Categoria(s) do post: Áreas da Vida
Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Três simples perguntas e respostas sobre organização:

1. Qual a importância de se ter uma vida organizada?

Não se trata de importância, mas de praticidade. Existem muitas pessoas que gostam de dizer que “se encontram em sua própria bagunça”. Essa frase esconde uma coisa: que, por mais que haja bagunça, em determinado ponto, há um método de organização. De alguma maneira, essa pessoa encontra as suas coisas e se lembra do que precisa fazer. A pessoa assim não precisa se rebelar contra a organização, pois não são conceitos opostos. O objetivo de ser uma pessoa organizada é somente facilitar os processos no dia a dia. Ninguém precisa se tornar um organizador profissional e mudar seu estilo de vida radicalmente. Todo mundo tem suas baguncinhas – a organização serve somente para otimizar seu tempo. Quanto mais “desencanado” for seu estilo de organização, mais fácil será adaptar-se a ele e ir se organizando de pouco em pouco.

2. O que uma pessoa ganha se organizando?

Principalmente tempo! Uma pessoa que consegue se organizar minimamente consegue correr atrás de seus objetivos sem perder tempo na vida, consegue arranjar dinheiro e tempo para fazer um curso, por exemplo, ou cuidar melhor da casa, cozinhar em vez de comer fora etc. Eu poderia estender enormemente este parágrafo citando exemplos, porque tudo em nossas vidas pode ser facilitado quando nos organizamos um pouco.

Queria dizer que considero a organização também uma forma de respeito. Quando você é organizada(o), você mostra que se preocupa com os outros e com você mesma(o). Seu filho nunca ficará sem uniforme ou lanche para a escola. Sua luz nunca será cortada por falta de pagamento. Seu chefe nunca ficará desapontado porque você não chegou no horário. Quando você se organiza, todos ao seu redor se beneficiam, mesmo que eles não sejam organizados.

3. Ficar obcecada(o) por organização é ruim? Como saber qual o nível “ideal” de organização?

Qualquer excesso é ruim. Eu acredito que a organização deva nos servir, não o contrário. Se você estiver perdendo tempo demais se organizando e fazendo menos coisas, pode ter algo errado aí. Quando eu comecei a ler mais sobre organização, peguei mania, fiquei viciada mesmo. Isso só me atrapalhou, porque estava mais preocupada com o processo de organizar que com o objeto que estava organizando. Perdia mais tempo revisando listas de limpeza que limpando a casa. Então quando vocé perceber que está se preocupando mais com o processo de organizar que o cumprimento das tarefas, é porque passou do seu limite.

E você, gostaria de fazer alguma pergunta sobre organização? Deixe nos comentários!