Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Existem diversas ferramentas que podem ser utilizadas para backup dos seus arquivos digitais. É importante dar um pouco de atenção para esse assunto, pois geralmente só nos importamos quando perdemos documentos importantes ou quando o HD falha e ficamos na mão. Para que isso não aconteça, veja o que você pode fazer:

HD externo

Você pode comprar um HD externo para salvar todos os seus arquivos. Como eles costumam ter grande capacidade de armazenamento, costumam ser o suficiente para todos os arquivos que você tiver. Algumas pessoas gostam de ter um HD externo para arquivos e outro para vídeos, músicas, filmes etc. No geral, para uma pessoa que usa o computador de forma regular pode ter um como suficiente.

A desvantagem do HD externo é que ele é mais caro, mas é um bom investimento. Se você puder, vale a pena.

CDs e DVDs

Ainda vale a pena gravar arquivos em CDs e DVDs, mas eles têm a vida mais curta que um HD externo, por exemplo, além da possibilidade de serem extraviados, perdidos ou danificados, devido ao armazenamento mal feito. São ferramentas baratas, com capacidade de armazenamento menor, mas que costumam funcionar bem para a maioria das pessoas.

Você pode gravar imagens e arquivos sem problemas em CDs e DVDs.

Nuvem (Dropbox, Evernote, Google Drive, entre outros)

É possível armazenar arquivos na nuvem, ou seja, em um serviço online, para acessá-los a partir de qualquer dispositivo conectado à Internet. A vantagem desse tipo de armazenamento é justamente a disponibilidade, mas a desvantagem é a segurança – afinal, você está colocando seus arquivos confidenciais em um serviço de terceiros. Além do que, eles ficam sujeitos à descoberta de uma única senha.

Tais serviços são recomendados para arquivos que não sejam confidenciais e para documentos de uso frequente em diversos dispositivos. Por exemplo: você precisa abrir um relatório em casa para fazer uma revisão. Colocar o arquivo em uma pasta na nuvem é muito mais fácil e prático que enviar por e-mail.

Esses serviços são gratuitos para capacidade X, com opções de planos pagos para capacidade de armazenamento maior.

Pendrive

O pendrive pode ser considerado como uma ferramenta fraca de backup pois, além do risco de perda ser grande e da baixa capacidade de armazenamento, está sujeito a vírus e problemas de configuração. Ainda é bastante utilizado para a transferência de arquivos de uma máquina para a outra, por exemplo, mas serviços na nuvem costumam ser mais seguros e rápidos nesse caso. De qualquer forma, existem ainda os fãs dos pendrives que continuarão utilizando esse tipo de dispositivo até se tornarem obsoletos. =)

Periodicidade de backup

Depende muito da intensidade de uso, mas eu recomendo um backup dos arquivos mais importantes ao menos uma vez por semana e, no mais tardar, um mês. Muita coisa pode acontecer de um dia para o outro e perder um arquivo no qual você estava trabalhando há um tempão não é nada agradável. Se for o caso, você pode fazer um backup diário do arquivo em questão, somente para garantir. Para fotos e outros arquivos, uma vez por semana é o suficiente.

Programas

Existem diversos programas que realizam backups. Exemplos aqui e aqui.

E você, com que frequência faz backup dos seus arquivos?