Categoria(s) do post: Áreas da Vida
Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

É engraçado falar sobre sonhos, porque são tão poucas as pessoas que conseguem alcançá-los. Todos temos sonhos, mas na maioria das vezes acabamos deixando de lado por que mesmo? Ah sim, por causa da correria.

Eu gostaria de propôr aqui, então, que você transforme os seus sonhos em objetivos. Isso significa basicamente torná-los possíveis e trazê-los para mais perto de você. Mas como fazer isso?

Objetivos de longo-prazo: Comece exercitando a sua imaginação: o que você gostaria de dizer que fez no dia em que estiver morrendo? Você gostaria de, nesse momento, ser reconhecido(a) como uma pessoa que fez o quê? Eu chamo esses de objetivos a longo-prazo. Os meus são, basicamente, ser a melhor mãe possível, ser uma boa companheira, ter estabilidade financeira, conhecer os meus lugares preferidos no mundo, dentre outros, totalizando 10.

Meios: Depois disso, faça um mapa mental de cada um desses objetivos, ligando a eles tudo o que você acredita ser necessário fazer para alcançá-los. Neste momento, você elencará os objetivos que batem com as suas resoluções de ano novo. por exemplo, se seu objetivo de longo-prazo é ser uma pessoa saudável, você pode colocar agora que um meio para chegar lá é praticar uma atividade física. Defina meios para todos os objetivos. Não tem importância a quantidade de meios para cada objetivo – o essencial é que cada objetivo tenha pelo menos um meio.

Projetos: Agora sim vem a parte divertida, que é começar a estabelecer objetivos mais palpáveis, que basicamente se tornarão os seus projetos. Continuando o exemplo acima, você pode dizer que, para praticar uma atividade física, você deseja caminhar 30 minutos todos os dias pela manhã. Isso é um projetinho. Ou seja: o que efetivamente você precisa fazer se quiser praticar uma atividade física? Quais suas ideias? Academia, caminhar, praticar um esporte? Agora é a hora de pensar a respeito de acordo com a sua personalidade e as coisas que você sabe que gosta de fazer.

Tarefas: Por último, você destrinchará os seus projetos em pequenas tarefas. Se seu projeto é caminhar todos os dias pela manhã, você pode definir como tarefas: mudar o horário no trabalho, acertar o alarme para acordar mais cedo, deixar a roupa de ginástica separada de noite, avisar os familiares que sairá mais cedo etc. São tarefas imediatas, para fazer já ou umas na sequência das outras.

Quem diria que fazer um único telefonema hoje poderia contribuir para um objetivo de longo-prazo? É exatamente assim que se começa. Dando um passo de cada vez, sem perder de vista o horizonte. O nome disso é foco.