empregada. Se queremos viver em um lar de verdade, e não simplesmente numa casa ou apartamento, precisamos todos mantê-lo.

    Pena que eu não pensava assim quando era adolescente. Ajudei muito pouco meus pais na arrumação da casa, mas hoje reconheço como estava errada.

    Beijos, Thais!

  14. Oi, Thais! Tenho acompanhado seu blog a algum tempo e AMO!!!! Parabéns a você e seu marido pela ótima organização e divisão de tarefas. Confesso que fiquei com um pouquinho de inveja… Tentei incorporar aqui em casa uma nova rotina, cozinhando e cuidando da casa sozinha, literalmente sozinha, por isso não deu certo. Sou casada e tenho dois filhos, uma menina de oito anos e um menino de 6 anos. Trabalho em turno de revezamento por seis dias e folgo quatro dias de forma ininterrupta (inclusive domingos e feriados). Meu trabalho dura dez horas diárias e a cada dois dias o horário de saída de casa alterna-se. Meu marido possui uma loja de móveis, que fica na frente da nossa casa, trabalha durante o dia em horário normal e joga futebol à noite três vezes por semana. O problema é que ele não ajuda em absolutamente nada dentro de casa: não cozinha, não varre, sequer arruma a cama, e ainda de quebra, faz bagunça por onde anda. Conto com a ajuda da minha cunhada para cuidar das crianças quando estou no trabalho. Comemos de vianda e ainda preciso pagar uma empregada por meio truno diariamente, senão a casa vira um caos. Não posso parar de trabalhar porque é o meu salário que garante a boa vida e o conforto que temos em casa, ganho quatro vezes mais que ele.Brigamos demais quando peço ajuda ao marido, as crianças auxiliam-me como podem. Ele quer que eu pare de pagar empregada para economizar, mas será que posso? Diga-me, por favor, o que você sugere para minha vida? Ufa… foi quase um desafafo… desculpa! Beijos!!

  15. Oi Thaís!

    Gostaria de saber qual o horário e como você faz para cuidar de você, por exemplo, fazer unhas, depilar, cuidar dos cabelos. E, ainda, como consegue estudar no sábado com o seu filho ao lado?

    Adoro o blog!

    Beijos!!!
    Janaína

    • Oi Janaína,

      Tem um post no blog sobre a minha rotina de beleza, dá uma olhada!

      Aos sábados, estudo quando ele está dormindo ou quando meu marido pode ficar com ele. Geralmente, umas 4h de noite e umas 2h ou 3h durante o dia, dependendo da disponibilidade.

      Bjo

  16. Oi, Thaís!
    Este é só pra dizer que você é uma fofa!
    Obrigada por compartilhar tantas informações preciosas.

  17. Nossa Thaís,
    ADOREI esse post. Era exatamente isso q eu estava precisando, tb estou com uma rotina puxada (e quem não tem né!?) e tenho me perdido um pouco no planejamento do dia para dar conta de tudo: casa (tb não tenho diarista) + trabalho + estudo (concurso) + meu filho (um cachorrinho)!
    Ja tinha montado minha rotina mas acho q o q faltou foi o dia de folga, pois não tem como não se cansar com esse corre corre e acho q o q acabou comigo e me deixou desmotivada para retomar os estudos é justamente a rigidez.
    Vou me reorganizar novamente e incluir o dia da folga! 😉
    Obrigada! Amo seu blog.
    Bjsssss….

  18. Oi Thais! Adoro o seu blog e leio sempre!
    Vendo este post eu fiquei curiosa com uma coisa, qual é o intervalo de tempo que você tem a noite? Não é o horário que você chega em casa do trabalho e a que vai dormir, mas o intervalo entre elas. Gostaria muito de saber pois a noite é o tempo que eu tenho para fazer tudo, mas sinto que não o tempo que eu tenhou não ‘rende’ como o seu e gostaria de saber se temos um intervalo de horas parecido ou não.
    Bjo!!

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui