Categoria(s) do post: Diário da Thais

Hoje eu quis contar um pouco sobre como é a minha rotina de organização com o blog, pois tenho recebido alguns e-mails pedindo um post sobre isso e também porque estou fazendo algumas mudanças nessa rotina, conforme falei em um post anterior.

O Vida Organizada, há quase dois anos, vem mantendo uma frequência diária de postagens. Isso é muito bom porque consigo me organizar e planejar o que vou escrever em cada dia mas, ao mesmo tempo, gera uma pressão enorme. Quando não publico um post, recebo MUITOS e-mails, comentários e mensagens perguntando o motivo. Quando escrevemos esporadicamente, sem um dia certo, a pressão é muito menor. Como eu sempre gostei de passar essa “segurança” para os leitores, de todo dia ter um post, fui levando dessa forma.

O que acontece é que, hoje em dia, eu tenho me dedicado a tarefas que estão demandando mais tempo da minha vida. Antes, eu dedicava algumas horas da minha semana ao blog porque eu podia fazer isso. Hoje, preciso aproveitar esse tempo de forma mais vantajosa para a minha família. Por favor, não me levem a mal. Eu adoro o blog, adoro pesquisar para escrever aqui, leio feeds e tudo o que for relacionado. Mas a dedicação que eu tinha era enorme mesmo, quase que um segundo emprego, e hoje infelizmente não posso mais me dar a esse luxo.

Vou contar um pouquinho para vocês como eu faço.

Calendário editorial

Há cerca de dois anos, decidi definir um calendário editorial para o blog. Basicamente, eu dividi as categorias ao longo do mês e, sempre que tivesse uma ideia para um post, eu encaixava no dia em que estivesse a sua categoria. Em pouco tempo, eu já tinha planejado o ano inteiro e até mesmo posts para o ano seguinte. Isso é bastante comum quando eu tenho ideias para posts de ano novo, por exemplo, mas já passou a época.

O ano inteiro de 2013 já tem posts planejados, por exemplo. Falta somente escrevê-los. Sempre que eu vejo algo que pode ajudar em algum post ou servir como referência, eu faço anotações no rascunho do post. Isso me ajuda bastante na hora de escrever.

Como antigamente eu fazia alguns poucos publieditoriais, ter um calendário foi fundamental para que eu pudesse controlar as ações, especialmente nos casos em que os publis eram uma sequência de posts. Isso também garantia que eu não deixasse um publi perto do outro, decaindo a qualidade dos posts. Para a agência que me procurava, ter esse calendário era essencial, pois eu tinha dados certeiros para lidar com eles. Quem quiser ter um blog profissional precisa fazer isso, não pode “postar quando der na telha”.

Com esse calendário planejado, eu escrevia os posts com o passar dos dias. Tirava uma hora hoje, duas horas amanhã, mais algumas horas no final de semana e mantinha uma anterioridade de uma semana a um mês de posts prontos já agendados. O WordPress (ferramenta que eu utilizo para gerenciar o conteúdo do blog) permite que você programe as postagens para entrar no ar quando você preferir. Assim, eu já deixava agendados os posts para até um mês à frente, pois assim eu garantia o post diário independente dos imprevistos que eu tenha tido.

Como vocês podem imaginar, isso também demanda muito tempo.

A outra vantagem de ter o calendário editorial é garantir que as categorias estejam sempre sendo “alimentadas”, sem que nenhuma seja deixada de lado. Eu acredito que tenha sido uma boa opção fazer desse jeito por esse motivo.

Em 2013, eu optei por definir um tema por mês para ajudar no foco das postagens. Não que todos os posts sejam relacionados ao tema do mês – a ideia serve somente para eu tentar focar nesse tema quando for escrever.

Para controlar o calendário, eu utilizava o Google Calendar, até descobrir um plugin fantástico chamado WordPress Editorial Calendar.

Gestão de comentários, e-mails e mensagens

Minha única regra sagrada é responder os comentários. Porém, como o volume é grande, tenho algumas regras, que são:

  1. Dúvidas são sempre respondidas, a não ser que já tenham sido respondidas no mesmo post.
  2. Perguntas sobre o post também.
  3. Perguntas sobre conteúdo que já existe no blog e pode ser encontrado via busca, respondo somente se der tempo.
  4. Elogios, sugestões e críticas, respondo se necessário.

Eu costumo ter uma rotina semanal para responder mensagens no Facebook, pois recebo um volume grande também. E não consigo responder todas de uma vez.

No Twitter, procuro responder diariamente, se não houver nenhum imprevisto.

Mas a maior quantidade de mensagens mesmo é recebida por e-mail. Costumo receber, em média, de 30 a 40 mensagens por dia relacionadas ao blog. Sugestões de posts, dúvidas, contatos de marcas etc. Eu precisaria dedicar mais de 1h todos os dias se quisesse responder todos os e-mails que chegam, pois alguns demandam longas respostas. Por isso priorizo os comentários do blog, pois assim outras pessoas podem ler as respostas. Costumo responder alguns e-mails por dia, mas fatalmente eles se acumulam.

Conteúdo nas redes sociais

Antigamente, eu postava dicas de hora em hora no Twitter. Tirava 2h do meu final de semana para criar o conteúdo e agendar as postagens da semana inteira. Eu adorava fazer isso, sei que todo mundo também gostava, mas não pude continuar porque levava muito tempo para fazer. Hoje, posto esporadicamente.

No Facebook, também posto esporadicamente na fan page do blog. No grupo, estou sempre acompanhando o que está sendo postado, apesar de não conseguir participar tanto quanto eu gostaria.

Pesquisas

Acompanho diariamente todos os feeds bacanas sobre organização através do Google Reader. Eu tinha muitos, muitos feeds a respeito, mas estava impossível de acompanhar. Assim, há um tempo eu fiz uma limpeza geral e deixei somente os meus preferidos (que estão basicamente na página Recomendo).

Sempre que vejo algum livro sobre organização, procuro ler. Como não dá para gastar muito dinheiro todo mês com isso, vou fazendo um “rodízio” dessas aquisições.

O mesmo vale para revistas. Antes, eu costumava comprar mais, mas atualmente estou procurando reduzir o número de papelada em casa. Compro somente as que eu acho interessantes para guardar ou alguma nova que eu queira conhecer. Como há muita coisa na Internet, não há necessidade de comprar tantas. De qualquer forma, todo mês eu procuro ver o que tem de interessantes nas edições das principais, a fim de tirar algumas ideias para o blog.

A principal fonte de pesquisa, no entanto, são os próprios comentários, e-mails e mensagens que recebo dos leitores. Não existe fonte melhor para ter ideias para o blog.

Gerenciamento do blog

Tenho um fichário para o blog, como se fosse um control journal, onde separo por conteúdo, financeiro, design, servidor etc. Lá eu guardo tudo o que for relacionado ao blog.

Algumas pessoas me perguntaram se eu precisei tirar um CNPJ para o blog, e a resposta é: sim. Fiz o cadastro no MEI (Microempreendedor Individual), pago uma taxa mensal e posso enviar nota fiscal. Mas, como não fiz mais publis desde que o tirei, acabo deixando somente para quando houver a necessidade. Mas é importante, caso você tenha um blog que realize ações com marcas. Tudo isso precisa ser gerenciado, porque são contas e você precisa fazer uma declaração de IR diferente da sua pessoal.

Muitas pessoas também me perguntaram sobre o design e a programação do blog. Eu comecei minha carreira trabalhando como webdesigner, mas hoje não mexo com mais nada disso. Não tenho sequer os programas necessários no meu computador. Sendo assim, o design é extremamente simples (o que eu acho suficiente, para falar a verdade) e, quando preciso mexer na programação, eu pesquiso bastante e vou tentando a sorte, mas não é algo que eu “sei” fazer – só o mínimo mesmo.

Produção de conteúdo

Como eu comentei anteriormente, eu costumava tirar 1h ou 2h do meu dia ou algumas horas no final de semana para escrever. Não estou mais fazendo assim. Atualmente, estava dedicando cerca de 2h no sábado e 2h no domingo para pesquisar e escrever, e algumas horas distribuídas durante a semana. Como agora diminuí o ritmo, não tenho uma rotina ainda definida. Estou em fase de experiência e vendo o que funciona melhor. O que eu posso dizer é que consegui fazer muito mais coisas no final de semana. =)

Assim como tem dias que eu passo o tempo inteiro na frente do computador escrevendo posts, porque estou inspirada. E acho que é assim que tem que ser.

Como vocês sabem, sou a única autora do blog. Sempre defendi muito isso, por ele ser pessoal, mas confesso que não estou achando a pior coisa do mundo ter mais colaboradores.

Bom, é basicamente assim que eu me organizo. Em breve eu farei um post sobre como tem sido a “nova fase” com relação a essa mudança de frequência de postagens no blog. Sim, ele poderá ter um post por dia, assim como pode ter três posts em um dia ou nenhum. A obrigatoriedade é que foi deixada de lado.

Boa semana para vocês!